Meu Salvador, eu quero amar-te

Comentário e Reflexão

29/06/2012

HPD 205 – Meu Salvador, eu quero amar-te


Texto original alemão: Ich will dich lieben meine Stärke

Autor da letra: Johann Scheffler, o Angelus Silesius (1624-1677)

Melodia: Johann Baltasar König (1691-1758) Referência bíblica: João 21,15-17

A primeira linha deste hino põe o acento sobre três elementos básicos:

(1) eu = o autor ou o cantor, .

(2) o dialogador = Jesus,o Salvador e .

(3) o amor = o laço que une os dois.

As 1ª, 2ª e 7ª estrofes sublinham e confirmam repetidas vezes „quero amar-te“ ou „eu te amo“. As 3ªe 4ª estrofes formulam palavras de auto-crítica sobre o tempo perdido sem o amor. A 5ª estrofe apresenta o agradecimento: „Eu te agradeço...pois teu amor me libertou.“ E a 6ª estrofe acrescenta o pedido: „acompanha-me“, „concede tua paz“, “guia-me, Senhor“. O texto é influenciado pela teologia de Augustinus (354-430). Ele confessou no volume X de suas „Confessiones“ que só muito tarde aprendeu a amar a Deus .

Um outro hino do mesmo autor e que trata do mesmo tema do grande amor de Deus (cf. João 3,16) é o do HPD nº 203 „Santo Amor, que me criaste semelhante a ti , Senhor...“

O hino foi publicado pela primeira vez como uma poesia na coleção Heilige Seelen-Lust ( Prazer de Almas Santas) ou Canções pastoris Espirituais) editada em Breslau 1657, a qual contém exclusivamente produções do mensageiro da Silésia Johannes Scheffler . O sub-título „Geistliche Hirten-Lieder / Der in jhren Jesum verliebten Psyche (Canções pastoris Espirituais / da psique apaixonada m seu Jesus) mostra tanto o alvo deste livro, quanto a intenção do hino HPD nº 205. Nesta primeira edição o hino vem acompanhado de uma melodia (diferente da do nosso hinário HPD) da autoria de Georg Joseph, um músico eclesiástico de Breslau.

Logo este hino foi divulgado por meio de outros hinários e devocionários evangélicos na Alemanha. Isso é muito notável, pois Johann Scheffler havia se convertido para a Igreja Católoca Romana em 1653, e, além de ser escritor de literatura mística, havia-se tonado teólogo polêmico que publicou inúmeros panfletos com difamação dos protestantes. Em 1659 o pregador luterano ortodoxo Heinrich Müller (1631-1675) publicou em Rostock esse hino na sua Geistliche Seelen-Musik (Música para Almas Religiosas) com uma melodia de Nicolaus Hasse. No século 18 o hino „Meu Salvador, eu quero amar-te“ tornou-se mais conhecido com a melodia de Balthasar König (1691-1758) que havia sido publicada desde 1738 no seu Harmonischen Liederschatz (Tesouro harmônico de hinos) e que atualmente se encontra em nosso hinário sob HPD nº 205. Esta melodia, suplantando todas as outras, se impôs nos hinários evangélicos.

Nos hinários católicos da Alemanha editados nos séculos 17 e 18 este hino apareceu rearíssimas vezes e só se encontra ocasionalmente noo livros de cânticos do século 19. No século 20 o hino gozou de melhor aceitação, motivada pela coleção „Kirchenlied“ (Hinos eclesiásticos), publicada em Fraiburgo no ano de 1938. Os editores fizeram algumas modificações no texto e recorreram à melodia original de Georg Joseph

Fonte: http://www.liederlexikon.de/lieder/ich_will_dich_lieben_meine_staerke
 


Autor(a): Leonhard Creutzberg
Âmbito: IECLB
Hino: 205. Meu salvador, eu quero amar-te
Título da publicação: Hinos do Povo de Deus Comentados / Ano: 2012
Natureza do Texto: Música
Perfil do Texto: Comentário ou reflexão sobre hino
ID: 15468
MÍDIATECA
REDE DE RECURSOS
+
Jesus Cristo diz: Eu estou com vocês todos os dias até o fim dos tempos.
Mateus 28.20b
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br