Marcos 9.30-37 - 17º Domingo Após Pentecostes - 19/09/2021

Caderno de Cultos 2021 - Sínodo Mato Grosso

19/09/2021

19/09/2021 – 17º Domingo Após Pentecostes
Pregação: Marcos 9.30-37; Leituras: Jr 11.18-20; Sl 54; Tg 3.13 – 4.3, 7-8a
Missionária Jéssica Lídia Gielow Melz – Comunidade Evangélica Luterana da Paz – Porto dos Gaúchos - MT

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA

Que a graça e a paz do nosso Senhor Jesus Cristo esteja conosco nesse momento de culto. É uma grande alegria podermos nos reunir como povo de Deus nesse 17º Domingo após Pentecostes. Por isso, acolho toda comunidade com as palavras de Romanos 12.10 que nos diz: Dediquem-se uns aos outros com amor fraternal. Prefiram dar honra aos outros mais do que a vocês.

Acolher os/as visitantes

CANTO DE ENTRADA
Nº 26 - LCI – Reunidos Aqui

SAUDAÇÃO

Reunimo-nos aqui nesse culto em nome e na presença do Deus Pai, Criador e Soberano sobre toda as coisas, Deus Filho, nosso Senhor e Salvador e Deus Espírito Santo, nosso santificador!

CANTOS DE INVOCAÇÃO
Nº 171- LCI – Ontem, hoje e para sempre


CONFISSÃO DE PECADOS

Convido aqueles que puderem para colocarem-se em pé! Queremos confessar ao nosso Deus nossos pecados e transgressões, com sinceridade do nosso coração nesta oração: Misericordioso Deus, a tua palavra nos diz que tu és bondoso e perdoador, por isso, nos achegamos a ti para confessar nossas iniquidades. Reconhecemos diante de ti que somos pecadores, que muitas vezes escolhemos caminhar longe de ti e seguimos os desejos do pecado. No entanto, queremos apresentar nossos pecados e perdi-te perdão. Sabemos que és um Deus fiel e que pelo sacrifício de Cristo podemos ser perdoados e salvos. Derrama sobre nós teu Santo Espírito e santifica-nos. Assim oramos em nome de Jesus. Amém!

ANÚNCIO DO PERDÃO

Em 1 João 1.9 diz: Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda a injustiça. Por isso, anunciamos a todos que confessaram seus pecados, com humildade e sinceridade, o perdão dos pecados em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!

KYRIE

Como pessoas perdoadas e renovadas pela Graça de Deus, olhamos à nossa volta, e nos compadecemos com o sofrimento de tantas pessoas, e de toda a criação que sofre e geme. Por isso cantamos juntos:

Nº 56 LCI - Pelas dores deste mundo

GLÓRIA IN EXCELSIS

Glória in excelsis

ORAÇÃO DO DIA

Senhor Deus, nesse momento pedimos que o teu Santo Espírito nos dê o entendimento da tua palavra. Que os nossos ouvidos estejam atentos, que a nossa mente e nosso coração estejam abertos a receber de ti a tua palavra. Em nome de nosso Senhor e Salvador Jesus assim te pedimos. Amém!

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Jeremias 11.18-20

2ª Leitura Bíblica: Salmo 54

3ª Leitura Bíblica: Tiago 3.13-4.3,7-8a.

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
Nº 165 - LCI – Estou pronto Senhor

PREGAÇÃO

Leitura do Evangelho conforme Marcos 9.30-37.

Que Deus possa nos dar o entendimento da sua palavra e que, por meio do Espírito Santo, possamos viver o que o evangelho nos ensina. Na passagem de Marcos 9.30-37 fica claro que o Reino de Deus opera em uma lógica diferente da qual operamos! Os valores da sociedade em que estamos inseridos nos fazem acreditar que alguém importante, que tem o respeito dos demais e é prestigiado, precisa ser bem-sucedido em sua profissão, com uma carreira sólida, financeiramente bem e cercado de pessoas influentes. Entretanto, quando esse assunto está sendo debatido pelos discípulos, sobre quem deles é o maior, Jesus os ensina numa perspectiva diferente.

Na lógica do Reino de Deus o mais importante é aquele que serve e não o que busca ser servido. Por isso, Jesus introduz na discussão a necessidade de dedicar a vida a Deus: Se alguém quiser ser o primeiro, será o último, e servo de todos. Servir está ligado diretamente com responder ao chamado que Deus faz a nossa vida. É colocar tudo o que nós temos e o que nós somos diante dele, para o seu louvor e a sua glória. Jesus estabelece que o “sucesso” que os discípulos deveriam se preocupar e/ou buscar estava em fazer a vontade de Deus.

