Poetizando

Rede de Recursos Educação Cristã Contínua

A experiência poética não é a de ver
 coisas grandiosas que ninguém mais vê.
É a experiência de ver o absolutamente banal,
que está bem diante do nariz, sob uma luz diferente.
Quando isso acontece, cada objeto cotidiano se
transforma na entrada de um mundo encantado.
Rubem Alves

1) Nome da dinâmica: Poetizando

2) Material necessário: Um aparelho de Cd, um Cd com música instrumental, um marcador de páginas no tamanho de 4 cm x 16 cm, canetinhas coloridas.

3)

1. Ao som de uma música suave, a pessoa que coordena lê a poesia Desejos, de Drumond.
Desejos
(Carlos Drumond de Andrade)

Desejo a você
Fruto do mato
Cheiro de jardim
Namoro no portão
Domingo sem chuva
Segunda sem mau humor
Sábado com seu amor
Filme do Carlitos
Chope com amigos
Crônica de Rubem Braga
Viver sem inimigos
Filme antigo na TV
Ter uma pessoa especial
E que ela goste de você
Música de Tom com letra de Chico
Frango caipira em pensão do interior
Ouvir uma palavra amável
Ter uma surpresa agradável
Ver a Banda passar
Noite de lua Cheia
Rever uma velha amizade
Ter fé em Deus
Não ter que ouvir a palavra não
Nem nunca, nem jamais e adeus.
Rir como criança
Ouvir canto de passarinho
Sarar de resfriado
Escrever um poema de Amor
Que nunca será rasgado
Formar um par ideal
Tomar banho de cachoeira
Pegar um bronzeado legal
Aprender uma nova canção
Esperar alguém na estação
Queijo com goiabada
Pôr-do-Sol na roça
Uma festa
Um violão
Uma seresta
Recordar um amor antigo
Ter um ombro sempre amigo
Bater palmas de alegria
Uma tarde amena
Calçar um velho chinelo
Sentar numa velha poltrona
Tocar violão para alguém
Ouvir a chuva no telhado
Vinho branco
Bolero de Ravel
E muito carinho meu.

2. Inspiradas na leitura, as pessoas são convidadas a escreverem uma frase com um desejo atrás do marca-páginas, não esquecendo de colocar o seu nome.

3. Após a escrita individual, a pessoa que coordena começa dizendo: Desejo a você... e as demais pessoas vão, uma a uma, lendo a sua frase, formando, assim, uma poesia do grupo.

4. A seguir, as pessoas começam a caminhar pela sala. Ao som de duas palmas, formam trios ao som de três palmas, formam duplas. Nas duplas ou nos trios, cada pessoa procura lembrar o que escreveu no seu marca-páginas, dizendo: Desejo a você(s)... e diz o que escreveu, dando, a seguir, um abraço nas pessoas. Pode-se repetir esse processo duas ou três vezes, dependendo do tempo disponível. Na última vez, a pessoa que coordena bate três palmas para formar duplas. Nas duplas, as pessoas trocam os seus marca-páginas e trocam abraços.

5. Compartilhar os sentimentos a partir da vivência.

A poesia também poderá ser transcrita para um cartaz e exposta num lugar de destaque da sala.
 


Autor(a): Maria Dirlane Witt
Âmbito: IECLB
Natureza do Texto: Educação
Perfil do Texto: Dinâmica
ID: 22452
REDE DE RECURSOS
+
Jesus Cristo diz: Passarão o céu e a terra, porém as minhas palavras não passarão.
Lucas 21.33
© Copyright 2022 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br