PECC - Fundamentação pedagógica

1. Objetivos
Refletir sobre a fundamentação pedagógica e sua impli¬cação para nossa prática educativa.

2. Para início de conversa
Toda experiência educativa tem em sua base uma proposta pedagógica, mesmo que esta esteja oculta ou su¬bentendida. Não é diferente com a educação cristã. Afinal, educação cristã é um ato educativo. Por isso, é importante refletir sobre os princípios pedagógicos que orientam nossas ações de educação cristã. Quando o PECC apresenta a fundamentação pedagógica, quer provocar reflexão e orientar a nossa prática educativa.

3. Leitura do PECC
Leia o PECC capítulo 5
Fundamentação Pedagógica

4. Algumas considerações
Educação cristã pressupõe um diálogo entre a teologia e a pedagogia. Falar de diálogo entre pedagogia e teologia significa reconhecer que cada uma delas possui características específicas. Nesse diálogo, a teologia, como reflexão da fé, busca na pedagogia elementos que auxiliem no processo de educação cristã.

É fundamental que a educação cristã considere o ser humano na sua totalidade. Isso implica levar em conta as diferentes dimensões da personalidade (cognição, afetividade, atitude) e as diferentes fases de desenvolvimento da vida humana.

Educar é mais do que transmitir conteúdos. A partir dessa convicção, o PECC apresenta definições e indicativos metodológicos para a educação cristã.

Conceitos e definições
O processo de educação cristã não depende de uma única ação. Ele é contínuo e acontece por meio de diferentes ações em todas as fases da vida. Por que deve ser contínuo? Porque ele é uma resposta ao compromisso assumido no Batismo e esse vale para toda a vida.

O que ajuda a viabilizar a continuidade do processo de educação cristã? Uma proposta metodológica que oriente as ações de educação cristã e a definição de conteúdos básicos da fé cristã.

Como se manifesta, na prática, o contínuo da educação cristã? Na medida em que estudamos intencionalmente temas da fé cristã e da confessionalidade nos diferentes grupos e em diferentes fases da vida. Por exemplo: o tema “justificação por graça e fé” pode ser estudado com crianças, adolescentes, jovens, pessoas adultas e idosas, respeitando as características de cada fase da vida. A forma de abordar pode ser diferente. O importante é que o estudo de um determinado tema não fique restrito a uma fase da vida.

Indicativos metodológicos
De acordo com o PECC, a preocupação com a metodologia utilizada é tão importante quanto a escolha dos conteúdos para a educação cristã. Por essa razão, ele oferece indicativos e cita os pilares da UNESCO para a educação.

O que são “indicativos”? Um indicativo é algo que serve para orientar. Os indicativos apontados pelo PECC orientam para uma educação integral, que considera o ser humano em todas as suas dimensões e fases da vida.

Cada realidade pode exigir uma certa metodologia. Cabe a cada pessoa que educa avaliar e orientar constantemente sua prática educativa a partir dos indicativos e dos pilares da UNESCO.

Indicativos metodológicos
Valorizar a experiência de vida das pessoas
Envolver todo o corpo
Despertar a capacidade criativa de cada pessoa
Humanizar a educação através da alegria.
Dialogar com liberdade sobre dúvidas e perguntas
Servir ao próximo
Valorizar o processo e o caminho percorrido individualmente
Planejar as ações educativas de forma flexível e aberta
Avaliar a caminhada

Quatro pilares da educação – UNESCO
Aprender a conhecer
Aprender a fazer
Aprender a viver com os outros
Aprender a ser

5. Para refletir
Como se observa o processo contínuo de educação cristã na sua comunidade?

Avalie a sua prática educativa, considerando os indicativos metodológicos.
 

Roteiro para estudo do PECC em grupos
O caderno que aqui apresentamos foi pensado para estudo individual do PECC ou em pequenos grupos. Para o estudo em grupos, sugerimos a seguir um pequeno roteiro que pode auxiliar a pessoa que coordena a preparar o encontro.