Na caminhada de fé, como discípulos de Cristo, nossa maneira de viver não é para atrair êxito pessoal, mas sim, viver de tal forma que a nossa vida aponte para a palavra de Deus. É testemunhar a transformação que ele pode operar em uma vida pecadora. Servir a Deus é lembrar em todas as oportunidades que nós devemos diminuir e que ele cresça cada vez mais. Conforme João 3.30: É necessário que ele cresça e que eu diminua. Quanto mais Cristo estiver evidente em nossa vida, mais seremos dependentes de Deus, assim como o gesto de Jesus – ao colocar uma criança ao meio - os ensina que a nossa atitude deve ser de humildade e sujeição de Deus.

No entanto, se os discípulos fossem sinceros em seu questionamento de eleger quem é o maior, logo perceberiam que entre eles havia alguém em tudo superior. Jesus! Filho de Deus, o Messias tão esperado. O Emanuel! Aquele que deu a sua vida para ser o nosso Senhor e Salvador. Que serviu para nos resgatar do pecado, da morte e da condenação eterna.

Dessa maneira, Jesus Cristo, com autoridade e poder, orienta aos discípulos que, no Reino de Deus, o mais importante é aquele que serve. Pois a sua própria vida anuncia isso. Mesmo sendo Deus (Jo 1.1-3), esvaziou-se e serviu com toda a sua vida. Sendo servo, Jesus não exitou em sofrer, receber acusações, ser torturado e morto em favor de nós, para nos dar a salvação. Mesmo sem pecados, sem nenhuma culpa, ele se tornou servo para que nós, pecadores, pudéssemos reconhecer nossa iniquidade, assumir a nossa culpa e confessar ele como nosso Senhor e Salvador.

Por isso, o texto de Filipenses 2.5-11 nos orienta a ter a mesma atitude de Cristo. Se ele se entregou em favor de nós, quando seguimos a ele como nosso Redentor, somos chamados a sermos seus imitadores: Seja a atitude de vocês a mesma de Cristo Jesus, que, embora sendo Deus, não considerou que o ser igual a Deus era algo a que devia apegar-se; mas esvaziou-se a si mesmo, vindo a ser servo, tornando-se semelhante aos homens. E, sendo encontrado em forma humana, humilhou-se a si mesmo e foi obediente até à morte, e morte de cruz! Por isso Deus o exaltou à mais alta posição e lhe deu o nome que está acima de todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, no céu, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai.

Nessa passagem, além do ímpeto para servir, fica outro desafio: deixar Jesus participar de toda a nossa vida. Os discípulos discutiam entre si sobre quem era o maior e quando questionados por Jesus sobre o que conversavam se calaram. Cristo conhece aquilo que nos angustia, sobre o que temos dúvida, conhece todo o nosso ser. Ser seu discípulo significa compartilhar com ele tudo o que somos e aprender as respostas sob a ótica do olhar de Jesus. Não insista em decidir sozinho sobre sua vida, não procure solução sem direção. Jesus quer aproximar a nossa vida do nosso criador e ressignificar tudo o que somos.

Que possamos pedir ao nosso Deus que ele nos revele em que lugar e para quais pessoas ele nos quer servindo a fim de anunciar o Reino. Que o Santo Espírito nos capacite a buscar a vontade de Deus e servi-lo com fidelidade, comprometimento e amor.

CONFISSÃO DE FÉ
Confessemos nosso fé com as palavras do Credo Apostólico:

Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
Nº 84 - LCI – Te agradeço


ORAÇÃO DE INTERCESSÃO

Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

Bondoso Deus e Pai, somos gratos a ti pelo momento em que pudemos estar reunidos aqui como teu povo e tua igreja. Que a mensagem desse culto não seja deixada aqui, mas que, além de ouvirmos, possamos colocá-la em prática e sermos igreja todos os dias por onde estivermos. Ajude-nos Senhor a brilhar a luz de Cristo além desse lugar e servirmos com alegria, comprometimento e amor a ti. Assim, queremos colocar diante de ti os motivos de oração (aqui pode-se citar os motivos de intercessão da comunidade e os motivos gerais). Tudo mais Senhor, colocamos diante de ti, orando todos a uma só voz a oração que teu Filho nos ensinou dizendo:

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
Que Deus te abençoe e te guarde, que Deus faça resplandecer o seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti, que o Senhor sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz. Amém

ENVIO
Vamos em paz e sirvamos a Deus com alegria. Amém

CANTO FINAL
Nº 287 - LCI – Cuida bem, Senhor


Autor(a): Missionária Jéssica Lídia Gielow Melz
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Natureza do Domingo: Pentecostes
Perfil do Domingo: 17º Domingo após Pentecostes
Testamento: Novo / Livro: Marcos / Capitulo: 9 / Versículo Inicial: 30 / Versículo Final: 37
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2021
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 63504
REDE DE RECURSOS
+
Quem quiser ser importante, que sirva aos outros.
Mateus 20.26
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br