Sertão Santana, Deus Conosco e Da Paz celebraram Dia da Reforma Luterana

Capitão Garcia sediou Dia da Igreja Interparoquial pelos 495 anos da Reforma

28/10/2012

01 - Culto - DSC08908
02 - DSC08909
03 - DSC08910
04 - DSC08911
05 - DSC08912
05 - Oficiantes - SAM_1538
06 - Coral - SAM_1529
07 - Círio Pascal - DSC08913
08 - DSC08915
09 - SAM_1550
10 - Apresentações - SAM_1581
11 - SAM_1605
1 | 1
Ampliar

 

Pela 1ª. vez, domingo, 28 de outubro, as Paróquias da Paz de Cerro Grande do Sul, Deus Conosco de Sertão Santana e Sertão Santana de Sertão Santana celebraram juntos os 495 anos Reforma Luterana. A reforma representou para todos uma renovação para a igreja e o seu papel no mundo. A Reforma redescobriu o Deus próximo, que salva o seu povo.


O evento aconteceu na Comunidade Bom Pastor em Capitão Garcia - Paróquia Deus Conosco. Iniciou com Culto oficiado pelas ministras locais: - Diaconisa Isolete, Pa. Margarete e Pa. Janaína e a pregação pelo pastor sinodal Dietmar Teske. Os hinos foram entoados por corais locais, um grupo de violões e pela própria comunidade. Antes de encerrar o culto o Círio Pascal foi entregue pelas ministras para cada uma das nove comunidades que integram as três paróquias. Após o Culto a Psicóloga Cristina Zenker, membro da Comunidade da Reconciliação - Cerro Grande do Sul, palestrou sobre Liberdade e Limites. Ressaltou a importância do equilíbrio que precisa haver entre a liberdade hoje dada aos filhos e os limites necessários para formar adultos saudáveis. “Toda atitude da criança, seja ela positiva ou negativa é aprendida” ressalta a psicóloga.


Ao meio-dia houve Almoço comunitário e a parte da tarde foi marcada por Apresentações: - Coral Amigos da Floresta, o Projeto de Danças Infantis da Comunidade da Reconciliação. O projeto tem a participação de 22 pares de idades entre 06 a 12 anos. Também participarem o grupo Pequenos Cantores de Cristo de Pelotas, a dupla Dionatan e Rodrigo e o grupo de Dança Sênior da Dobrada - Sertão Santana.


Somos gratos a Deus por nossa história. E usando as palavras do reformador Martin Lutero: “Assim como o fogo sempre produz calor e fumaça, também a fé sempre vem acompanhada do amor. Porque quando alguém, por meio da fé, reconhece o quanto Deus o ama, seu coração se torna alegre e amável para com Deus e para com o próximo”.

Divulgação: Diac. Isolete M. Follmer, - Pa. Margarete C. Witter e - Pa. Janaina W. Stahlhöfer
 


Autor(a): Isolete Márcia Follmer - Diaconisa
Âmbito: IECLB / Sinodo: Sul-Rio-Grandense
ID: 17346
COMUNICAÇÃO
+
Quem persiste na fé, verá, ao final, que Deus não abandona os seus.
Martim Lutero
© Copyright 2024 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br