Sínodo da Amazônia



Avenida Paraná , 431 - Novo Horizonte
CEP 76962-053 - Cacoal /RO - Brasil
Telefone(s): (69) 9845-48890 | (69) 8454-8890
sinododamazonia@gmail.com
ID: 8

Hebreus 13.1-8;15-16

Caderno de Celebrações 2019 - Sínodo da Amazônia

01/09/2019

LITUGIA DE CULTO 12º DOMINGO APÓS PENTECOSTES – 01.09.2019
PREDICA: HEBREUS 13.1-8, 15-16,
LEITURAS: PROVÉRBIOS 25.6-7, LUCAS 14.1,7-14
DIÁCONO LINTON CARLOS FRUHAUF

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
Que acolher a todos/as presentes neste Culto que celebramos hoje ao Senhor. Sejam todos/as bem vindos/as a Casa do Senhor. Aqui nos reunimos porque Deus em sua graça nos chama e nos permite. Deus vem a nós por meio de sua Palavra lema para esta semana, escrita em Jeremias 15.16: “Ó Senhor, eu sou teu, e por isso as tuas palavras encheram o meu coração de alegria e de felicidade.” Aqui nos encontramos como seus filhos/as pelo batismo, para que a sua palavra nos preencha, nos anime e nos fortaleça, que pela ação do Espírito Santo em nossa vida demonstremos o seu amor por meio do servir a Jesus Cristo.
Acolhemos aos visitantes desejando que possam sentir-se muito bem entre nós, e que bênção de Deus os acompanhe sempre....

CANTO: ENTRE NÓS ESTÁ – 126 – BEM DE MANHA/ LCI – 625 – BEM DE MANHÃ

SAUDAÇÃO: Iniciamos este Culto em nome de Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo, Amém.

CANTO: ENE – SENHOR SE TU ME CHAMAS/LCI – 320 – SENHOR SE TU ME CHAMAS

CONFISSÃO DE PECADOS: Amado Deus e Pai! Chegamos a Ti na certeza da tua presença neste Culto, sabendo que tu vens a nós, se revela a nós todos os dias. Por isso nosso Pai amado; te agradecemos pela semana abençoada que nos deste, por tuas ricas bênçãos em nossas vidas. Te agradecemos também por nos conduzires em segurança até aqui. Senhor, tu nos conheces desde antes do nosso nascimento, tu és um Deus Onisciente, Onipresente e Todo poderoso. Por isto te confessamos que falhamos contra nosso próximo, cometemos pecados em pensamentos, palavras, ações e omissões. Todos estes pecados nos afastam de nosso próximo, de nossos irmãos e irmãs na fé, e também de Ti. Senhor clamamos arrependidos por misericórdia a Ti, que pelo amor de Jesus Cristo, nos perdoes, nos purifique de todo mal. Pedimos que pela ação do Espírito Santo nos renoves e fortaleça, para que guiados por tua Palavra da Verdade, sejamos pessoas segundo o teu querer. Oramos em nome de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, que vive e reina de eternidade a eternidade. Amém!

Por isto tudo, clamamos a Deus cantando: Perdão Senhor, Senhor Perdão......

ANÚNCIO DO PERDÃO: Assim diz a Palavra de Deus em 1 João 1.8-9: “Se dissermos que não temos pecados, estamos nos enganando, e não há verdade em nós. Mas, se confessarmos os nossos pecados a Deus, ele cumprirá a sua promessa e fará o que é correto: ele perdoará os nossos pecados e nos limpará de toda maldade.” Nessa certeza eu vos anuncio o perdão dos pecados em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!

KYRIE ELEYSON: Reconciliados/as com Cristo, somos chamados/as a clamar pelas dores do mundo. Pelo meio ambiente que sofre com as queimadas. Por nossos irmãos e nossas irmãs na fé estão sofrendo por toda a parte desse mundo. Os motivos são muitos, como a fome, guerra, intolerância, corrupção, escravidão, doenças, e tantos outros males. Irmanados pelo mesmo batismo, clamamos a Deus por todas essas situações e pessoas. Assim, como comunidade cristã, rogamos a Deus cantando: Pelas dores....

