Tito 2.11-14 - Dia de Natal - 25/12/2019

Caderno de Cultos 2019 - Sínodo Mato Grosso

06/09/2019

25/12/2019 - Dia de Natal
Pregação: Tito 2.11-14; Leituras: Is 9.2-7; Lc 2.1-14 (15-20); Sl 96
Diácono Vanderlei Hüther – Paróquia do Parecis- MT


LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
Bom Dia. Este é um Culto muito especial: É Natal!
Nós, Igreja Cristã, vinhamos nos preparando nestas últimas quatro semana para a chegada do nosso Salvador, que desceu dos Altos Céus e em humildade entre nós veio habitar.
Um nascimento que já havia sido profetizado séculos antes da chegada de Jesus. As Palavras Bíblicas que são lema para este dia, do Profeta Isaías 9.6, dizem assim: O profeta Isaías diz: Um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Princípe da Paz.
Deus verdadeiramente nos ama e faz de tudo para que nós, seres humanos nos voltemos para Ele. 1 João 4.10 nos diz: Amor é isto: não fomos nós que amamos a Deus, mas foi ele que nos amou e mandou o seu Filho para que, por meio dele, os nossos pecados fossem perdoados.
Que este menino! Que este Deus de amor abençoe e guie nosso culto. Que assim seja. Amém.

Acolher os/as visitantes

CANTO DE ENTRADA
235 - HPD – Seu nome é maravilhoso

Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
Neste dia de Natal – o dia em que Deus veio entre nós habitar – nós celebramos este Culto em nome e na preseça do nosso Trino Deus: Pai + Filho + Espírito Santo. Amém

CANTOS DE INVOCAÇÃO
17 - HPD – Ó vinde fiéis

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS
Querido Pai, tu és Santo, Justo e Amoroso, nossos olhos contemplam a tua grandeza quando olhamos ao redor e enxergamos tudo que fizeste com tuas bondosas mãos. E também quando olhamos para nossos corações, vemos o quão pecadores somos, e carecidos estamos de tua graça e perdão. Tem misericórdia de nós e perdoe-nos por nossa desobediência, falta de amor a ti e ao próximo. Ajuda-nos a sermos filhos melhores. Que possamos agir sempre de acordo com a tua vontade. Em nome de Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador é que oramos. Amém.

ANÚNCIO DO PERDÃO
O Senhor é bondoso e misericordioso e os aceitará se vocês voltarem para ele (2 Crônicas 30.9). Todo aquele que, de todo coração, se volta para o Senhor, Ele os recebe, assim como o filho pródigo é recebido de braços abertos pelo Pai amoroso. Confiantes, podemos ter a certeza que Ele nos concede o seu perdão. Amém


GLÓRIA IN EXCELSIS
Pelo perdão que recebemos de Deus, cantemos – juntos com os anjos dos céus – Glórias a Deus ans maiores alturas.
20 – HPD – Surgem Anjos proclamando

Ou: Nº ____________________________________________________

ORAÇÃO DO DIA
Oração do Dia

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Isaías 9.2-7

2ª Leitura Bíblica: Salmo 96

3ª Leitura Bíblica: Lucas 2.1-14 (15-20)

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
381 - HPD – Pela Palavra de Deus

Ou: Nº ____________________________________________________

PREGAÇÃO
Tito 2.11-14

Estimados Irmãos e Irmãs na fé.
Quero iniciar desejando que a Graça, a Paz e o Amor de Deus esteja com cada uma e com cada um de vocês, hoje e sempre. Amém.

