Mateus 11.2-11 - 3º Domingo de Advento - 15/12/2019

Caderno de Cultos 2019 - Sínodo Mato Grosso

06/09/2019

15/12/2019 – 3º Domingo de Advento
Is 35.1-10; Sl 146.5-10 ou Lc 1.46-55; Tg 5.7-10
Pregação: Mt 11.2-11
Missª Tatiane F. Ertmann Stele – Nova Mutum/MT


LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
Bom dia (ou boa noite) a todos. Sejam todos bem-vindos a este culto. Quero acolhe-los com a Palavra do nosso Deus, conforme o Evangelho de Lucas 1.76-78 que diz: “Zacarias diz: E você, menino, será chamado de profeta do Deus altíssimo e irá adiante do Senhor a fim de preparar o caminho para ele. Você anunciará ao povo de Deus a salvação que virá por meio do perdão dos pecados deles. Pois o nosso Deus é misericordioso e bondoso. Ele fará brilhar sobre nós a sua luz”. Estamos no 3º Domingo de Advento. Neste tempo de Advento, que a luz do Cristo nascido em Belém, o Salvador eterno, brilhe sobre nossas vidas, e ilumine os nossos corações para que enxerguemos o verdadeiro tesouro da salvação. Amém.
Agradecemos a todos e a todas que nos visitam. Sejam também muito bem-vindos/as. É uma alegria tê-los/as conosco. O nosso desejo é que vocês sintam, por meio da nossa comunidade, o amor do próprio Deus. E que desejem estar conosco muitas outras vezes.

CANTO DE ENTRADA
Vem que está chegando o Natal - https://www.youtube.com/watch?v=0Y_f8qjSjqg

Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
Advento nos lembra que Cristo veio morar entre nós. Por isso, podemos afirmar que não estamos sozinhos. Celebramos, portanto, este culto em nome do Deus Triuno, que é Pai, o Criador de tudo o que há, que é Filho, Jesus, o Salvador nascido em Belém, que é Espírito Santo, nosso Ensinador e Inspirador.
CANTOS DE INVOCAÇÃO
383 – LIVRO DE CANTO DA IECLB – Jubiloso, Venturoso

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS
Amado e benigno Senhor, Aba querido, Salvador Supremo, Espírito Santo direcionador das nossas vidas, Tu és Deus sobre tudo e todos! Quantas vezes temos sido falhos! Quantas vezes temos sido fracos! Quantas vezes temos sido indiferentes! Quantas vezes fechamos os nossos olhos para a tua maravilhosa graça e a tratamos como algo sem graça. Oh Deus, quão grande é nosso culpa. Merecemos somente castigo sabemos disso! Por nossas próprias forças e vontades estaríamos perdidos!!! Agradecemos que tu não nos abandonas, e tendo enviado o Salvador, podemos ter esperança. Por isso ouçamos clamar por perdão! Pedimos que apesar da nossa culpa e pecado, que tu nos perdoe pelo teu amor e tua compaixão! Nos ajuda a viver para ti, no teu amor, no teu Evangelho. Entregamos nossas vidas em tua presença, e pedimos, corrigi-nos, quebra-nos e faze-nos de novo, como um vaso nas mãos do oleiro. Aceitamos tua correção, e anunciamos que tu és Deus, sobre as nossas vidas. Assim, que possamos seguir, na tua paz, no teu amor e no teu perdão. Faz-nos pessoas melhores Senhor, abre os nossos olhos e coração, para que saibamos olhar para a ti e para o próximo com um amor verdadeiro, assim como o de Cristo demonstrado por nós. Que tua luz nos guie e nela possamos caminhar todos os dias da nossa vida, redimidos e salvos por ti. Em nome do Salvador. Amém.

