Se na maior angústia e cruz

Comentário e Reflexão

29/06/2012

HPD 212 Se na maior angústia e cruz

EG Nr.211 Wenn wir in höchsten Nöten sein

Betlidlein zu Christo umb ein seligen Abschied (Uma canção/oração para Cristo por uma morte santificada). Autor da letra é o Dr. Paul Eber, em 1566 (tres anos antes de seu falecimento em 1669) baseado no hino em latim In tenebris nostrae de Joachim Camerarius (ca. de 1546). Base bíblica para o hino HPD 212 é a oração de Josafá de II.Crônicas 20,5-12. Supõe-se que Eber tenha escrito estes versos motivado pelo falecimento de suas filhas. O original contava com 8 estrofes. Foi publicado primeiro em dialeto Baixo Alemão em um hinário de Hamburgo de 1565.

Paul Eber nasceu em 08 de novembro de 1511 como filho de um alfaiate em Kitzingen (Francônia Baixa). Em 1523, Eber deixou a casa paterna para freqüentar o Ginásio em Ansbach. Voltando para casa, por motivo de doença, ele caiu do cavalo e foi arrastado mais que uma milha. Ele estava deformado e ficou aleijado para o resto da sua vida. Em 1525, ele entrou no educandário St. Lorentz em Nuremberg, que estava sob direção de Joachim Camerarius. E em 1532 foi para a Universidade de Wittenberg onde ele estudou com Lutero e Melanchthon. Ambos o estimaram muito, e ele se tornou amigo de Philipp Melanchthon. Formado em 1536, ele trabalhou como assistente ali na Faculdade de Filosofia. Em 1541 ele casou. No mesmo ano ele foi designado o professor de latim, e mais tarde lecionou Física, Ciências Naturais, História Universal e até Anatomia. A partir de 1556 professor de hebreu (AT) e pregador na igreja do castelo. Em 1557 componente da Faculdade de Teologia, e em 1558 pastor da cidade e Superintendente Geral do Eleitorado. Paul Eber faleceu aos 10 de dezembro de 1569 em Wittenberg e foi sepultado na Stadtpfarrkirche da mesma cidade.

Este hino serviu como uma fonte de conforto a muitas pessoas na sua hora agonizante. O Regente alemão, Joachim de Anhalt, +1561 (de acordo com outros, Príncipe Wolfgang de Anhalt, +1566), memorizou este hino e usou-o como sua oração diária. Também era o hino favorito do Eleitor Christian I de Saxônia (1560-1591). O diplomata e teólogo Hugo Grotius repetiu este hino alguns minutos antes de morrer, em 28 de agosto de 1645. Também provou uma grande fonte de conforto ao próprio Paul Eber quando ele estava a ponto de morrer, em 10 de dezembro de 1569. [Dahle, Library of Christians Hymns]

Como autor da melodia do HPD nº 212 é indicado Louis Bourgeois (em 1547). Porém, não há unanimidade a respeito disso. No EKG nº 282 (Evangelisches Kirchengesangbuch, Edição para Baviera, Munique 1957) só consta Genebra, por volta de 1543/ Wittemberg 1567; no EG nº 366 (Evangelisches Gesangbuch, Ausgabe für Bayern und Thüringen, Munique, 1995) diz que o autor tenha sido: Johann Baptista Serranus1, em 1567, tendo usado como modelo uma melodia que Guilherme Franc2 criou em 1543 para o Hino dos 10 Mandamentos, publicado no Saltério de Genebra (veja HPD nº 93 Que o fogo teu em breve ardesse). O EG nº 211 (Evangelisches Gesangbuch, Editora Sinodal, São Leopoldo) e hinários menos recentes da Alemanha, só informam que a melodia teria sua origem em Lyon, 1547, e alguns explicam que a melodia se baseia num hino francês sobre os 10 Mandamentos, Lyon 1547. A informação no nosso HPD provavelmente se orientou no Laudamus da FLM (Genebra, 4ª ed. 1970) nº 118, onde consta Louis Bourgeois, 1547 / Wittenberg, 1567.

Notas:

1 Johan Baptista Serranus (Seeger), nasceu 1540 em Lehrberg, próximo de Ansbach (Francóvia) , estudou com Paul Eber em Wittenberg, tornou-se cantor em Ansbach, e mais tarde, pastor em Vincenzenbronn, próximo de Fürth, onde faleceu em 1600.

2Guillaume Franc nasceu por volta de 1515 em Rouen, França. Começou a trabalhar como músico em Paris, a partir de 1541 como professor de música em Genebra e diretor de música da igreja (calvinista) St.Pierre. Por iniciativa de Jean Calvino Guillaume Franc colaborou com arranjos de melodias nas duas primeiras edições do Saltério de Genebra de 1542 e 1543. Em 1545 ele é diretor de música em Lausanne. Ali faleceu em 1570.

 


Autor(a): Leonhard Creutzberg
Âmbito: IECLB
Hino: 212. Se na maior angústia e cruz
Título da publicação: Hinos do Povo de Deus Comentados / Ano: 2012
Natureza do Texto: Música
Perfil do Texto: Comentário ou reflexão sobre hino
ID: 15473
REDE DE RECURSOS
+
Devemos orar com tanto vigor como se tudo dependesse de Deus e trabalhar com tanta dedicação como se tudo dependesse de nosso esforço.
Martim Lutero
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br