Sínodo da Amazônia



Avenida Paraná , 431 - Novo Horizonte
CEP 76962-053 - Cacoal /RO - Brasil
Telefone(s): (69) 3443-5164
sinododamazonia@gmail.com
ID: 8

Amós 5. 6-7; 10-15

Caderno de Celebrações 2015 - 2016 - Sínodo da Amazônia

23/11/2015

CULTO PARA O 1º DOMINGO NO ADVENTO 2015
Departamento de Música e Liturgia do Sínodo da Amazônia
Leituras Bíblicas: Lucas 21.25-36; Pregação: Amós 5. 6-7; 10-15
Pastor Marcelo Peter – Alta Floresta d’Oeste – RO

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
Irmãos e irmãs, assim diz o salmista: “A ti, Senhor, elevo a minha alma. Deus meu, em ti confio;” (Sl 25 1-2a) No culto de hoje vamos nos elevar humildemente diante de Deus. Colocaremos nossa confiança somente nEle. Deus nos convida para celebrar e viver nossa fé neste tempo abençoado de Advento. Hoje iniciamos a primeira semana no Advento. Estamos nos preparando para a grande festa do Natal. Tempo em que, simultaneamente, festejamos o nascimento de Jesus, o Filho de Deus, o Salvador, e esperamos ansiosamente por sua volta gloriosa para implantar seu reinado de paz e justiça. Assim, vamos louvar e engrandecer o nome de Deus. (Acolher os/as visitantes)

CANTO DE ENTRADA
Nº 15- ENE – Enquanto no campo
Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
Celebramos este culto em nome de Deus: Pai e Filho, e Espírito Santo. Amém!

CONFISSÃO DE PECADOS
Estimada Comunidade, o salmista orou a Deus pedindo: “Não te lembres dos meus pecados da mocidade, nem das minhas transgressões. Lembra-te de mim, segundo a tua misericórdia, por causa da tua bondade, ó Senhor.” (Sl 25. 7) Por isso, como irmãos e irmãs na fé, nos juntamos ao salmista e, humildemente, pedimos perdão por nossos pecados e transgressões. Oremos:
Amado Deus, diante de ti, confessamos os nossos pecados. Reconhecemos que, em nosso dia-a-dia, falhamos, erramos, cometemos infrações e somos carentes da tua insondável misericórdia. Pedimos-te perdão por nossos erros, por nossas transgressões. Deus Eterno, neste tempo de Advento, olha para nós por causa da tua compaixão, e não porque nós sejamos corretos. Aceita nossa confissão de culpa porque tu nos dás uma nova oportunidade, e não porque nós a mereçamos. Por isso, te pedimos perdão cantando, perdão, Senhor, perdão!

ANÚNCIO DO PERDÃO
Deus, em bondade e amor, ouve nossa oração de arrependimento e culpa. Ele vem ao nosso encontro e renova os laços; recria as relações. Deus disse ao profeta Jeremias: “cumprirei a boa palavra que proferi à casa de Israel e à casa de Judá. Naqueles dias e naquele tempo, farei brotar a Davi um Renovo de Justiça; ele executará juízo e justiça na terra.” (Jr 33. 14-15) Porque o juízo e a justiça de Deus é perdoar e renovar a vida, eu vos anuncio que os nossos pecados foram perdoados em nome de Deus. Pai e Filho e Espírito Santo. Amém!

ORAÇÃO DO DIA
Senhor Deus, assim como acendes a luz da vela, vem e acende em nós a chama da fé e da esperança. Aproxima-te de nós, ó bondoso Deus. Faze com que andemos de cabeça erguida e confiemos na tua presença junto a nós. Senhor, acorda-nos para podermos ouvir tua Palavra com ouvidos atentos. Ensina-nos a sonhar com a vida em abundância, livre e envolta pela paz e a justiça de Jesus. Que agora possamos ouvir a tua palavra e que ela seja luz para o nosso caminhar. Isto te pedimos em nome de teu filho, Jesus Cristo, que contigo e com o Espírito Santo, vive e reina, hoje e eternamente. Amém!

LITURGIA DA PALAVRA

CANTO
Nº 10- ENE – Surgem Anjos
Ou: Nº ____________________________________________________

LEITURA BÍBLICA
1ª Leitura Bíblica: Amós 5. 6-7; 10-15

ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO
L. Aclamemos o Evangelho, cantando Aleluia:
C. ♪ Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia.
L. O Senhor esteja convosco.
C. E com Teu Espírito!
L. Proclamação do Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo conforme Lucas, no capítulo 21, versículos 25-36
L. (leitura do texto)... Palavra do Senhor.
C. Demos graças a Deus.
C. ♪ Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia.