ANÚNCIO DO PERDÃO
Um pastor recém-chegado na paróquia estava indo realizar o primeiro culto numa das comunidades. Nesta comunidade havia uma mulher muito religiosa. Dizia ela que Deus a amava muito e lhe respondia tudo o que ela perguntava. O pastor ouviu esta história e foi tirar a limpo. Ainda antes de o culto iniciar ele perguntou: É verdade que Deus lhe conta tudo o que deseja saber? Ela disse: Sim! É verdade pastor! Deus me conta tudo o que eu peço a Ele. Muito bem! Disse o pastor. Agora, para eu poder acreditar mesmo nesta história vou lhe pedir para perguntar para Deus qual o grande pecado que eu cometi quando era ainda estudante de teologia? Eu já confessei este pecado pra Deus, me arrependi dele, mas desejo que a senhora pergunte qual era o pecado. Depois do culto, se a senhora me responder, eu vou acreditar.
Terminado o culto, o pastor veio até essa senhora e perguntou: E então? Deus lhe contou sobre o meu pecado? Ele se comunicou com a senhora? E ela respondeu: Sim! Deus falou comigo! E o que ele disse? Perguntou o pastor. Ele disse o seguinte: Desde o início do culto, quando eu perguntei para Ele sobre esse seu pecado Ele disse que tentou se lembrar, mas não conseguiu. “Eu, eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões por amor de mim, e dos teus pecados não me lembro mais”. (Isaías 43.25). Palavras de perdão e graça!

KYRIE
Como filhos e filhas de Deus não queremos ser indiferentes aos sofrimentos deste mundo. Também neste período onde nos preparamos para celebrar o Natal, Jesus nos convida a não ficar calados e parados, mas a transmitir o seu amor. Que Ele nos use como seus instrumentos para anunciar o novo tempo da salvação aos menos favorecidos, aos que sofrem, aos cativos, aos excluídos, aos perdidos. Que sua graça e seu amor transborde e alcance a todos. Sendo desafiados para isso, além de cantarmos clamando a misericórdia de Deus, coloquemos também em ação como propõe o hino:

392 – LIVRO DE CANTO DA IECLB – Natal é tempo de alegria.

GLÓRIA IN EXCELSIS
Glórias a Deus pelo seu amor que nos alcança, nos corrigi, nos liberta, nos perdoa, e nos faz instrumentos do seu amor. Por isso, e por tudo mais que Deus sempre de novo nos acrescenta, cantemos alegremente, dando glórias a Deus:
395 – LIVRO DE CANTO DA IECLB – Ao pé da manjedoura estou.

ORAÇÃO DO DIA
Bondoso e amado Deus, nós te agradecemos pela oportunidade que tu nos dás de sermos teus filhos e filhas, agradecemos pelo teu cuidado, pelo teu perdão. Pelas vezes que mesmo não percebendo, tu estás conosco e nos guarda dos perigos. Agradecemos que neste dia, pudemos abrir os nossos olhos, e recebemos de ti, mais um dia de vida. Obrigada Senhor pelas tuas bênçãos infinitas. Agradecemos Senhor, que também no sofrimento, tu estás conosco, nos consola e fortalece. Pedimos que tu abençoes também este momento de receber a Tua Palavra. Que sendo lançada, ela caia em nossos corações e encontre terra fértil, ou seja, que encontre corações receptivos ao teu amor. Em nome de Jesus. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Isaías 35.1-10
2ª Leitura Bíblica: Salmo 146.5-10 ou Lucas 1.46-55
3ª Leitura Bíblica: Tiago 5.7-10

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
360 – LIVRO DE CANTO DA IECLB – Magnificat

