Sínodo da Amazônia



Avenida Paraná , 431 - Novo Horizonte
CEP 76962-053 - Cacoal /RO - Brasil
Telefone(s): (69) 9845-48890 | (69) 8454-8890
sinododamazonia@gmail.com
ID: 8

10º Domingo após Pentecostes - Dia dos pais - Lucas 12.49-59

Caderno de Celebrações 2022 - Sínodo da Amazônia

08/08/2022

14/08/2022- 10º Domingo Após Pentecostes
–Dia dos Pais
Pregação: Lucas 12.49-56; Leituras: Jeremias 23.33-29*Salmo 82*Hebreus 11.29-12.2
Pastora Janaina Schäfer Hasse– Paróquia de Espigão Do Oeste – RO 

 

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA

    Deus nos deixou a promessa de que podemos receber o descanso de que ele falou. Hebreus 4.1
    Com esta palavra preciosa quero acolher a todos e a todas neste Dia dos Pais! O bondoso Deus nos chama a ouvirmos com fé a sua promessa de Descanso. Talvez a sua semana foi corrida, cansativa, cheia de preocupações. Na presença de Deus nós temos a promessa do descanso. Mas também, descanso para o nosso dia-a-dia. Que nesta celebração você possa descansar em Deus! Queridos Pais, que este possa ser um momento de agradecer pelo dom da vida, da responsabilidade e do ensino.
    Para a pessoa que nos visita, seja bem-vindo e bem-vinda em nosso meio, sempre que puder retorne a esta casa que é a casa de Deus. Vamos louvar ao Senhor!

CANTO DE ENTRADA
06-LCI-Aqui você tem lugar

SAUDAÇÃO
    Nos reunimos em nome e na presença do nosso Deus que é Pai, Filho e Espírito Santo, Amém!

CANTOS DE INVOCAÇÃO
Nº02 - LCI – Que a graça do Senhor Jesus

CONFISSÃO DE PECADOS
    Deus em seu infinito amor nos criou como seres relacionais e nos presenteou com a dádiva de formarmos as nossas famílias. Somos pecadores e pecadoras e também diante desta dádiva nós falhamos. Por isso, queremos pedir perdão a Deus através da confissão de pecados.
    Senhor Deus, estamos diante de ti e reconhecemos que somos falhos e falhas. Nem sempre seguimos a tua vontade e por isso também falhamos com as pessoas a nossa volta, com a nossa família, com os nossos queridos e queridas que nos confiastes. Que Tu possas nos perdoar e também nos ensinar uma caminhada diferente, transformada pelo teu Santo Espírito. Perdoa Senhor todas as nossas transgressões, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo! Amém.

ANÚNCIO DO PERDÃO

    O descanso que Deus nos oferece é também o descanso diante da luta contra o pecado. Cristo lutou por nós na cruz, e em resposta ao seu amor, cabe-nos o arrependimento e a confissão. Por isso, eu declaro que se você confessou os teus pecados, eles estão perdoados em nome do Deus que é Pai, Filho e Espírito Santo, amém.

KYRIE

    Muitos relacionamentos de pais com seus filhos e filhas estão fracassados, muitos filhos e filhas aguardam ansiosamente pelo amor de seus pais, muitos pais sentem o abandono e por essa realidade nós queremos clamar pela compaixão de Deus, cantando o próximo hino:

Nº 63, LCI, Ouve Senhor, estou clamando

GLÓRIA IN EXCELSIS

    Deus olha com compaixão para o mundo, tem piedade dos nossos pecados e também de toda dor e sofrimento existente, por isso, glorificamos o seu Santo nome cantando:
Nº 75, LCI, Como água cristalina

ORAÇÃO DO DIA

    Senhor nosso Deus, reunidos e reunidas em tua presença, te pedimos que venha nos iluminar, que possa abrir os nossos olhos e corações para a tua palavra. Que nos ensine, Senhor, a viver do teu amor. Que nos exorte a caminhar segundo os teus propósitos. Isso é que te pedimos em nome de Jesus Cristo, que contigo e com o Espírito Santo, vive e reina de eternidade a eternidade, amém.
 

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Salmo 82

2ª Leitura Bíblica: Jeremias 23.23-29
Pregação: Lucas 12.49-56


CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
Nº155, LCI, Deus é meu amparo