Eu gostaria de começar a reflexão deste dia de Natal com uma pergunta: Por que nós estamos aqui hoje? Porque estamos tão alegres, com um grande número de pessoas e com essa árvore linda cheia de luzes e enfeites? O que estamos fazendo aqui?
A resposta é obvia, claro. Nós fazemos tudo isso, todos os anos, para celebrar e relembrar o nacimento do menino Jesus. Ele que nasceu humilde numa manjedoura em Belém, a mais de dois mil anos.
Mas será que isso é tudo? É somente um recordatório?É só para lembrar o que aconteceu no passado? Não! Natal não é somente um recordatório ou uma festa que a tradição da Igreja nos presenteou. É mais que isso!
A razão de estarmos aqui neste dia é que Deus mostrou a sua grandiosa bondade. Ou seja, nesse menino chamado Jesus, que nasceu pobre e pequeno, que viveu como um de nós, que ensinou e deixou palavras de animo e consolo, que atuou com tanto amor com todos os seres humanos, Deus demonstrou a sua verdadeira face. Em Jesus, Deus manifesta todo o seu amor com a sua criação, não porque os humanos mereceram, mas porque Ele assim o quis, porque Ele se preocupa com as suas criaturas.
Assim como Jesus ajudou a muitas pessoas, assim como ele falou com homens, mulheres e crianças, assim atua Deus conosco. Jesus foi o exemplo vivo de como Deus é.
Segundo a profecia do Evangelista Mateus (Mt 1.23), o próprio nome do Messias seria Emanuel, que significa Deus conosco. Por isso que Jesus é a manifestação paupável da graça de Deus. E esta graça/misericórdia, esse amor, bondade, ou como queiramos chamar, é a pauta de todo o plano de ação de Deus que vem ao nosso encontro. É como um projeto que está em andamento, que tem como meta a nossa salvação. Deus em sua graça quer que nós humanos e que toda a criação cheguemos à salvação.
A pergunta que surge então é: Do que é que Deus quer que sejamos salvos?
Falar da nossa salvação presupões que estamos em uma situação perigosa, ou pelo menos complicada, ou de uma situação que não nos agrada, mas da qual não podemos sair por nossa própria conta. Por exemplo, estar presos não é agradavel, por isso desejamos escapar dela. Estar enfermo ou amarrado a uma cama também não agradavel , por isso desejamos ser curados rapidamente. Enfim, desejamos ser salvos de muitas coisas que nos aprisionam, que nos encomodam e que nos causam dor (as vezes até um amor não correspondido, um vizinho mal intencionado, das dividas que não consiguimos quitar, das culpas do passado, de algum viicio que não podemos resistir...).
Muito bem, de todas estas coisas Deus nos quer salvar. Ele quer, antes de mais nada, nos salvar das circuntâncias mais básicas que fazem que nós sejamos cativos. Quer nos salvar até das coisas menores que nos levam ao pecado (do modo de viver mal orientado, de uma conduta imprópria, de uma vida fechada e egoísta). A meta da bondade de Deus é salvarnos de tudo aquilo que nos impede de que vivamos felizes, de tudo aquilo que atrapalha a vida em abundância que Ele prometeu – tudo isso para que possamos viver bem, únidos com Ele.
O plano de salvação de Deus conosco inicia em um momento histórico, lá em Belém com o nascimento de Jesus, e que terminará nos finais dos tempos, com o seu retorno – a sua segunda vinda gloriosa. E neste meio tempo, é para nós um tempo de aprendizagem e de amadurecimento da fé, de trabalho e de perseverança. Um trabalho que vai da nossa vida de fé para a nossa vida prática.
É assim que a bondade de Deus, manifestada em Jesus, nos ensina a deixar a maldade para levar uma vida sóbria, com bons valores, honra e respeito, para viver a espera do cumprimento da promessa da salvação.
Jesus é o mestre por excelência, modelo e guia para nossa vida. Ele é o exemplo vivo do que devemos ser, e mais do que isso, é o exemplo do que podemos ser: filhas e filhos de Deus. Nosso aprendizado e nossa experiência de fé esté, justamente, em seguir os passos de Jesus. Ouvir o seu chamado implica em assumir a sua mensagens e a sua missão, mesmo que isso traga sacrificios.
A alegria verdadeira do cristão está em ouvir e cumprir a vontade do Pai em sua vida. E, para estes que escolhem seguir a esse Deus, o próprio Deus se manifesta, se coloca ao lado, se faz Emanuel – se faz conosco/presente em nossa vida.
Tempo de Natal é tempo de prepararmos nossa vida para a segunda volta gloriosa de Cristo. Acertar nossas vidas e nossos caminhos. Ouvir o chamado que Deus faz e colocar como prioridade em nossas ações e decisões a vontade de Deus. É a partir da vontade divina, criar um novo caminho para nossa vida e para toda a criação, para todo o mundo. É como diz Tito, dar graças por toda a salvação revelada a nós em Jesus Cristo.
É tempo de acolhermos a bondosa graça de Deus e transformarmos a nossa vida: abandonarmos a descrença e as paixões mundanas e a vivermos neste mundo uma vida prudente, corerta e dedicada a Deus, esperando o dia feliz em que aparecerá a glória do nosso Deus e Salvador Jesus Cristo (v. 12s)
Que neste tempo de Natal e neste novo ano que se aproxima, possamos alinhar nossa vida, nossa fé e nossas forças na Palavra do Senhor e seguir, amorosamente essas palavras em nossa vida. Amém.


HINO
620 – Livro de Canto – Tens meu tempo

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE FÉ
Juntos como comundiade cristã, declamemos a nossa Fé com as Palavras do Credo Apostólico.
Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
11 - HPD – Rejubila, filhas de Sião

Ou: Nº ____________________________________________________


ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
Que Deus,
Toque nossos olhos para que possamos enxergar;
Toque nossos ouvidos, para que possamos ouvir;
Toque nossa boca, para que possamos levar adiante a sua mensagem;
Toque nossas mãos, para que possamos ofertar com disposição;
Toque nossa vida, para que o Espírito Santo possa nos envolver;
Toque nosso coração e nos permita sentir o seu amor. Amém

ENVIO
Vamos em paz e sirvamos ao nosso Deus com grande alegria. Amém

CANTO FINAL
459 - HPD – Oração da Igreja

Ou: Nº ____________________________________________________
 


Autor(a): Diácono Vanderlei Huther
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Natal
Natureza do Domingo: Natal
Perfil do Domingo: Dia de Natal
Testamento: Novo / Livro: Tito / Capitulo: 2 / Versículo Inicial: 11 / Versículo Final: 14
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2019
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 53097
REDE DE RECURSOS
+
É necessário pregar com o objetivo de que seja promovida a fé Nele, para que Ele não seja apenas o Cristo, mas seja o Cristo para ti e para mim e para que Ele opere em nós o que Dele se diz e como Ele é denominado.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br