CANTO DE SÚPLICA: Pelas Dores
Pelas dores deste mundo, ó Senhor!
Imploramos piedade.
A um só tempo geme a criação.
Teus ouvidos se inclinem ao clamor
Desta gente oprimida.
Apressa-te com a tua salvação! A tua paz, bendita irmanada
Com a justiça
Abrace o mundo inteiro.
Tem compaixão!
O teu poder sustente
O testemunho do teu povo.
Teu Reino venha a nós!
Kyrie eleison!

GLÓRIA IN EXCELSIS: CANTO ENE – 176 – PARA OS MONTES OLHAREI/LCI – 130 – PARA OS MONTES OLHAREI

ORAÇÃO DO DIA: Amado Deus e Pai, oramos a Ti agradecendo pelo perdão a nós dado mesmo sem merecer. Obrigado por este amor tão grande sobre nós. Pedimos agora Senhor, age conosco mais uma vez, pelo Espírito Santo, para que a Tua Palavra se revele a nós como alimento e luz espiritual para nós e nossos caminhos. Seja conosco para que jamais nos desviemos de Ti e de Tua Palavra. Pedimos por isto orando em nome de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, que contigo e com o Espírito Santo vive e reina eternamente! Amém.

LITURGIA DA PALAVRA

1ª LEITURA: PROVÉRBIOS 25.6-7
2ª LEITURA: LUCAS 14.1, 7-14

CANTO DE ACLAMAÇÃO DO EVANGELHO: ALELUIA MILANEZ

PREGAÇÃO: HEBREUS 13.1-8, 15-16

Amada irmã e irmão em Cristo Jesus! Desejo que a graça....