PREGAÇÃO

Leitura: Mateus 11.2-11
Queridos irmãos e queridas irmãs na fé!
João foi o último dos profetas, nasceu no mesmo período que Jesus, e ele foi o escolhido de Deus para preparar o caminho, a chegada do Salvador. Ele viveu no deserto, e em suas pregações, denunciava o pecado e chamava as pessoas ao arrependimento e por isso incomodou muita gente e foi preso. E na prisão, ele manda uma mensagem para aquele de quem ele muito ouvia falar. Suspeitava de que o tempo da salvação havia chegado, e que Jesus era o Messias prometido que tanto ele havia anunciado. E por isso ele envia mensageiros a Jesus perguntando: És tu, ou devemos esperar outro? Nos versículos 4 e 5 temos a resposta de Jesus a João. NEle os que eram cegos com respeito à verdade sobre si mesmos, sobre o próximo e sobre Deus, recebem a capacidade de voltar a ver; nEle se robustecem os pés de quem nunca foi o suficientemente forte para seguir transitando pela vereda da justiça; nEle os surdos à voz de sua consciência e à voz de Deus começam a ouvir; nEle os que estavam mortos em seus pecados, e jaziam impotentes frente à tentação, são ressuscitados à novidade de vida, a uma vida maravilhosamente renovada: nEle o homem mais pobre herda e possui as riquezas do amor de Deus. Jesus mostra os fatos e os resultados de sua atuação, e a partir disso João deveria tirar suas próprias conclusões. Certamente João pode ter certeza que a Palavra estava se cumprindo em Jesus. Ele era o tão esperado Salvador anunciado, conforme também Isaías 35 anuncia. Que alegria, que consolo, alento e conforto para João – sua cabeça rolaria, mas ele tinha visto se realizar a promessa da Salvação e certamente sua esperança e fé se fortaleciam naquele momento.
Jesus conforta João através da mensagem de amor que lhe envia pelos discípulos. Após isso, Jesus começa a falar com o povo para o qual João havia pregado. Jesus pergunta as pessoas que tinham ouvido João no deserto, se viam a João como alguém comum, tão comum como as canas às margens do Jordão agitadas pelo vento? Aparentemente não poderia ser alguém importante, pois não falava a partir dos palácios, e nem tinha roupas luxuosas e elegantes. Jesus continua seu discurso e afirma ao povo que João era o mensageiro de Deus, que havia preparado o caminho. João era o arauto de Deus, o embaixador de Deus e ninguém poderia ter uma tarefa maior. Era embaixador de Deus, não cortesão de Herodes com roupas luxuosas e elegantes. Jesus acentua a importância de João. Havia sido escolhido por Deus para preparar o caminho. Não qualquer caminho, mas o caminho que apontava para a salvação.
Apesar de Jesus dizer que João era importante, Jesus também diz que qualquer outro, menor no Reino dos Céus, é maior que João. Jesus não desvaloriza João e sua mensagem. Quando Jesus diz que os menores do Reino serão maiores que João Jesus está sinalizando a revelação plena do amor de Deus que João não tinha visto, nem veria – a revelação máxima do amor de Deus compreendida na cruz de Jesus. João poderia conhecer a santidade de Deus; poderia declarar a justiça de Deus; mas não teria a chance de conhecer o amor de Deus em toda a plenitude de sua manifestação. João denunciava o pecado e chamava ao arrependimento, mas somente através de Jesus e sua cruz foi possível mostrar aos homens a longitude, a largura, a profundidade e a altura do amor de Deus. Somente na cruz de Cristo recebemos a revelação plena do coração de Deus. Um Deus que se preocupa com o ser humano, que o conclama a perceber seu pecado (sua própria ruina). João é a voz que anuncia a ruina do ser humano por causa do pecado, mostra a situação em que o ser humano se encontra, apontando para a fé no Messias Salvador, o único capaz de oferecer perdão, redenção, reconciliação e salvação ao pecador arrependido.
Mas essa boa nova tão especial, repetida, ano após ano, parece não mexer com as pessoas. A impressão é que fazemos da boa nova da salvação uma mensagem comum, um “caniço sacudido pelo vento”. O nascimento, a vida de Jesus, seu sacrifício parece uma notícia tão comum, tão pobre e irrelevante, que não causa interesse, impacto – o lançamento de um celular mais potente está mil vezes a frente na lista de interesses das pessoas. No tempo de João também foi assim, infelizmente. Por isso João foi decapitado. Não há interesse nessa mensagem, porque no fundo no fundo ela bate de frente com nossa realidade pecadora. Ela nos obriga a refletir sobre nossas atitudes, sobre quem somos. Resistimos pois não queremos aceitar nossa realidade pecadora, e por fim perceber que pobre e irrelevante é a nossa vida sem Deus. Em Jesus e pelo seu sacrifício, temos a chance de conhecer o amor de Deus em toda a plenitude de sua manifestação. Quem é este Jesus na tua vida? Sua mensagem que surte efeito nos cegos, nos surdos, nos aleijados, nos mudos, surte efeito e tem transformado também a sua vida? Você poderá caminhar pelo Caminho da Santidade onde os impuros não caminharão (Isaias 35.8)?
Que neste Advento você e eu não resistamos a mensagem de Jesus! Que não seja só mais um Advento, que não seja só mais uma mensagem, mas que possamos nos dar conta que é o amor profundo de Deus quer falar mais alto e tocar extraordinariamente a nossa vida como anuncia o profeta Isaías.
A boa notícia que parece tão simples é na verdade extraordinária e única: Jesus pode mudar a nossa história! O Salvador do mundo, que foi prometido, que nasceu, que veio ao teu encontro, tornou-se a luz em meio a escuridão do pecado. Ele morreu e ressuscitou para que a minha e a tua história não sejam de destruição, mas de vida plena e abundante, aqui e na eternidade. Essa mensagem é tão poderosa, capaz de fazer com que você experimente e diga: “Eu era assim, com Cristo me tornei assim”. Este é o amor de Jesus, um amor que restaura e transforma vidas. Que neste Natal a mensagem da boa nova possa pulsar e impulsionar a tua vida. Que a história da Salvação não seja irrelevante para você. Que ela seja real, significativa e faça diferença na sua caminhada. Amém.

