Sessão Solene na Assembleia Legislativa do ES destaca contribuições da Reforma Luterana

23/10/2017

Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - 01
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - 05
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - 06
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - 07
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - 08
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - Sergio Majeski
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - Sergio Majeski
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - Sergio Majewski
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - Padre Honório
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - Dary Pagung
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - Dary Pagung
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - Dary Pagung
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES P. Joaninho Borchardt
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - P. João Paulo Auler
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - P. João Paulo Auler
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - Pa. Rosane Pletsch
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - Pastor Helmar Roelke
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES Pa. Claudete Ulrich
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - Coro 1
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - Coro 2
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - Coro 3
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - Coro 4
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - Coro 5
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - Coro 6
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - Coro 7
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - Coro 8
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - Albergue M. Lutero
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - CONIC
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - Faculdade Unida
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - Hospital Vila Velha
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - UFES
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - Trombones 01
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - Trombones 02
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - Trombones 03
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - Trombones 04
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - Trombones 05
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES-P. Joaninho Borchardt
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - Wanzete Krüger
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - Selene Tesch
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - P. Valdeci Foerster
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - P. Simão Schreiber
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - P. Wili Bauermann
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - P. Ronei Ponath
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - P. Paulo Jahnke
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - P. Leonardo Ramlow
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - P. Emil Schubert
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - P. Edilson Tetzner
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - P. André Radinz
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - P Helmar Roelke
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - Micaela Berger
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - Maria Braun
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - Cleidomar Marquardt
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - Armindo Klitzke
Sessão Solene Assembleia Legislativa do ES - Ademar Schneider
1 | 1
Ampliar

Descendentes capixabas de imigrantes alemães, que moram em vários municípios do interior do Estado, lotaram o Plenário Dirceu Cardoso na noite desta segunda-feira (23), durante sessão solene em homenagem aos 500 anos da Reforma Luterana. 

O representante dos luteranos no Espírito Santo, pastor Joaninho Borchardt, destacou que um dos principais legados deixado pelo movimento reformista liderado pelo alemão Martinho Lutero, em outubro de 1517, foi o ecumenismo religioso.

Segundo Borchardt, a partir de Lutero o ecumenismo ganhou força, pois as pessoas começaram a entender que Deus não pertence a uma igreja específica, mas a todos os humanos. “A reforma estimulou a tolerância, pois temos de aceitar e respeitar os que são diferentes”, afirmou.

Identidade de gênero

De acordo com o pastor, Martinho Lutero, ao pregar a reforma, lutou contra todas as formas de alienação e de opressão e, por isso os protestantes aceitam em sua igreja todas as pessoas, independente de raça e situação econômico-social e de identidade de gênero.

Para o pastor João Paulo Auler, a Reforma Luterana, além de ser um acontecimento histórico no aspecto religioso, provocou mudanças na economia, na política, na educação e na cultura do mundo ocidental. “A reforma fez surgir um novo ethos (ética) democrático. Uma nova cultura com foco na disseminação da educação como forma de tirar os homens da opressão religiosa”.

João Paulo Auler relatou que, em consequência disso, o número de universidades na Europa saltou, em muito pouco tempo, de 20 para 70, graças à estratégia dos protestantes de abrir não só templos, mas também unidades de ensino. “Sem educação não pode haver justiça e sem ela nenhuma nação pode ter esperança; a educação precisa estar ao alcance de todos”, disse.

O pastor João Paulo Auler acrescentou que, após a Reforma Protestante, os cristãos passaram a ter uma presença mais significante na vida social e, em pouco tempo, o grau de alfabetização dos europeus subiu de 6% para 30%. “O acesso das pessoas à informação e a participação nos debates públicos também ganharam força em decorrência do surgimento da imprensa (inventada por Gutemberg) e da produção de livros e de panfletos”.

A questão educacional foi muito citada na solene, com a defesa do fortalecimento da escola pública de qualidade, pois, conforme explicaram os protestantes, no entendimento de Lutero o ensino é uma riqueza social que deve ser patrocinada pelo Estado.

Os proponentes da sessão solene, deputados Sergio Majeski (PSDB) e Dary Pagung (PRP), descendentes de pomeranos e de alemães, também destacaram a importância da Reforma Luterana no Ocidente.

Para Majeski, não se trata apenas de homenagem a uma igreja, mas a um dos eventos mais impactantes da Idade Moderna. “É um legado gigantesco deixado para todos do Ocidente, não apenas para os protestantes”.

O tucano citou a importância histórica dos luteranos para Espírito Santo, lembrando que eles ajudaram o processo de povoamento de vários municípios do interior capixaba, principalmente Santa Maria de Jetibá, São Mateus, Pancas e Laranja da Terra.

