Universidade Federal do Tocantins sedia lançamento e obliteração de selo alusivo aos 500 anos da Reforma Protestante

18/10/2017

Luís Eduardo Bovolato oblitera o primeiro selo comemorativo durante solenidade no Câmpus da UFT em Palmas (Foto: Yane Ulisses/Divulgação)
Martins e Bovolato após a primeira obliteração do selo comemorativo (Foto: Yane Ulisses/Divulgação)
UFT sedia lancamento3
UFT sedia lancamento4
UFT sedia lancamento5
UFT sedia lancamento6
UFT sedia lancamento7
UFT sedia lancamento8
UFT sedia lancamento9
UFT sedia lancamento10
Selo Comemorativo - Pastora Soliana Schneider
Selo Comemorativo 1
1 | 1
Ampliar

 

O auditório do Centro Universitário Integrado de Ciência, Cultura e Arte (Cuica) no Câmpus da UFT em Palmas foi palco, na noite da última quarta-feira (18) do lançamento e obliteração do selo comemorativo dos Correios em alusão aos 500 anos da Reforma Protestante. O evento ocorreu na programação do Seminário Nacional Reforma Protestante que prossegue nesta quinta e sexta-feiras, no auditório do Bloco C, no Câmpus de Palmas.

A primeira obliteração do selo comemorativo foi feita pelo reitor da UFT, Luís Eduardo Bovolato, na presença do superintendente estadual dos Correios, Daniel Pereira Martins. Também obliteraram selos o reitor do Centro Universitário Luterano de Palmas (Ceulp/Ulbra), Adriano Chiarani, e representando as igrejas protestantes de Palmas, o pastor luterano Laudir França da Rosa. Outros 25 selos obliterados foram entregues a representantes eclesiásticos, políticos, acadêmicos e profissionais presentes, homenageados pela organização do evento (veja quadro ao final do texto).

A cerimônia de abertura do Seminário contou com a participação de corais das igrejas presbiterianas e luterana de Palmas. A mesa foi composta pelo reitor da UFT, Bovolato; e da Ulbra, Chiarani. O deputado Paulo Mourão representou o presidente da Assembleia Legislativa, Mauro Carlesse; o juiz de Direito José Ribamar Mendes Júnior representou o Poder Judiciário; a jornalista Gisele Bertollo, presidente da RedeSat, representou o governador Marcelo Miranda; a professora Germana Pires, secretária executiva da Educação de Palmas representou o prefeito Carlos Amastha; o vereador professor Júnior Geo representou o presidente da Câmara de Vereadores da capital, Folha; o superintendente estadual dos Correios, Daniel Pereira Martins; o pastor Laudir França da Rosa, representando as igrejas protestantes da cidade; e o organizador do evento, professor Wolfgang Teske.

Segundo Teske, que é professor do curso de Jornalismo da UFT, a Reforma Protestante vem de um movimento universitário, do desenvolvimento de um espírito crítico. É isso que a universidade faz. A partir da Reforma houve uma transformação no mundo. É o rompimetno da Idade Média para a Idade Moderna. Trouxe impactos na comunicação, na tecnologia, na economia, na política e na educação, principalmente, disse. Conforme o organizador, o debate durante o Seminário será em torno das influências que este fato passado ainda provoca nos dias de hoje. A programação do evento pode ser conferida na página no Facebook.

O reitor da Ulbra, Adriano Chiarani da Silva, frisou que o evento é importante. A presença na UFT demonstra um marco, porque a Reforma Protestante começa dentro de uma universidade na Alemanha. Ele discutiu primeiro na academia a questão das indulgências na época. Para ele, a celebração em ambiente universitário reforça o papel destes espaços, que é de provocar reflexões e mudanças, tanto na religião quanto na educação e na cultura.

O superintendente dos Correios, Daniel Pereira Martins, destacou a longeva parceria que a UFT vem mantendo com a instituição nas campanhas natalinas com o acolhimento das cartas enviadas neste período aos Correios. Sobre o lançamento na instituição o superintendente destacou que é da maior relevância ser exatamente no espaço universitário o lançamento, visto que o próprio movimento reformista teve início em ambiente acadêmico. O diretor comercial dos Correios, Samir Silva, complementou destacando que o selo foi também lançado simultaneamente no Brasil e na Alemanha no início do ano.