HINO
361 – LIVRO DE CANTO DA IECLB – Erguei os arcos triunfais

CONFISSÃO DE FÉ
Em resposta à Palavra, confessemos a nossa fé com as palavras do Credo Apostólico:

Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
376 – LIVRO DE CANTO DA IECLB – Louvamos-te, Cristo.

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

Deus de bondade, pela tua infinita graça e teu amor intenso e profundo, queremos agradecer. Sempre de novo tu nos cercas com essa graça e amor, envolvendo nosso ser a perceber que somente em Ti podemos ser verdadeiramente felizes, somente em Ti podemos ser verdadeiramente libertos e salvos.

Cumpre em nós o Senhor os teus propósitos de salvação. Abre os nossos olhos, pela direção do teu Espírito Santo, ilumina nosso ser. Abrimos nosso coração, entregamos nossa vida nas tuas mãos. Proclamamos que é a tua salvação, a tua mensagem de amor que de fato importa nessa vida. E que possamos viver nela, e a partir dela, no Caminho. Nos envolva de tal forma que não esqueçamos que o pecado só quer nos destruir e nos levar a ruina. Que sempre de novo possamos ter o teu colo de amor nos protegendo contra as ciladas do pecado que estão ao nosso redor. Que o teu sacrifício na cruz seja mensagem vivificadora nas nossas vidas a cada amanhecer. Deus de amor, também queremos lembrar com carinho de todos os aniversariantes, clamando o Deus que tua bondade se manifeste na vida de cada um deles e pedimos que os guarde em teu amor. Intercedemos pelos doentes, os enlutados, os que sofrem, se sentem preocupados, em situações difíceis. Tu és o Senhor de cada um/a deles/as! Tu podes curar, consolar, dar paz, fortalecer e animar a cada um e a cada uma. Os confiamos em tuas mãos Senhor bondoso, mãos seguras e poderosas! E que eles/as não esqueçam de cada um dos teus benefícios em seu favor, mas que os percebam para que teu nome seja exaltado. Que acima de tudo, nenhum destes queridos lembrados, e nenhum de nós aqui reunidos perca a esperança em Ti, mas que esteja aberto para que seu amor, Deus querido, seja experimentado e transmitido. Intercedemos ainda pelas autoridades do nosso país, estado e cidade. Que eles governem para o bem do teu povo. Cuida e orienta também a nossa IECLB em todo o âmbito nacional, também os trabalhos em nossa paróquia/comunidades. Que todos trabalhem para honra e glória do teu nome. Que sempre possamos em unidade caminhar, visando o que de fato é essencial. Assim Deus Salvador, entregamos tudo nas tuas mãos, na certeza que tu ouves a nossa oração, e que irá respondê-la conforme a tua santa vontade. Assim oramos em nome de Jesus que nos ensinou a dizer:

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________

 

BÊNÇÃO
Que o Senhor te abençoe e te guarde, que o Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti, que o Senhor levante o seu rosto sobre ti e te dê e acompanhe com a sua paz. Amém

ENVIO
Vamos todos na paz do nosso bondoso Deus, confiando em seu amor e na sua salvação que nos levam ao lar eterno. E que enquanto aqui estivermos pelo caminho, o sirvamos com alegria pelos seus grandes feitos em nosso favor. Amém. Abençoada semana.

CANTO FINAL
363 – LIVRO DE CANTO DA IECLB – Então se verá
  


Autor(a): Missionária Tatiane Stele
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Natal
Natureza do Domingo: Advento
Perfil do Domingo: 3º Domingo de Advento
Testamento: Novo / Livro: Mateus / Capitulo: 11 / Versículo Inicial: 2 / Versículo Final: 11
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2019
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 53095
REDE DE RECURSOS
+
Ó Senhor, tu somente és o Deus de todos os reinos da terra; tu fizeste os céus e a terra.
2Reis 19.15
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br