Thomas Ken (1637-1711)

Obra e Biografia

29/06/2012

Thomas Ken (1637-1711) HPD nº 259

Nasceu em julho de 1637, Little Berkhampstead, Hertfordshire, Inglaterra. Faleceu: 19 de março de 1711, Longleat, Wiltshire, Inglaterra. Enterrado: Frome, Somerset, Inglaterra.

Thomas Ken (ou: Kenn) freqüentou de 1652 a 1656 o colégio em Winchester. A partir de 1656 estudou na Universidade em Oxford. Colou o grau de Bacharel em 1661, e de Magister em 1664. Foi ordenado um padre anglicano em 1662. Em 1663, ele se tornou o Reitor de Little Easton, e em 1669 Reitor de Woodhay e Prebendary de Winchester. Depois foi capelão particular do Bispo de Winchester. Em 1674, como capelão no colégio em Winchester, ele publicou um Manual de Orações para o uso dos estudantes da Faculdade em Winchester.

No ano de 1675 fez uma viagem a Itália e Alemanha. Em 1679 era por breve tempo o capelão da Princesa Mary (a qual era casada com o príncipe Guilherme da casa holandesa de Orange, de confissão protestante). No ano seguinte tornou-se capelão de Charles II, e em 1683 capelão da frota britânica.

Em 1685 assumiu o cargo de Bispo de Bath e Wells. Como tal envolveu-se depois na rebelião de Monmouth, coletando grandes somas em benefício dos refugiados huguenotes. Por isso, em 1888, entrou em conflito com o rei James II, o qual esperava restabelecer o catolicismo na Inglaterra. Thomas Ken era um dos sete bispos presos na Torre de Londres por recusar-se a ler em público a Declaração de Indulgência de James II. Mas após breve tempo ele foi absolvido. Depois da revolução de 1689 ele recusou-se a prestar o juramento ao novo rei Guilherme III; por isso ele foi exonerado do cargo de Bispo em 1691. Depois ele viveu, até sua morte, em Longleat, recebendo uma pensão do seu protetor Visconde Weymouth. Em 1702 não aceitou o cargo de bispo de volta, quando a rainha Anne o queria reabilitar.

Ken escreveu muitas poesias, que foram publicadas em 1721, dez anos após sua morte. O hino Praise God, from Whom All Blessings Flow é de sua autoria. Tradução em alemão = Preist Gott, der alles Segens voll (EG, 18ª ed. nº 483). A tradução em português é de Lindolfo Weingärtner (em 1970), no HPD nº 259 Bendito seja o Deus de amor, com melodia do Saltério de Genebra de 1551, da autoria de Louis Bourgeois (1510-1561)

Fontes: Günther Thomann Ken, Thomas em BBKL, Volume III (1992) Colunas 1343-1345 www.bautz.de/bbkl e www.cyberhymnal.org/


 


Autor(a): Leonhard Creutzberg
Âmbito: IECLB
Natureza do Texto: Música
Perfil do Texto: Autor Letra
ID: 15591
REDE DE RECURSOS
+
Mesmo que não sejamos cristãos tão bons como deveríamos ser, e somos ignorantes e fracos tanto na vida como na fé, Deus ainda assim quer defender a sua Palavra, pela simples razão de ser a sua Palavra.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br