PREGAÇÃO

    Meu querido irmão e minha querida irmã! Nesta celebração de Dia dos Pais, somos chamados e chamadas por Deus a ouvirmos um texto do evangelho e também um texto do profeta Jeremias que no mínimo nos fazem parar e refletir.
    Enquanto esperávamos para essa manhã um texto que falasse do amor paternal de Deus, ouvimos duras palavras.
    Deus diz por intermédio do profeta que a sua “mensagem é como fogo, como uma marreta que quebra grandes pedras.”
    O Evangelho para esse 12º Domingo após Pentecostes, insere-se na segunda parte principal de Lucas (Lc 9.51-19.28). A ênfase é a viagem de Jesus a Jerusalém, onde haveria de enfrentar sofrimento e cruz.
    A ação de Deus parece nos textos, um pouco com aquela cena do Pai, que já buzina dentro do carro depois de advertir por um bom tempo que seus filhos iriam se atrasar. E com o barulho da buzina então faz com que os filhos saiam do comodismo e partam logo para o compromisso.
    Nesta manhã, Deus está a buzinar em nossos ouvidos e corações, está a nos chamar pela sua palavra! E nós, será que prontamente escutaremos? Ou taparemos os nossos ouvidos para que o barulho não nos incomode?
    Somos acostumadas e acostumados a ouvir que Jesus veio trazer a paz, que ele é a própria paz, mas logo de início ele afirma que “não veio trazer a paz”
    Realmente Jesus não iria trazer uma calmaria e, sim algo que faria a terra “tremer”! Conforme o relato da crucificação, “a terra tremeu, e as rochas se partiram” (Mateus 27.51).
    Os textos não estão distantes do amor de Deus! Deus sim é como um Pai bondoso que nos ensina, cuida e orienta por quais caminhos devemos trilhar. Mas também como um pai, ele nos exorta!
    Por sermos pecadores e pecadoras, andamos para longe de Deus, fazemos aquilo que não é da sua vontade e assim endurecemos o nosso coração, a ponto da mensagem de Deus precisar ser como uma marreta que quebra as pedras existentes.
    Vivemos em um momento em que muitos “sinais dos fins do tempo” são indicados e observados. As pessoas se intitulam profetas. Profetas a troco de que? Na intenção de profetizarem “o fim”, para obterem sucesso próprio e sensacionalismo.
    Em um tempo de “pandemia da Covid-19” as “profecias” ficaram ainda mais evidentes. É incrível como as pessoas se preocupam com sinais, com o futuro, em poder afirmar o que vai acontecer, quando na verdade perdem um tempo precioso para obedecer a Palavra de Deus e, se preocupar com uma transformação de vida que realmente possa garantir o futuro.
    São as palavras do profeta e de Lucas que nos trazem sinais. O próprio trecho do Evangelho de Lucas vem acompanhado com o título: Sinais dos tempos. Não qualquer sinal ou para qualquer tempo. Mas o sinal de Deus, aquele que aponta para a salvação e redenção.
    O verdadeiro sinal dado por Deus é o cumprimento da promessa de salvação em Jesus Cristo, o Messias. Por isso, quando Jesus anuncia o fogo que queima toda terra, ou seja, que alcança todo mundo e todas as nações, isso corresponde a sua própria paixão, morte e ressurreição.
    O resultado deste sinal de Deus é uma mudança brusca que chega a tirar a “paz”, ou seja, nos tira da tranquilidade e da comodidade que o pecado nos insere. Ao mesmo tempo sacode o mundo para lembrar que a realidade vivida não é a forma como Deus deseja que vivamos.
    A divisão trazida por Cristo é aquela que mostra o cristão e o não cristão. Vejamos bem, a ninguém aqui compete o julgamento de quem é cristão verdadeiro se não ao próprio Cristo. É a partir da sua ação que esta divisão acontece.
    O que nós podemos fazer diante destes sinais?
    Todo o mundo é chamado a render-se diante deste Deus que traz salvação! Temos a chance de colocar não somente o nosso fim, mas também o futuro eterno diante da presença do poderoso Deus. Que a sua Palavra seja como uma marreta que quebra toda a dureza de coração causada pelo pecado. Que ao sermos quebrados e quebradas, Deus possa nos juntar e moldar, segundo a sua vontade.
    A palavra de Deus nos lembrou, no início desta celebração, que podemos confiar que a partir da fé receberemos descanso. Que possamos responder com fé ao chamado de Deus. Amém!

HINO
Nº585 – LCI – Ó bem cego eu andei

CONFISSÃO DE FÉ
    Confessemos a nossa fé.

    Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
Nº477 - HPD – Obrigado Pai Celeste


ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
    Senhor Deus, confiamos que a tua ação em Jesus Cristo traz transformação e durante esta celebração nos fez refletir a sair de nossa realidade de comodismo, por isso, pedimos Senhor que nos acompanhe em uma nova semana. Derrama Senhor o teu amor sobre todas as famílias, de forma especial, sobre todos os pais, que eles possam contar contigo em todas as situações. Colocamos diante de tua presença também todos os pedidos e agradecimentos trazidos neste culto:
    Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
    Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
    Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
    Que Deus te cubra com o amor de um Pai bondoso, Que Jesus Cristo sempre caminhe contigo e que o Espírito Santo sempre seja contigo iluminando os caminhos. Venha sobre ti a benção do Trino Deus.

ENVIO
    Ide na paz do Senhor e sirvamos a Ele com alegria!

CANTO FINAL
Nº 299, LCI, Diante dos teus Pés
 


Autor(a): Pastora Janaina Schäfer Hasse
Âmbito: IECLB / Sinodo: Amazônia
Área: Celebração / Nível: Celebração - Liturgia
Área: Confessionalidade / Nível: Confessionalidade - Prédicas e Meditações
Natureza do Domingo: Pentecostes
Perfil do Domingo: 10º Domingo após Pentecostes
Testamento: Novo / Livro: Lucas / Capitulo: 12 / Versículo Inicial: 49 / Versículo Final: 59
Título da publicação: Caderno de Celebrações 2022 - Sínodo da Amazônia / Ano: 2022
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 66115

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

O que importa é a fé que age por meio do amor.
Gálatas 5.6b
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Senhor, tu és bom e compassivo, abundante em benignidade para com todos os que te invocam.
Salmo 86.5
© Copyright 2022 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br