PREGAÇÃO (Baseada em Amós 5. 6-7; 10-15)
Estimada Comunidade, anteriormente ouvimos o texto do profeta Amós que insiste do início ao fim: “Buscai ao Senhor e vivei...”, “Buscai o bem e não o mal”. Estas palavras são importantíssimas para o Profeta Amós. E também para nós!
O profeta Amós viveu num período histórico extremamente confuso. Estavam ocorrendo diversas transformações e mudanças em sua sociedade. Por este motivo o profeta insiste arduamente que é necessário rejeitar o mal e buscar o bem de todas as formas... de todas as maneiras.
Neste texto o profeta Amós afirma claramente:
V.6) Busquemos ficar na presença de Deus a todo momento para que vivamos. Não devemos nos afastar da presença de Deus, pois isto é como atrair condenação para nós.
v.7) há pessoas que não observam este conselho e tem prazer em deturpar o que é certo pelo que é errado. Costumam converter o juízo em alosna e colocam por terra a justiça. Isto quer dizer, há pessoas que desprezam o amor de Deus. Há pessoas que gostam de viver de forma errada e não valorizam as bênçãos de Deus.
v.10) as pessoas que desprezam a vontade de Deus não aceitam ser repreendidas em seus erros. Quem não quer saber da vida em comunhão com Deus parece ter pavor quando alguém é sincero e tenta ajudá-la a mudar de vida.
v.11) normalmente, as pessoas que desprezam a vontade de Deus são injustas e não se preocupam com as necessidades das demais. Para elas pouco importa que haja pessoas pobres e necessitadas. Elas não têm preocupação alguma com ninguém.
v.12) quem não quer viver na presença de Deus, ao passar por alguma dificuldade na vida, não consegue ter esperança e por isso agride ao seu próximo pensando ter que descontar sua ira e sua raiva em alguém.
v.13) mas quem é prudente, quem reconhece sua humildade na presença de Deus, tal pessoa não comete injustiças, não é agressivo, não ofende, não machuca. Quem se reconhece como filho e filha de Deus buscará viver em comunhão com o Pai Celeste.
v.14) “buscai o bem e não o mal, para que vivais.” Este é conselho do profeta Amós para a nossa caminhada como filhos de Deus, como povo de Deus. Devemos rejeitar e abominar qualquer atitude maldosa, ofensiva e destrutiva. Deus é o bem supremo. Devemos viver em comunhão com este Deus de toda bondade. Nesse sentido, quem se afirma cristão deve lutar pelo bem, pelo amor, para que viva em comunhão com Deus.
v.15) mais uma vez o profeta insiste: “Aborrecei o mal, e amai o bem.” Devemos estar atentos para esta diretriz. Nem sempre em nosso dia-a-dia é simples e tranquilo discernir o bem do mal. No entanto, em nossas atitudes, podemos ser cautelosos, cuidadosos e usar o critério chave: o amor de Cristo. Quem age inspirado e motivado pelo amor de Deus em Cristo, abomina o mal. Quem busca cumprir com o mandamento máximo do amor, abomina e rejeita o mal para viver o bem e a bondade na presença de Deus.
No ambiente em que em que o profeta Amós viveu havia uma desigualdade social enorme; as pessoas viviam numa drástica diferença econômica. Uns tinham muito, outros tinham pouco ou quase nada; os governantes cobravam altos impostos; havia corrupção em toda parte. Tanto no governo, no comércio ou em qualquer outra esfera da sociedade havia muita corrupção.
Na época do profeta Amós havia uma completa confusão religiosa. As pessoas misturavam as crenças, confundiam aquilo que era genuíno de sua fé e o que não era. Havia um consumismo exagerado. Todos queriam ter tudo do bom e do melhor. Automaticamente, havia muita pobreza, pois em seu egoísmo consumista as pessoas não estavam preocupadas com as dores e clamores das outras. Em vista da pobreza e falta de qualidade de vida, havia muita violência, agressão e banditismo. É por isso que o profeta Amós insiste ardentemente para que o povo busque a Deus e viva. Para que rejeitem o mal e vivam o bem.
Estimada Comunidade, o profeta Amós escreveu para um povo que viveu há 2750 anos atrás. Mas, parece que ele está escrevendo para a nossa sociedade atual. Muitos, quase todos, ou, quem sabe, todas as críticas anteriormente citadas encaixam-se perfeitamente na sociedade em que vivemos. Infelizmente, o profeta Amós também precisa dizer-nos hoje: “Buscai ao Senhor e vivei...”, “Buscai o bem e não o mal”.
Nos dias atuais, de igual modo ao tempo do profeta Amós, passamos por diversas transformações na nossa sociedade. No mundo de hoje as coisas mudam da noite para o dia. O que antes era válido e comum, num toque de mágica passa a ser ultrapassado e sem valor.
Infelizmente a nossa fé em Deus, em Jesus Cristo, corre também este risco. Numa sociedade onde tudo está se transformando e muita coisa está sendo rejeitada e jogada no lixo, precisamos cuidar para que nossa fé, nossos valores e nossas convicções cristãs não sejam abominadas e rejeitadas. Precisamos ouvir o profeta Amós quando ele motiva “Buscai ao Senhor e vivei...”, “Buscai o bem e não o mal”. Não podemos rejeitar a vida em comunhão com Deus. Como cristãos, temos que fazer uma escolha.
É necessário fazer uma escolha. É preciso escolher o bem e não o mal. Para ilustrar....
“Conta-se que, numa pequena cidade da Grécia, vivia um famoso sábio que conhecia as respostas a todas as perguntas que lhe eram feitas. Um dia, um jovem estudante, conversando com seus amigos, disse que pretendia desafiar o sábio e iria enganá-lo. Disse que faria o seguinte: Vou apanhar um passarinho e o levarei escondido em minha mão até o sábio. Então vou perguntar a ele se o passarinho está vivo ou morto. Se ele disser que está vivo, esmago o passarinho e o mato, deixando-o cair no chão. Se ele disser que está morto, abro a mão e o deixarei voar na frente de todas as pessoas. E assim fez.
O jovem aproximou-se do sábio com o passarinho na sua mão e perguntou: Sábio, o passarinho em minha mão está vivo ou morto? O sábio, por sua vez, olhou para o rapaz e, calmamente disse: Meu jovem, a resposta está em suas mãos. Você me perguntou se o passarinho está vivo ou morto, mas isso é algo que depende unicamente de você.” (Fonte: 100 estórias de vida e sabedoria, de Osvino Toillier).
Nós temos a oportunidade de escolher. Deus, em Cristo, salvou a nossa vida e nos tornou livres. Nesta liberdade, inspirados pelo profeta Amós, saibamos escolher o bem e não mal. Vamos mudar nossa vida de maneira radical. Deus nos chama para uma nova realidade. Busquemos a Deus a vivamos bem a nossa vida. Amém!

