Tomem, comam; isto é meu corpo dado por vocês - Mateus 26.26

01/12/2014

“TOMEM, COMAM; ISTO É MEU CORPO DADO POR VOCÊS” – Não foi discurso. O amor de Deus foi expresso de maneira marcante nas palavras e no gesto de Jesus Cristo. O momento histórico do seu ministério dava-lhe a sensação real do “fim”. Sabia que estava prestes a ser entregue as seus algozes. Antes da cruz ainda havia tempo para uma refeição conjunta. A mesa estava servida com o cálice e o pão. Na hospitalidade da companhia dos discípulos deu-se comunhão. Um momento propício para sacramentar. Então Jesus faz a oferta de si mesmo: “Tomem, comam; isto é meu corpo dado por vocês” (Mateus 26.26).

Não era meramente uma alegoria. O pão era o principal alimento na mesa naqueles tempos. Das sementes do trigo moído e amassado, passando por dor e sofrimento no processo de transformação, o seu efeito é dar vida. Assim, Jesus compreendeu o sentido da sua existência: dar-se para gerar vida.

O pão precisa ser comido para dar força e vitalidade. Isso é existencial! Da mesma maneira o corpo de Jesus foi oferecido para ser comido, sentido, experimentado e incorporado. Não só para ser alimento espiritual que quer “tocar a alma”, mas para fazer parte de nossas entranhas, em todos os aspectos de vida e em todos os sentidos.

Jesus ligou a fome/necessidade de pão com a fome/necessidade de sentido de vida do ser humano. O sustento dado por Jesus é existencial para a vida.

Sabemos que somos pessoas limitadas e pecadoras. Por isso não temos condições de dar sentido pleno à nossa existência. A fé em Jesus Cristo nos faz tirar o centro da vida de nós mesmos. A centralidade está em Cristo que se deu por nós (“dado por vocês”). O amor, através do Seu servir, nos transforma e nos tira do pecado, desafiandonos a buscar a nova vida e um novo jeito de ser e existir no mundo. Não só ser para si mesmo, mas ser para o outro e para a outra.

Comer conjuntamente o mesmo corpo de Cristo na ceia pressupõe o desejo de superação do individualismo e do egoísmo para estabelecer relações de solidariedade, igualdade, justiça e partilha. É para mu heres e para homens de todas as raças e etnias. Esse jeito Jesus quer colocar dentro de nós! Quer que incorporemos os valores do Reino de Deus. Por isso, oferece: “Tomem, comam; isto é meu corpo dado por vocês”.

Pastora Ester Delene Wilke


Oração:

Ó Cristo, tens um grande amor para ser experimentado e vivido por nós. Perdoa os pecados que cometemos e mostra-nos, sempre de novo, como devemos ser e servir. Dá-nos saciedade diante da fome de sentido de vida plena. Dá-nos o pão da comunhão para partilhar nas mesas. Queremos incorporar as Tuas Boas Novas. Amém!


Voltar para índice Anuário Evangélico 2015


Âmbito: IECLB
Testamento: Novo / Livro: Mateus / Capitulo: 26 / Versículo Inicial: 26
Título da publicação: Anuário Evangélico - 2015 / Editora: Editora Otto Kuhr / Ano: 2014
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 35008
REDE DE RECURSOS
+
Vocês foram batizados para ficarem unidos com Cristo e assim se revestiram com as qualidades do próprio Cristo.
Gálatas 3.27
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br