Sínodo Paranapanema no Encontro Nacional de Mulheres da IECLB

22/03/2017

Sínodo Paranapanema no Encontro Nacional de Mulheres da IECLB
Sínodo Paranapanema no Encontro Nacional de Mulheres da IECLB
Sínodo Paranapanema no Encontro Nacional de Mulheres da IECLB
Sínodo Paranapanema no Encontro Nacional de Mulheres da IECLB
Sínodo Paranapanema no Encontro Nacional de Mulheres da IECLB
Sínodo Paranapanema no Encontro Nacional de Mulheres da IECLB
Sínodo Paranapanema no Encontro Nacional de Mulheres da IECLB
Sínodo Paranapanema no Encontro Nacional de Mulheres da IECLB
Sínodo Paranapanema no Encontro Nacional de Mulheres da IECLB
Sínodo Paranapanema no Encontro Nacional de Mulheres da IECLB
Sínodo Paranapanema no Encontro Nacional de Mulheres da IECLB
Sínodo Paranapanema no Encontro Nacional de Mulheres da IECLB
Sínodo Paranapanema no Encontro Nacional de Mulheres da IECLB
Sínodo Paranapanema no Encontro Nacional de Mulheres da IECLB
Sínodo Paranapanema no Encontro Nacional de Mulheres da IECLB
Sínodo Paranapanema no Encontro Nacional de Mulheres da IECLB
Sínodo Paranapanema no Encontro Nacional de Mulheres da IECLB
Sínodo Paranapanema no Encontro Nacional de Mulheres da IECLB
Sínodo Paranapanema no Encontro Nacional de Mulheres da IECLB
Sínodo Paranapanema no Encontro Nacional de Mulheres da IECLB
Sínodo Paranapanema no Encontro Nacional de Mulheres da IECLB
Sínodo Paranapanema no Encontro Nacional de Mulheres da IECLB
Sínodo Paranapanema no Encontro Nacional de Mulheres da IECLB
Sínodo Paranapanema no Encontro Nacional de Mulheres da IECLB
1 | 1
Ampliar

Março, mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher.

2017, ano em que se comemora o jubileu dos “500 anos da Reforma”.

“Mulher” e “Reforma”: duas forças que se reuniram de 17 a 19 de março, em Foz do Iguaçu ( Pr) uma cidade famosa pela força da água.
Mais de 2000 mulheres, inspiradas pela força feminina de Catarina Von Bora e Argula Von Grumbach que, entre outras, estiveram ao lado de Lutero, Calvino e Melanchton, no movimento reformador do século XVI.

500 anos depois, juntam-se a elas muitas Anas, Marias, Sonias, Claudias, Janaínas, Silvias, Veras,...

500 anos depois, a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) celebra uma caminhada de muitos passos, muitas conquistas e muitos desafios ainda a serem vencidos.

500 anos depois, o olhar feminino de mulheres luteranas do Brasil inteiro espreita o futuro sem, todavia, se fechar para o passado.

O Sínodo Paranapanema, representado por um grupo de mais de 100 pessoas, predominantemente mulheres, marcou presença nesse Encontro Nacional de Mulheres da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil. Vindas e vindos de todos os cantos, de Três Lagoas a Paranaguá, mulheres atuantes nas paróquias e comunidades, representantes dos setores de trabalho, membros do conselho sinodal, ministros e ministras e o Pastor Sinodal Odair Braun.
Num encontro tão significativo, o credenciamento ganha proporções de compromisso, participação, movimento...

O culto de abertura revela que os dias serão de muita reflexão sobre o papel da mulher na nossa igreja e na sociedade em geral, seja em 1517, seja em 2017. Vale, aqui, destacar a prédica do pastor presidente Nestor Friedrich que, sendo homem, valorizou a figura da mulher, colocando-a no centro das atenções.

No sábado pela manhã, a pastora Elaine Neuenfeldt levou as mais de 2000 “Catarinas” e mais de 100 “Luteros” para uma viagem de trem pelas estações da Reforma. À tarde, em “viagens” menores os participantes do encontro assistiram a diferentes palestras* e, na sequência, foram convidados a visitar os stands dos sínodos. 

Na palestra “Libertas para arriscar - Mulheres no movimento da Reforma”, as palestrantes Pa. Ma. Regene Lamb e a Diác. Telma Kramer criaram um diálogo imaginário entre Catarina Von Bora e Argula Von Grumbach. Ao final, num varal coletivamente construído, as participantes foram desafiadas a listar suas esperanças como mulheres luteranas

Para encerrar as atividades de sábado, cerca de trinta vozes - femininas e masculinas - do Coral da Itaipu proporcionaram um momento cultural de rara beleza.
A programação do encontro foi retomada na manhã de domingo com a avaliação, os agradecimentos e a leitura da mensagem. Depois disso, o culto de encerramento: da acolhida â bênção final, hinos, leituras, prédica, ceia, envio... Tudo foi cuidadosa e carinhosamente pensado e preparado.

Celebrando os 500 anos da Reforma’, o Encontro Nacional de Mulheres da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil foi um evento que ficará marcado na memória das participantes e na história da Igreja.

Elizabeth Flemming
 

COMUNICAÇÃO
+
Cristãos autênticos são os que trazem a vida e o nome de Cristo para dentro da sua vida, pois o sofrimento de Cristo não deve ser tratado com palavras e aparências, mas com a vida e com a verdade.
Martim Lutero
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br