1. Canto e oração: Inicie o encontro com um canto e uma oração. É importante colocar esse momento sob a orientação e a bênção de Deus. Procure destacar na oração aspectos que serão estudados nesse encontro.

2. Objetivo e comentários iniciais: Em seguida, exponha ao grupo qual é o objetivo do encontro e faça alguns comentários a respeito, conforme os itens 1 e 2 de cada bloco da segunda parte deste caderno – Reflexões sobre o PECC. (veja formato pdf, anexo)

3. Leitura do PECC: Esse é o momento da leitura de uma parte do PECC. É importante que o conteúdo sugerido para aquele encontro seja lido na íntegra por todas as pessoas do grupo, o que pode acontecer previamente, inclusive.

Se a leitura acontecer durante o encontro, procure definir com o grupo como fazer essa leitura. Ela pode acontecer em pequenos grupos, leitura silenciosa, cada pessoa lê uma parte, exposição em Datashow ou uma pessoa lê para o grupo toda a parte indicada.

4. Primeiras impressões: Para essa primeira conversa sobre dúvidas e impressões, o item nº 4 de cada bloco (Algumas considerações) pode ser um auxílio.

5. Estudo em grupos: O estudo em pequenos grupos é recomendável para que mais pessoas possam se manifestar. Em cada bloco há perguntas para refletir sobre as partes do PECC que foram lidas. Você também encontra nas páginas seguintes (73 até 79, veja versão em pdf, anexa)) uma sugestão de dinâmica ou atividade para o estudo e aprofundamento de cada um dos blocos.

6. Plenária para partilha e conclusões: Após o estudo em grupos, convide o grupo a se reunir novamente para partilhar as reflexões feitas e apontar algumas conclusões.

7. Canto e oração final: Assim como iniciamos o encontro, cantando e pedindo a orientação de Deus, encerramos o estudo da mesma forma: pedindo a proteção e a bênção de Deus.
 

Dinâmica: Círculo interno e círculo externo
Materiais necessários: 10 pedaços de papel contento cada um deles um dos indicativos metodológicos do PECC.

Organizar um espaço com dez cadeiras ou pequenas mesas em roda. Sobre cada cadeira ou mesa deixar um papel com um dos 10 indicativos metodológicos.

Divide-se o grupo em 10 duplas, trios ou quartetos. O ideal é ter, no mínimo, 10 duplas para realizar a dinâmica. Caso o grupo seja menor pode-se colocar dois ou mais indicativos sobre a mesma mesa.

Cada dupla senta-se ao redor de uma mesa de tal forma que, inserido no todo, se perceba dois círculos: um interno e outro externo. A pessoa que coordena dá dois minutos para a dupla ou trio conversar sobre aquele indicativo metodológico, res¬pondendo à seguinte pergunta: Esse indicativo metodológico está presente em minha prática educativa? De que forma?

Depois de dois minutos, a dupla ou o trio se divide. Uma ou duas pessoas se dirigem para a mesa à esquerda de onde está e a(s) outra(s) se dirige(m) para a mesa da direita. Formam-se assim novos grupos com um novo indicativo. A nova dupla ou o novo trio formado conversa novamente, durante dois minutos, sobre o indicativo metodológico a partir da pergunta mencionada acima. Segue-se assim até que todas as pessoas tenham lido e comentado todos os indicativos.
 

Fonte: Plano de Educação Cristã Contínua da IECLB (PECC), Editora Sinodal
- Portal Luteranos
 


Âmbito: IECLB
Natureza do Texto: Educação
ID: 22633
REDE DE RECURSOS
+
Essa esperança não nos deixa decepcionados, pois Deus derramou o seu amor no nosso coração, por meio do Espírito Santo, que Ele nos deu.
Romanos 5.5
© Copyright 2024 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br