Você não tem WhatsApp?

27/09/2019

Quantas e quantas vezes ouvi o questionamento: Você não tem WhatsApp? Eu olho aos lados. Alguns dão uma risadinha de deboche. Outros estão surpresos. Mas, na testa aparece a frase: Como ele consegue sobreviver sem? Fico meio sem jeito. Alguns tentam me convencer da necessidade. Outros mudam de assunto. Passo, então, a observar como as pessoas lidam com as novas tecnologias. Um grupo (que não é maioritário) usa como instrumento para facilitar seu serviço. Contudo, outros são escravos. Os olhos se voltam constantemente ao brilho da tela. Os ouvidos, aos sons estranhos e sutis, que perturbam qualquer conversa. Evidentemente, o que mais chama a atenção é que o dito cujo aparelho desvia a atenção. As pessoas não prestam mais “tanta” atenção à situação à sua volta. Muitos sequer olham nos olhos daquele que lhes dirige a palavra. À minha mente, aparece a citação de Paulo: Tudo me é permitido. Todavia, nem tudo convém (1 Coríntios 6.12).


Autor(a): P. Euclécio Schieck
Âmbito: IECLB / Sinodo: Norte Catarinense / Paróquia: Garuva-SC (Martinho Lutero)
Área: Confessionalidade / Nível: Confessionalidade - Prédicas e Meditações
Testamento: Novo / Livro: Coríntios I / Capitulo: 6 / Versículo Inicial: 12
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 53481
REDE DE RECURSOS
+
Mesmo que não sejamos cristãos tão bons como deveríamos ser, e somos ignorantes e fracos tanto na vida como na fé, Deus ainda assim quer defender a sua Palavra, pela simples razão de ser a sua Palavra.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br