Para onde hei de fugir

LCI 39

01/01/1590

 

1. Para onde hei de fugir,
se está a me oprimir
o mal que fiz na vida?
Onde acharei guarida?
No mundo eu, angustiado,
jamais sou consolado!

2. Somente em ti, Senhor
se abranda a minha dor,
por ti é perdoado também
o meu pecado.
Eu peço-te, insistente:
Senhor, perdoa o crente!

3. Verteste o sangue teu
em benefício meu,
por ti eu sou remido,
um transgressor perdido.
Por tuas muitas chagas
o mal que eu fiz, apagas.

4. Somente em ti, Jesus,
em sofrimento e cruz
estou bem abrigado
e ao céu serei levado,
que tu me concedeste,
porque por mim morreste.

5. Conduze o coração,
que viva em retidão
vigor dá na fraqueza,
na tentação, firmeza.
Assim não me separo de ti,
meu forte amparo.

Autoria da letra: Bartholomäus Gesius

Autoria da melodia: Johann Hermann Schein
 


Autor(a): Bartholomäus Gesius
Âmbito: IECLB
Natureza do Texto: Música
Perfil do Texto: Hino
ID: 49103
REDE DE RECURSOS
+
A fé não pode aderir ou agarrar-se a qualquer coisa que tem valor nesta vida, mas rompe os seus limites e se agarra ao que se encontra acima e fora desta vida, ao próprio Deus.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br