Proposta litúrgica para o DIA DE FINADOS

22/10/2020

 

Proposta litúrgica para o DIA DE FINADOS

(Para cultos on line ou presenciais)

Cor litúrgica: Branco

Material: providenciar pequenas velas para acender no momento do Kyrie, de acordo com o número de pessoas falecidas em 2020, em cada comunidade, as quais serão lembradas neste culto.

LITURGIA DE ABERTURA

Prelúdio

Acolhida

L. Elevo os meus olhos para os montes: de onde me virá o socorro?

Assim pergunta o salmista e ele mesmo responde: O meu socorro vem do Senhor, que fez o céu e a terra (Salmo 121.1). L. Neste dia lembramos as pessoas que faleceram. Essa lembrança sempre é dolorosa. Neste ano, há ainda um agravante: a pandemia por COVID 19. Ela aumentou a dor. Vivemos a dor da morte, a dor por não poder nos despedir das pessoas falecidas, a dor por não poder estar ao lado de quem perdeu pessoas queridas, e a dor provocada pelo medo do vírus. E é com toda essa dor que hoje nos reunimos diante de Deus que nos acolhe em amor. Em seu nome aqui estamos e em seu nome nos (re) unimos, pois é dele que vem o socorro.
Saudação

L. Em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo (+). Amém.

Salmo de entrada

Salmo 121

L. Ao trino Deus elevamos os nossos olhos e, junto com o Salmista, nele depositamos a nossa confiança.

Ele não permitirá que os seus pés vacilem; não dormitará aquele que guarda você.
É certo que não dormita, nem dorme o guarda de Israel.
O Senhor é quem guarda você; o Senhor é a sombra à sua direita.
De dia não lhe fará mal o sol, nem de noite, a lua.
O Senhor guardará você de todo mal; guardará a sua alma.
O Senhor guardará a sua saída e a sua entrada, desde agora e para sempre
.

L. Mesmo em situação e dor, as pessoas de fé sabem louvar a Deus. Louvemos a Deus por causa a sua proteção.

Hino Deus é meu amparo LC 155

Kyrie

L. Diante de Deus, que nos guarda incansavelmente, recordamos as pessoas que faleceram em 2020, antes e durante a pandemia, e entregamos a Deus a dor das pessoas que sofreram e sofrem com as perdas.

Recordamos (...)

(Dizer o nome de cada pessoa falecida da sua comunidade e de cada família que sofre com a perda. Sugestão: acender uma velinha, após dizer o nome. É uma forma de oferecer uma pausa para a recordação/memória da pessoa).

(Após a menção dos nomes) Recordamos a multidão de pessoas que morreram no Brasil e no mundo pela Covid--19, bem como todas as pessoas que sofrem por essas perdas (silêncio!).

Oremos. Ó Deus, que conheces cada criatura tua pelo nome, as que faleceram e as que vivem, e ouves o choro de quem sofre, a ti clamamos: Kyrie eleison!

Fortalece a tua Igreja para o testemunho do teu amor e o consolo na tua palavra. Tem compaixão!

Canto Kyrie eleison, Christe eleison, kyrie eleison LC 55

Oração do Dia

Oremos:

Em teus ombros, amado Deus, reclinamos as nossas cabeças;
Em teu colo, Deus de consolo, nos aconchegamos;

Tu nos amparas, nos carregas e afagas o nosso coração. Graças te damos por tudo que nos fazes. Tu tens palavras de vida, de amor e de graça, apesar da morte e em meio à morte. Alimenta--nos com a tua palavra. Sacia a nossa sede de consolo, esperança e paz. Em nome de Jesus, teu filho, nosso Salvador e sempre guardador.

Hino Amor que nos salva LC 508

LITURGIA DA PALAVRA

Leituras bíblicas

(Texto previsto para a prédica:) 1 Coríntios 15.35--38, 42--44a

Evangelho: Mateus 22. 23--33

Pregação

(O P. em. Lothar C. Hoch em relação ao dia de Finados afirma o seguinte:)

O dia de “finados” significa exatamente isso: uma pessoa deixou de viver, faleceu.

Já desde o século dois as pessoas cristãs costumavam visitar o túmulo de suas pessoas queridas e faziam orações pelas pessoas falecidas.

A grande maioria das pessoas enlutadas, ainda hoje, costuma levar flores para o cemitério e aproveita a oportunidade para limpar e cuidar do túmulo de familiares. Isso é uma forma de manter viva a lembrança das suas pessoas queridas, falecidas.

Algumas famílias fazem questão de convidar os seus filhos, as suas filhas ou netos e netas para irem ao cemitério, uma vez que não chegaram a conhecer sua vovó e o seu vovô.

Em seguida Hoch compartilha a seguinte poesia que está publicada no seu livro “Meditações Poéticas”:

Despedidas
Despedidas são vivências necessárias
Ainda que doloridas na trajetória de nossas vidas
É bom recordar o que passou,
Avaliar o que significou, pedir perdão onde errou

Creio que tudo que vivemos, em um contexto está inserido,
Num certo momento foi vivido e teve um sentido
Porém em cada página da nossa vida
Já está embutida a despedida.

Hino Oração da Igreja LC 205

Oração Geral da Igreja

L. Oremos! Deus, criador da vida, em teu Filho Jesus visitaste o mundo dos mortos e com sua ressurreição nos deste a esperança da vida eterna. Graças damos pela vida que, por teu poder, renasce do pó, das cinzas. Graças te damos pela fé que nos concedes e que, por meio dela, nos permites enxergar para além da realidade da morte e do caos. Fortalece em nós essa fé, especialmente nestes tempos de tanta dor e desânimo. Não nos deixes paralisar diante da morte e da dor, e não nos deixes ficar conformados e conformadas com as mortes transformadas em estatísticas. Dá que guardemos em nossa memória o nome de cada pessoa falecida e que todo o bem que elas promoveram sirvam de exemplo para nós.
Deus eterno, capacita a tua Igreja com os dons do teu Espírito vivificador para o serviço de consolo e de defesa da dignidade da vida de toda criatura; e ajuda--nos a sermos instrumentos do teu amor e do teu perdão. Por tudo o que já fizeste e por tudo o que vais fazer, nós te louvamos e te glorificamos. Por isso, clamamos: Pai nosso que estás no céus ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

Bênção

L. Que o Deus da esperança te ampare em meio à desesperança;
Que o Cristo ressurreto seja a luz do teu viver e desfaça toda a escuridão;
Que o Espírito Santo te reanime e dê motivos para o teu coração pulsar vida e alegria.
Assim te abençoe Deus, o Criador, o Redentor e o Consolador. Amém!

Envio

L. Nas mãos de Deus sempre estamos, na vida, na morte; das suas mãos não desgarramos. Nessa confiança, vão em paz e sirvam a Deus com alegria.

Hino final Sempre em vossa via LC 333


Texto: Cat. Erli Mansk -- 22/10/2020

SECRETARIA DA AÇÃO COMUNITÁRIA SAC
COORDENAÇÃO DE LITURGIA DA IECLB


Autor(a): Erli Mansk
Âmbito: IECLB
Área: Celebração / Nível: Celebração - Liturgia
Natureza do Domingo: Dia de Finados

Natureza do Texto: Liturgia
Perfil do Texto: Auxílio litúrgico
ID: 59613
REDE DE RECURSOS
+
A intenção real de Deus é, portanto, que não permitamos venha qualquer pessoa sofrer dano e que, ao contrário, demonstremos todo o bem e o amor.
Martim Lutero
© Copyright 2022 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br