Rede de Oração em vista do ocorrido na igreja Martin Luther em São Paulo

04/05/2018


Prezadas Comunidades da IECLB!

A história da IECLB inicia com o encontro de famílias debaixo de rústicos telhados, passando por humildes residências e salões comunitários. Nas migrações para áreas cobertas pela mata nativa, o culto, o Ensino Confirmatório, o Estudo Bíblico se dava sob a sombra de frondosas árvores. Ainda hoje muitas Comunidades não dispõem de local específico para o seu culto. É certo que Deus está ali onde a comunidade se reúne. O encontro entre Deus e sua comunidades ocorre onde duas ou mais pessoas congregam em seu nome (Mateus 18.20). Mesmo assim, comunidade cristã sonha e se empenha para dispor da sua igreja, do seu templo, do seu local consagrado para o culto, para a celebração da Ceia do Senhor, do Batismo; onde se realizam outros ofícios, onde se abraça a família enlutada, etc, etc.

Nossa história nos ajuda a compreender o que representa a destruição da igreja centenária da IECLB no coração da maior capital brasileira: a igreja da Paróquia Centro de São Paulo. Conhecedor da história dessa Comunidade e sua igreja, o P. Rolf Schünemann escreveu: ''A fumaça alteia-se em meio aos destroços do prédio desabado no dia 1º de maio de 2018 no centro de São Paulo. Ao seu lado vê-se a torre centenária da igreja Martin Luther. Uma parede lateral está totalmente abalroada. A igreja está ferida e desolada em meio à metrópole paulistana. A construção centenária reuniu, ao longo dos seus quase 110 anos, milhares de homens, mulheres, jovens e crianças. Em seu espaço as pessoas encontraram Deus. Deus passou em suas vidas e elas puderam testemunhar a sua presença. Nesse espaço tiveram um lugar para oração, meditação, louvor e adoração. Deus se misturou no seu cotidiano aflitivo, tenso e estressante. Elas o experimentaram em meio às contradições e às mudanças da vida desta cidade.''

O P. local, Frederico Carlos Ludwig, escreveu: Hoje pela manhã, 02/05, tive acesso ao interior da igreja. O quadro é desolador. Mas é significativo ver o altar intacto. A cruz sobre o altar é simbólica, como se nos dissesse: podem derrubar tudo, mas ainda assim ficarei de pé olhando por vocês.

Em meio ao ocorrido, é comovente e animador ouvir as manifestações de solidariedade. As famílias desalojadas do prédio ruído recebem abrigo, alimentação, abraço amigo. A Comunidade que se reunia nesse templo; o Sínodo Sudeste e a Direção da IECLB recebem mensagens com lamento pelo acontecido e anúncio de apoio para a reconstrução do templo. Confirma-se o que cantamos nos cultos: Quando se abate a esperança..., o Senhor vem e, no abraço solidário de irmãos e irmãs, abraça, acolhe, ergue, sustenta, acompanha no caminho.

A Comunidade da Paróquia Centro de São Paulo, através do seu Presbitério, juntamente com o Sínodo Sudeste, dará informações mais detalhadas sobre os prejuízos decorrentes do ocorrido e também indicará formas de prestar apoio. Aqui, através da Rede de Oração, conclamamos as Comunidades da IECLB para orar:

- oremos pelas famílias que perderam entes queridos no desabamento ou que têm entes desaparecidos;
- oremos pelas famílias agora totalmente desabrigadas, por trabalho e políticas públicas que viabilizem teto digno à nossa população;
- oremos para que as autoridades instituídas ajam com a responsabilidade devida, impedindo novas tragédias;
- oremos pelo colega Pastor Frederico Carlos Ludwig e pelos presbíteros, para que tenham a capacidade necessária de discernir o papel que lhes cabe neste momento;
- oremos pela Igreja Evangélica Luterana de São Paulo - Paróquia Centro, para que a dor dessa perda reverta em maior união e força no testemunho do Evangelho;
- oremos para que o trabalho diaconal realizado nessa Comunidade ressurja com mais empenho das cinzas;
- oremos para que, com o apoio já transmitido por Igrejas de várias partes do mundo, com o apoio da sociedade civil e das Comunidades da IECLB, o templo destruído seja reconstruído;
- oremos para que que a Comunidade consiga acessar o mais rapidamente possível os espaços e salas comunitárias nos fundos da igreja, e que as estruturas não tenham sido abaladas pela alta temperatura do incêndio;
- oremos para que a Paz que Cristo nos deixou seja mais vigorosa que todos os fatos que a ela se opõem.

Fraternalmente,

P. Dr. Romeu Martini
Assessor Teológico da Presidência


Veja o que foi publicado sobre Tragédia no centro de São Paulo
 

COMUNICAÇÃO
+
A Comunidade cristã deve ser reconhecida, sem sombra de dúvida, na pregação do Evangelho puro
Martim Lutero
© Copyright 2024 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br