O Povo de Deus no deserto andava

LCI 580

14/01/1973

 

1. O povo de Deus no deserto andava,
mas à sua frente alguém caminhava.
O povo de Deus era rico de nada,
só tinha a esperança e o pó da estrada.
//: Também sou teu povo, Senhor, e estou nesta estrada.
Somente a tua graça me basta e mais nada. ://

2. O povo de Deus também vacilava,
às vezes custava a crer no amor.
O povo de Deus, chorando, rezava,
pedia perdão, e recomeçava.
//: Também sou teu povo, Senhor, e estou nesta estrada.
Perdoa se, às vezes, não creio em mais nada. ://

3. O povo de Deus ao longe avistou
a terra querida que o amor preparou.
O povo de Deus sorria e cantava
e nos seus louvores teu poder proclamava.
//: Também sou teu povo, Senhor, e estou nesta estrada.
Cada dia mais perto da terra esperada. ://

4. O povo de Deus também teve fome
e tu lhe mandaste o pão lá do céu.
O povo de Deus cantando, deu graças.
Provou teu amor, amor que não passa.
//: Também sou teu povo, Senhor, e estou nesta estrada.
Tu és alimento na longa jornada. ://
 


Autor da Letra e Melodia: Nelly da Silva Barros

Comentário e Reflexão: Leonhard Creutzberg


Autor(a): Nelly da Silva Barros
Âmbito: IECLB
Área: Celebração / Nível: Celebração - Música
Área: Ecumene
Hino: 326. O povo de Deus
Natureza do Texto: Música
Perfil do Texto: Hino
ID: 19658
MÍDIATECA
REDE DE RECURSOS
+
Deus diz: sou o seu Criador e o tenho ajudado desde o dia em que você nasceu. Não fique com medo, pois eu o amo e o escolhi para ser meu.
Isaias 44.2
© Copyright 2022 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br