Nossa Fé - Nossa Vida - Os ministérios

Cargos e funções na Igreja

27/12/2010

O que são os ministérios?

Na Igreja, a rigor, há um só ministério: o de testemunhar o evangelho de Cristo, confiado à comunidade. Todos os outros ministérios específicos, criados pela comunidade ou Igreja, devem estar a serviço daquele.

Quem realiza a obra de Cristo no mundo?
Todos nós, como membros da Igreja de Cristo, somos sacerdócio real, representantes de Deus, encarregados por ele mesmo, para proclamar e vivera boa-nova da salvação em Cristo, no ambiente em que vivemos.

Com que participamos da obra de Cristo?
Os membros da comunidade têm muitos dons, nem sempre conhecidos e despertados. Todos eles devem ser utilizados na busca do alvo da comunidade: ser instrumento da missão de Deus no mundo.

Na IECLB temos quatro ministérios específicos: o pastoral, o catequético, o diaconal e o missionário. São desdobramentos do único ministério de testemunhar o evangelho. São oriundos dele e para ele estão voltados. Entre si dividem funções e atribuições específicas, compartilhando do mesmo objetivo último, denominado „Ministério Eclesiástico“. Os quatro ministérios específicos agem de maneira compartilhada, tanto entre si quanto com as pessoas colaboradoras e líderes, atuando com elas em equipe.

Eles motivam os membros da comunidade a lerem a Bíblia, a fim de conscientizá-los de sua vocação e capacitá-los para o serviço de testemunhar o evangelho em família, no lugar de trabalho e estudo, na comunidade e sociedade em geral. Estão, portanto, a serviço do “sacerdócio universal de todos os crentes”. Esse serviço motivador e instrumentalizador denominamos “ministério compartilhado“.

Qual a função do ministério pastoral?
O pastor e a pastora, credenciados pela Igreja, são chamados pelo conselho paroquial ou outro órgão diretivo, para exercer, segundo o ministério compartilhado, a pregação pública do evangelho, a administração dos sacramentos e o aconselhamento pastoral. Dedicam atenção especial à formação e ao acompanhamento de pessoas colaboradoras leigas. Juntamente com os demais ministérios específicos, são corresponsáveis pela administração da comunidade.

Qual a função do ministério catequético?
O e a catequista, credenciados pela Igreja, são chamados pelo conselho paroquial, por outro órgão diretivo da Igreja ou pela escola, para exercer, segundo o ministério compartilhado, a educação cristã, em todas as faixas etárias e nos múltiplos contextos educacionais. Dedicam atenção especial à formação e ao acompanhamento de pessoas colaboradoras leigas.

Qual a tarefa do ministério diaconal?
A diácona, o diácono ou a diaconisa, credenciados pela Igreja, são chamados pelo conselho paroquial, por outro órgão diretivo da Igreja ou instituiçãodiaconal, para exercer, segundo o ministério compartilhado, o testemunho prático da fé cristã, promovendo o bem-estar integral de pessoas e do meio ambiente. Empenham-se na prevenção e cura do sofrimento humano, trabalhando pela eliminação das causas dos males. Dedicam atenção especial à formação e ao acompanhamento de pessoas colaboradorasleigas.

Qual a tarefa do ministério missionário?
O missionário e a missionária, credenciados pela Igreja, são chamados pelo conselho paroquial, ou outro órgão diretivo da Igreja, para exercer, segundo o ministério compartilhado, o serviço evangelístico, especialmente além de suas fronteiras. Empenham-se na formação e edificação de comunidade. Nesse sentido, atuam em estreita ligação com a paróquia mais próxima e o respectivo sínodo e sob sua coordenação. Dedicam atenção especial à formação e ao acompanhamento de pessoas colaboradoras leigas.

Qual a tarefa de pessoas colaboradoras leigas?
A amplitude da missão de Cristo requerque a comunidade chame pessoas leigas para participarem, segundo o ministério compartilhado,na realização de cultos e ofícios, na instrução cristã, assistência, orientação de grupos, visitação, música, administração e em outros campos de ação, conforme necessidade e possibilidade.

Qual a tarefa de presbíteros e presbíteras?
Eles administram e dirigem a comunidade, assegurando a continuidade do trabalho eclesiástico em todos os setores da comunidade, segundo o ministério compartilhado, em corresponsabilidade com obreiros e obreiras. Atuam em equipe com os obreiros e as obreiras e as pessoas colaboradoras leigas.

Quem exerce a direção em nossa Igreja?
Assim como a comunidade, também a nossa Igreja chama dentre seus membros aqueles que a dirigem, em nível paroquial, sinodal e nacional. A comunidade participa da eleição dos mesmos, através dos seus delegados que a representam na reunião do conselho paroquial, na assembleia sinodal e no concílio da Igreja.

O que é necessário para exercer uma função?
Todo membro da igreja que nela recebe uma tarefa específica, seja no ministério diaconal, catequético, missionário, pastoral ou no serviço de presbítero e presbítera, deve estar consciente de sua vocação. É devidamente preparado para sua função por meio de cursos, seminários e retiros, realizados pelos responsáveis nos respectivos setores de trabalho.

Deve ser credenciado pelos órgãos competentes e oficialmente incumbido do cargo a ele confiado.


Volte para índice de Nossa Fé - Nossa Vida
 


Âmbito: IECLB / Instância Nacional: Concílio
Título da publicação: Nossa Fé - Nossa Vida Guia da vida comunitária na IECLB (8ª edição) / Editora: Editora Sinodal
Natureza do Texto: Documento consensuado
Perfil do Texto: Guia
ID: 1619
REDE DE RECURSOS
+
É dever de pai e mãe ensinar os filhos, as filhas e guiá-los, guiá-las a Deus, não segundo a sua própria imaginação ou devoção, mas conforme o mandamento de Deus.
Martim Lutero
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br