Segundo pesquisa do IBGE (censo de 2010), estima-se que cerca de 250 mil descendentes de imigrantes alemães vivem no Espírito Santo, dos quais 120 mil são pomeranos. Praticamente todos eles professam o protestantismo.

Dary Pagung fez um resgate do processo histórico que resultou no movimento reformista. “Lutero fixou 95 teses que questionavam diversos pontos da doutrina vigente, propondo a reforma (da Igreja Católica). Um dos principais pontos foi a reação contrária à venda de indulgências (perdão dos pecados) que era negociada à custa de dinheiro”.

Pagung afirmou que o movimento luterano trouxe nova luz não apenas para a religião e estimulou a tolerância no convívio entre os homens na Terra.

Emancipação da mulher

A pastora luterana Rosane Pletsch destacou a importância do movimento luterano na emancipação da mulher ocidental. Segundo ela, antes de Lutero a mulher tinha apenas duas opções na sociedade: casar e tomar conta do lar ou ir para o convento. “Lutero defendeu escolas não só para os meninos, mas também para as meninas. E insistiu no direito da mulher de construir seu próprio caminho baseado nos valores éticos e cristãos”.

Pletsch disse que o legado do movimento luterano deixado para a emancipação social das mulheres chama todos os protestantes para um desafio grande: somar forças no enfrentamento da violência contra a mulher no Espírito Santo. “Os homicídios contra as mulheres no Estado é um dos mais altos do país; isso é um desafio para os luteranos, para todas as pessoas do bem, para o Estado e para essa Casa. Precisamos dar um basta nisso”.

O caráter ecumênico do evento foi simbolizado pela presença do deputado Padre Honório (PT), que discursou na tribuna para saudar os protestantes pelos 500 anos da Reforma.

O parlamentar salientou obras importantes realizadas pelos luteranos no Estado e citou a participação do grupo de igrejas evangélicas que implantou o Hospital Evangélico de Vila Velha, e também ações voltadas para o desenvolvimento de agricultura orgânica. “Se não tivesse tido essa movimento há 500 anos, muita coisa bonita em defesa da vida talvez não tivesse acontecido”, declarou o deputado.

Lista de homenageados em solene pelos 500 anos da Reforma Protestante

Homenageados com placas

• Nivaldo Kiister – Presidente do Albergue Martinho Lutero
• Emerson Lauvrs – Presidente da Associação Diacônica Luterana.
• Sebastião Vicente de Oliveira – Presidente do Hospital Evangélico de Vila Velha.
• Reverendo Ariel Montero - Conselho Nacional das Igrejas Cristãs Do Brasil
• Wanderley Pereira da Rosa - Diretor-geral da Faculdade Unida
• Irineu Foester – Universidade Federal do Espírito Santo

Homenageados com certificados

• Pastora Elisabet Lieven – Paróquia Evangélica de Confissão Luterana de Santa Maria de Jetibá.
• Pastor Helmar Reinhadr Roelke – Pastor desde 1972 com livros e artigos publicados no Brasil e na Alemanha.
• Pastor Emil Schubert – Pastor em Santa Maria de Jetibá.
• Micaela Barbara Lhotzky Berger – Violinista da Orquestra Sinfônica do Espírito Santo.
• Selene Hammer Tesch – Coordenadora do Comitê Estadual de Produção Orgânica.
• Maria Braun – Representante da Ordem das Senhoras Evangélicas do Espírito Santo.
• Cleidiomar Marquardt – Representante da Acesa.
• Armindo Klitzke – Representante da Associação Obra Acordai.
• Ademar Schneider – Prefeito de Itarana.
• Wanzete Kruger – Prefeito de Domingos Martins.
• Pastor Joaninho Borchardt – Pastor da Igreja de Confissão Luterana há 31 anos.
• Pastor Paulo Marcos Jahnke – Atua como pastor no município de Afonso Cláudio.
• Wili Beno Bauermann – Pastor luterano em Alto Jibocas (Itarana-ES).
• Pastor Ronei Odair Ponath – Atua em Baixo Guandu.
• Pastor André Martin Radinz – Atua em Vila Pavão.
• Pastor Edilson Claudio Tetzner – Atua em Itaguaçu.
• Pastor Valdeci Foester – Atua em Santa Maria de Jetibá.
• Pastor Simão Schreiber – Atua em Laranja da Terra.
• Pastor Leonardo Ramlow – Atua em Colatina.  

Fonte: Assembleia Legislativa do ES


Veja vídeo da sessão solene na Midiateca.

 


 

MÍDIATECA
COMUNICAÇÃO
+
A Bíblia é uma erva: quanto mais se manuseia, mais perfume ela exala.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br