CONFISSÃO DE FÉ
Olhando para a cruz de Cristo, símbolo central de nossa fé. Confessemos: Creio em Deus Pai, ...

HINO (recolhimento das ofertas)
Nº 03 - ENE – Erguei os arcos triunfais


LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

CANTO FINAL
Nº 21- ENE – Quero ir com os pastores

ORAÇÃO GERAL DA IGREJA
Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________
Deus bondoso e querido, te pedimos, ouve nossa oração e atende nossa súplica. Intercedemos por todas as autoridades, para que suas decisões sejam orientadas pela tua justiça e seu empenho esteja voltado para projetos que promovem a vida. Intercedemos, nosso Deus, pelos lugares em que reina a corrupção e a sede de proveito particular, para que neste tempo de Advento o Espírito Santo transforme os corações das pessoas que praticam a corrupção e elas se orientem pela tua verdade.
Intercedemos, nosso Deus, pelas pessoas, grupos e organizações que são ameaçadas e perseguidas porque se empenham por projetos que promovem a dignidade humana, que anunciam um novo tempo de paz. Intercedemos, nosso Deus, por tua Igreja, para que, com voz profética, se empenhe em defesa da vida. Intercedemos, Deus Emanuel, pelas pessoas que sofrem, pelas que já fraquejaram e desesperaram, pelas famílias enlutadas, pelos doentes, para que neste de tempo de Advento também elas encontrem novo alento e a ação da Igreja se transforme em apoio concreto para afastar o medo.
Ouve, Senhor, nossa oração e acolhe nossa súplica, por Cristo, nosso Senhor, que nos ensinou a orar, dizendo:
PAI NOSSO
Pai nosso ...

BÊNÇÃO
Que o Senhor te abençoe e te guarde;
Que o Senhor te acompanhe ao partires deste culto;
Que o Senhor vá à tua frente para iluminar teu o caminho;
Que o Senhor caminhe ao teu lado para ser sempre teu amigo;
Que o Senhor vá atrás de ti para proteger-te de qualquer dano;
Que os braços carinhosos de Deus estejam debaixo de ti
para te sustentar quando o caminho for difícil e estiveres muito cansado;
Que o Senhor que esteja sobre ti para te cuidar, a ti e todos os que amas.
E, sobretudo, que o Senhor Teu Deus viva em teu coração e abençoe hoje e sempre.
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!

ENVIO
L.: Irmãos e irmãs, vamos todos na companhia do Deus Emanuel, o Deus Conosco. Vamos em paz e sirvamos ao Senhor com alegria.
C. Demos graças a Deus.


Autor(a): P. Marcelo Peter
Âmbito: IECLB / Sinodo: Amazônia
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Natal
Natureza do Domingo: Advento
Perfil do Domingo: 1º Domingo de Advento
Testamento: Antigo / Livro: Amós / Capitulo: 5 / Versículo Inicial: 6 / Versículo Final: 15
Título da publicação: Caderno de Celebrações 2015 - 2016 / Editora: Sínodo da Amazônia / Ano: 2015 / Volume: I
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 31570

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

A Bíblia é uma erva: quanto mais se manuseia, mais perfume ela exala.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Cristãos autênticos são os que trazem a vida e o nome de Cristo para dentro da sua vida, pois o sofrimento de Cristo não deve ser tratado com palavras e aparências, mas com a vida e com a verdade.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br