Para o reitor Luís Eduardo Bovolato, faz parte da política da universidade fechar parcerias com outras instituições de ensino e também abrigar as mais diversas matizes e expressões artísticas e culturais. Para nós é motivo de alegria e satisfação participar do evento. Isto atende os objetivos da Universidade e é ambiente vibrante e vivo para as mais diversas expressões. Durante sua fala após a abertura do evento o reitor destacou também a importância de Martinho Lutero para a educação e a contribuição da Reforma para os diversos campos do conhecimento.

Programação

O Seminário Nacional tem continuidade nesta quinta-feira com duas palestras a partir das 19h30, no auditório do Bloco C, no Câmpus da UFT em Palmas. A primeira será sobre A Reforma e a mudança paradigmática da educação, a partir da Universidade de Wittenberg, Alemanha, e seus impactos na sociedade do século 21, com o reitor do Ceulp/Ulbra, Adriano Chiarani. Às 20h30 ocorrerá uma mesa-redonda com o capelão do Ceulp/Ulbra, Renato Hannich, tendo como debatedores a pastora Soliana Schneider, da igreja luterana, e o pastor Renato Abadio Romão, da igreja presbiteriana.

Na sexta-feira (20) ocorrerá às 8h30 a palestra O uso da tecnologia, dos meios de comunicação e das artes na propagação da Reforma Protestante, com o professor Wolfgang Teske, seguindo-se a exibição de um documentário sobre A Reforma Luterana através da Arte.


Lista de homenageados com o selo dos 500 anos da Reforma Protestante:

Luís Eduardo Bovolato - reitor da UFT
Adriano Chiarani da Silva - reitor do Ceulp/Ulbra
José Ribamar Mendes Júnior - juiz de Direito - 2º diretor adjunto da Escola Superior de Magistratura Tocantinense (Esmat)
Paulo Mourão - deputado estadual
Gisele Bertollo - jornalista e presidente da RedeSat
Germana Pires - secretária executiva da Educação da cidade de Palmas
Júnior Geo - vereador e professor
Wolfgang Teske - professor e organizador do evento
Dimas Magalhães - pró-reitor de Extensão, Cultura e Assuntos Comunitários da UFT, em exercício
Laudir França da Rosa - pastor luterano, representando as igrejas protestantes de Palmas
Gilberto Ferreira Santos - presidente do presbitério do Tocantins da Igreja Presbiteriana
Renato Abadio Romão - pastor geral da Igreja Presbiteriana de Palmas
Soliana Schneider - pastora da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, de Palmas
José Isael Fortunato - pastor da Igreja Evangélica Luterana do Brasil, de Palmas
Sérgio Zelke - pastor da Igreja Evangélica Luterana do Brasil, de Porto Nacional
Diogo Souza Magalhães - pastor da Igreja Batista Metropolitana de Palmas
Francisquinha Laranjeira Carvalho - presidente da Academia Palmense de Letras
Verônica Dantas Meneses - professora da UFT e coordenadora do Núcleo de Pesquisa e Extensão, Comunicação, Imagem e Diversidade Cultural
Joel Müller - diretor do Colégio Ulbra Palmas
Lucilma Ribeiro de Freitas Romão - diretora do Colégio Mackenzie de Palmas
Renato Hannisch - capelão do Ceulp/Ulbra
Heitor Stanke - capelão do Colégio Ulbra Palmas
Roberto Alves Alencar - capelão do Colégio Mackenzie de palmas
Erna Schultz - regente do Coral da Congregação Evangélica Luterana Cristo Redentor de Palmas
Vânia Madureira - regente do Coral da Igreja Presbiteriana do Brasil de Palmas
Samuel Lima - servidor da UFT, jornalista e coordenador do Ministério de Comunicação da Primeira Igreja Batista de Palmas
Gabriela Letrari - representante discente e acadêmica do curso de Jornalismo
Cecília Muller - Pioneira de Palmas









 


Autor(a): Poliana Macedo
Âmbito: IECLB
Área: História / Nível: 500 Anos Jubileu
ID: 44376
COMUNICAÇÃO
+
O meu Deus é a minha força.
Isaias 49.5
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br