O ciclo da vida

01/11/2021

Desde pequena, ainda muito criança, ficava encantada ao observar ‘as dorme-dorme’, aquelas plantas no meio do mato que, ao simples toque, fecham suas folhas. Talvez por isso seu nome popular dorme-dorme. E volta e meia, passava pelo mesmo lugar para ver se já haviam acordado... para as tocar novamente. Tudo ao nosso redor tem vida, é dinâmico. E tudo tem um tempo de ‘dormir’. A vida, em sua plenitude, é um nascer para morrer, para renascer... É um acordar e dormir, para acordar novamente.

Deus é senhor da vida e de tudo aquilo que faz parte dela. Entender a vida é entender sua dinâmica, seu ciclo contínuo. Recebemos da divina mão de Deus a vida. E faz parte dela os momentos de descanso e de sono. Quando falamos de morte parece que estamos falando de algo contrário à vida. Mas nos enganamos pensando assim. A morte faz parte da vida. Momentos de luto, de inconsciência, de perdas e até de dor, nos lembram que a morte tem um gosto de amargo e de tristeza. Por isso a diferenciamos da vida. Muitas vezes, a tal ponto, que a separamos do ciclo da vida. Mas a morte, mesmo com toda sua força de nos puxar para o chão, não tem sua última palavra. É momento de passagem, pois a vida virá com toda sua força novamente.

“Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crer em mim, ainda que morra, viverá” diz Jesus no Evangelho de João 11.25. Que palavra forte e cheia de bênção para nós! Eu sou a vida ainda que a morte seja vivenciada. Ou seja, a vida prevalece. A vida continua seu ciclo. Com a ressurreição, Deus revela o poder da vida sobre a morte. Sim, a morte continua doendo, trazendo saudade e dificilmente a desejamos. Mas podemos aprender a acolher a morte como parte da vida na certeza da palavra de Deus “ainda que morra, viverá”.

Se a morte faz parte da vida, também podemos aprender a respeitá-la, assim como respeitamos a vida. Respeitar a morte não é deseja-la, mas respeitar a dor e o luto, as lágrimas e os momentos de perda que a vida nos traz. O Dia de Finados é um dia de respeito. De respeito pela vida da qual nos despedimos, respeito pela dor de quem sente o vazio e a saudade. A vida tem seus momentos de dorme-dorme, que merece gentil espera

Que nossos olhos, corações e mentes se abram e se voltem ao senhor da vida. Que Nele possamos colocar nossa esperança. Uma abençoada semana na paz e no amor de Deus.
  


Autor(a): Diácona Nádia Mara Dal Castel de Oliveira
Âmbito: IECLB / Sinodo: Uruguai
Área: Missão / Nível: Missão - Coronavírus
Área: Confessionalidade / Nível: Confessionalidade - Prédicas e Meditações
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 65028
MÍDIATECA
REDE DE RECURSOS
+
Deus enxerga as profundezas do coração, enxerga mais profundamente que nós.
Martim Lutero
© Copyright 2022 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br