Pai, eu te adoro

Cânone

01/01/1970

 

Pai, eu te adoro,

Minha vida te entrego,

como eu te amo.

 


Autoria desconhecida


Âmbito: IECLB
Natureza do Texto: Música
Perfil do Texto: Cânone
ID: 46786
MÍDIATECA
REDE DE RECURSOS
+
Ainda não somos o que devemos ser, mas em tal seremos transformados. Nem tudo já aconteceu e nem tudo já foi feito, mas está em andamento. A vida cristã não é o fim, mas o caminho. Ainda nem tudo está luzindo e brilhando, mas tudo está melhorando.
Martim Lutero
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br