Sempre a porta ...

Meditação

14/10/2010



Este mês de outubro é especial.

Neste mês de outubro portas tem significado especial.

O lema bíblico para este mês de outubro nos traz palavras de Jesus que, segundo o visionário João, foram escritas a uma das igrejas da Ásia Menor – Filadélfia: Eis que tenho posto diante de ti uma porta aberta, a qual ninguém, pode fechar.” (Apocalipse 3.8). Em tempos de portas fechadas , a Igreja é levada a olhar para a porta da graça de Jesus. Esta porta não se fecha mais.

Outubro é mês da Reforma! Termina com o Dia da Reforma Luterana – 31 de outubro. Naquele dia uma grande e pesada porta estava fechada. Serviu de palanque para que fosse apregoada a graça libertadora e salvadora de Jesus. Lutero usou a porta fechada que abriu-se como nova possibilidade para toda a humanidade, ocidental e oriental. Todos os povos, todas as raças, todas as tendências podem ver, a partir da porta aberta da reforma, a redescoberta evangélica de que Jesus Cristo, o Filho de Deus, é Salvador.

Outubro é mês de eleições! Termina com o dia do segundo turno – 31 de outubro. Neste dia uma nova porta se abrirá para mais um período de expectativas de justiça e paz social em solo brasileiro. Multidões quererão entrar pela porta aberta da educação, da saúde, do alimento e de tantas outras portas que foram abertas nas promessas de palanque. Todas as raças da raça brasileira, todas as tendências políticas e todas as pessoas esperam redescobrir a dignidade de vida em paz e segurança.

Outubro é mês de repensar a “Igreja reformada sempre em reforma”, como diz a frase cunhada por Lutero. É mês de Concílio. É mês de eleições dentro da nossa IECLB. Expectativas brotam em todos os cantos da Igreja da Palavra. Palavra é Evangelho. Evangelho é Jesus. Eis aí o mês para focar todas as expectativas e esperanças na ação amorosa de Jesus. Todas as raças da raça brasileira, todas as tendências, mesmo as teológicas, podem redescobrir através do testemunho cristocêntrico a vida plena e a paz plena nos pilares Fé, Graça, Escritura, Cristo.

Muitas portas, porém, são fechadas. Portas são fechadas bem à frente do nosso nariz. Reconciliações são negadas. Pecados não são reconhecidos. Políticas espúrias são exercidas. Rostos são virados e mãos são recolhidas. Indiferença. Portas fechadas na Igreja da Reforma. Portas fechadas para a Igreja da Reforma – injustiças, promessas falsas, infidelidades, mentiras e perseguições – tantas. Há uma porta ao lado. Certamente será encontrada aberta, se por ela procurarmos. Abrir a outra porta – mantê-la aberta – é nossa missão. A porta é Jesus.

“Eis que tenho posto diante de ti uma porta aberta, a qual ninguém, pode fechar.” Esta porta da graça não mais se fecha.

P. Rolf Rieck
Par. São Mateus
Joinville (SC)
 


Autor(a): Rolf Rieck
Âmbito: IECLB / Sinodo: Norte Catarinense / Paróquia: Joinville - São Mateus
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 7996
REDE DE RECURSOS
+
Orar é a obra mais primorosa, por isto é tão rara.
Martim Lutero
© Copyright 2022 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br