Proposta litúrgica para celebração comunitária

29/08/2014

 

Proposta litúrgica para celebração comunitária

 

Prelúdio (a escolher)

Acolhida trinitária

Celebrante: Deus está aqui, nós estamos com Deus.

Comunidade: Deus em movimento, para além daqui.

Celebrante: Jesus Cristo está entre nós, hoje e sempre.

Comunidade: Cristo em movimento, para além daqui.

Celebrante: E o Espírito Santo divino, entre nós, inspirando relações de amor em todos os lugares.

Comunidade: Amém, Axé, Auére, Shalom, Aleluia (Amém dos Povos). Respiração pela paz: a respiração é o sinal de estamos com vida. É também uma forma de oração. Vamos ficar em silêncio e somente respirar, de olhos fechados, agradecendo a Deus pela diversidade da vida.

Canto: (a escolher)

Kyrie: Pelas dores deste mundo (sugiro compor o Kyrie com imagens projetadas que revelam as muitas mortes por causa da intolerância religiosa e outros tipos de fundamentalismo).

Mantra Força da Paz: (a música deste mantra pode ser encontrada na web. É aconselhável que, se houver uma banda ou uma pessoa que canta e toca, esta pessoa faça o canto, porque pode ser cantado de forma mais lenta, dando mais intensidade aos gestos)

Força da paz: estender os braços para baixo, apontando para o centro da terra. Cresça, sempre, sempre mais: elevar os braços devagar para o alto.... E reine a paz: balançar as mãos, ainda no alto, dando um giro... E acabem as fronteiras: fazer com os pulsos juntos um X, na altura do rosto, rompendo-o imediatamente. Nós somos UM: dar as mãos.

Como tornar a Casa de Deus uma Casa de Oração para todos os povos, conforme Deus anunciou em Isaías 56.7?

VIRAÇÃO: é uma dinâmica utilizada na última Jornada Ecumênica da Juventude, em 2010. A juventude é convidada a fazer uma Vir-Ação no espaço onde está reunida para celebrar, mudando bancos, cadeiras, alterando a ordem das coisas, criando um ambiente mais inclusivo. Podem ser deixa -dos propositalmente materiais no espaço (imagens, panos coloridos, que poderão vir a ser utilizados pela juventude. Por exemplo, o vaso de flores no altar pode ser retirado e colocado no chão, formando novo centro sagrado junto com outros símbolos, como vela, uma cruz, textos com orações de outras religiões, etc. Se bancos forem fixos, será necessário ter mais elementos para compor os bancos com sinais de diversidade (fitas coloridas, frases que podem ser fixadas nos bancos). A ideia é ocupar o espaço da igreja com a Diversidade de Deus. E para isso, é necessário fazer viração, agir para que espaços e pessoas tenham suas concepções viradas de cabeça para baixo. Fica bem legal quando a pessoa celebrante dá um tom de dinamismo na atividade, desafiando a fazer mudança e a fazer isso tudo com ânimo e um tempo estipulado. Assim, o espaço parece estar se movimentando...

Canto: Deus em tua graça, transforma o mundo. (3x)

Oração: Ó tu, cuja ternura é como a ternura das mães Ó tu, que transborda de ternura para quem segue o teu caminho Lança um olhar de bondade para quem está submerso. Tem piedade do nosso coração cheio de angústia! Vem em nosso auxílio, quando as águas nos submergem.

Canto de aclamação ao Evangelho: (a escolher)

Evangelho de Mateus 5.1-12

Reflexão sobre o texto: aprofundar a ideia de que ecumenismo e diálogo inter-religioso, assim como ações de incidência com diversos grupos da sociedade são possíveis a partir da cooperação coletiva em práticas de justiça.

Canto: Paz, paz de Cristo....

Oração do Pai Nosso, de mãos dadas.

Bênção final

Paz para as nações do norte e do sul Do oriente e do ocidente. Para todas as raças Brancos e negros, Amarelos e vermelhos. Paz para todas as mulheres, Paz para todos os homens. Paz para todas as crianças e juventudes, de todas as idades e em todos os lugares. Que a suprema paz permaneça sobre toda a paz. Amém (Luiz Carlos Ramos)

* Sugerimos que, em algum momento da celebração, o grupo que trabalhou os textos e temos do Cartilha divido com a comunidade o que aprendeu, os materiais que foram produzidos, em forma de encenação, apresentação ou um canto... Cada grupo pode organizar esse momento da maneira que achar melhor!

Pa. Cibele Kuss - Secretária Executivo da Fundação Luterana de Diaconia (FLD)


Voltar para índice Criatitude - Tolerância e diversidade
 


Autor(a): Cibele Kuss
Âmbito: IECLB
Área: Missão / Nível: Missão - Jovens
Área: Celebração / Nível: Celebração - Liturgia / Organismo: Juventude Evangélica - JE
Título da publicação: Criatitude - Tolerância e Diversidade / Ano: 2014
Natureza do Texto: Liturgia
ID: 29634
REDE DE RECURSOS
+
ECUMENE
+
Um coração repleto de alegria vê tudo claro, mas, para um coração triste, tudo parece tenebroso.
Martim Lutero
© Copyright 2024 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br