Como agradar a Deus? Será que esta é uma questão que preocupa a muitos? Penso que nossa vida toda deveria ser de agradar a Deus com o que temos, somos e fazemos. Vejamos..... No antigo testamento, temos relatado em Oséias 6.6, uma palavra de Deus por meio do profeta, de que Deus espera que as pessoas o amem, e não ofereçam sacrifícios. A Palavra de Deus diz ainda: “... em vez de trazer ofertas queimadas, eu prefiro que meu povo me obedeça.” Eis uma questão, olhando para o contexto maior do texto de Oséias, que nos é revelado que Israel tinha um amor muito “passageiro como a serração ao nascer do sol, que seca logo de manhã”. Pessoas esquecem facilmente de Deus quando as coisas na vida estão muito bem.
É lendo o texto de Hebreus, que iremos ter clareza hoje de quais são as ações que Deus espera de todos cristãos, seus filhos e filhas amados. Como agradar a Deus? Quem eram os Hebreus? Um povo semita, ou seja, de influência judaica, que havia se estabelecido e habitado no Oriente Médio. O livro Hebreus é uma epístola escrita, dirigida não somente a um pequeno grupo de hebreus convertidos ao cristianismo, mas a todos crentes em cristo, para que não abandonem a fé e retornem ao judaísmo. E por isto são chamados a buscar apenas da sabedoria cristã pela fé em Jesus Cristo.
O pedido para continuidade de amar uns aos outros como irmãs/ãos em Cristo no v.1, nos revela o primeiro ponto que quero destacar aqui, que este era um chamado, uma exortação para uma nova forma de vida, da prática de amor, de solidariedade entre as pessoas, de forma concreta. Mas não só isto, como segundo ponto temos o chamado à hospitalidade, os cristãos são chamados/as a receber bem as visitas, a serem hospitaleiros/as. Como terceiro ponto importante, todos são chamados/as ao servir, ao serviço cristão, à Diaconia de Jesus, a lembrar das pessoas que sofrem, a se importar com elas, àquelas que estão presas, como se estivessem sofrendo com elas. Nos revela assim, um pouco da realidade vivida, tanto socialmente, como em sua realidade mais íntima, nas suas casas. Como quarto ponto importante, destaco sobre o respeito no relacionamento conjugal, sobre a fidelidade, quando todos são alertados para o julgamento de Deus com os imorais. Aqui entra também o chamado de atenção para o apego, o amor ao dinheiro. O chamado é para a satisfação apenas com o que se possui, tendo como base a presença constante de Deus, firmada no anúncio ao Povo de Deus feito já por Moisés em Deuteronômio 31.6,8.
O chamado, a exortação à mudança de vida não ficou apenas no ideário das pessoas, mas também no buscar e visualizar os exemplos de suas lideranças espirituais, que de forma prática viveram, para imitar-lhes a fé, pois a base destas lideranças era unicamente a Cristo, no ontem, no hoje e para sempre.
Com a morte de Cristo, como último sacrifício, não são mais necessárias a lei dos sacrifícios de animais pelos pecados, pois Jesus Cristo morreu por todos pecados. Tirando o que impedia o acesso a Deus.
Em virtude disso, o texto desta carta aos Hebreus, capítulo 13. 15 e 16, nos alerta que o único sacrifício, por meio da fé que agrada a Deus é o oferecimento de louvor, a oferta de lábios que confessam a sua fé nele. A fé, unicamente a fé, que leva a fazer o bem ajudando sempre uns aos outros. São estes sacrifícios que agradam a Deus. Esta seria a nova prática cristã para deixar de lado a tentação do retorno à escravidão da lei judaica.
Amadas/os no Senhor! A realidade em que vivemos nos dias atuais, demonstra também a tentação de cair no legalismo, como fuga a nova vida a partir da fé em Cristo. Desta forma se torna claro a constante necessidade de se fazer o bem aos que mais necessitam. Mesmo vivendo em um mundo “globalizado”, que por meio de suas “mídias” abre o acesso a informação, há pessoas necessitadas, insatisfeitas, doentes, clamando por um gesto de amor cristão. Esta realidade também deixa transparecer “aproveitadores” da fé alheia para obter lucro financeiro, benefícios, vantagens pessoais, ludibriando pessoas que colocam seus dons, tempo e talentos por meio da Fé, Gratidão e Compromisso a serviço da Obra de Cristo, a sua Igreja.
Como agradar a Deus nesta realidade em que vivemos?
Retornamos ao ponto um em destaque neste texto de Hebreus, à nova forma de vida que a fé em Cristo dá. Quando isto acontece, Deus capacita ao que chama, dando-lhe também o discernimento necessário no ótimo “Bom Censo” que Cristo tinha ao perguntar aos mais necessitados, doentes, acamados, presos pelo pecado: “O que queres que eu te faça?”. Aqui entra a busca pela sabedoria de Cristo, que aponta para a solidariedade, a partilha, o caminhar lado a lado, pois também prometeu, “Porque, onde dois ou três estão juntos em meu nome, eu estou ali com eles” (Mateus 18.20) ou “eu estou com vocês todos os dias, até o fim dos tempos.” (Mateus 28.20c). Aqui está o chamado à hospitalidade, que significa o acolhimento, e fazendo uso dos mais diferentes dons e talentos, há o encaminhamento para as ações de amor em favor da vida, da qual toda comunidade cristã é vocacionada à prática no serviço cristão, desvinculado do “toma lá dá cá”. Nesta prática do amor cristão encontramos a Diaconia de Jesus, que visa muito mais do que o bem estar físico, mas também o bem estar integral, que envolve a saúde espiritual, emocional, psicológica e social. Deus, por isto enviou o Espírito Santo, que desperta a sabedoria cristã, que faz enxergar além do que se vê, que promove ações além do bem estar social, tão necessário na busca de vida digna para todas as pessoas. A realidade contida no texto de Hebreus demonstra que, também nos dias de hoje há o abandono da fé cristã para o seguimento de “outros deuses”. Entre eles, é possível novamente citar o lucro a qualquer preço, onde o que importa é somente o “deus” dinheiro. Gasta-se a metade ou mais da vida na busca de enriquecimento, sem pensar no bem físico, na saúde familiar, lazer, para depois gastar toda riqueza na busca por saúde. O verdadeiro sentido da vida deveria estar no encontro pessoal e íntimo com Cristo, o Sumo Sacerdote, aquele que veio para servir e não para ser servido. Esta palavra de Hebreus desperta em nós o evangelho, a boa nova que chama a prática cristã, pois Cristo tirou o pecado que nos separava de Deus desde o pecado de Adão e Eva. Nisto está a fidelidade unicamente a Deus por meio de Cristo Jesus, que dá sentido pela ação do Espírito Santo, que traz a motivação da fé que se torna, em função desta alegria de pertencer a Cisto, em serviço cristão, dando entendimento e atendimento ao que Jesus Cristo ensina em Mateus 25.31-46, com destaque aos v.35 e 36: “Pois eu estava com fome, e vocês me deram comida, estava com sede e me deram água. Era estrangeiro, e me receberam em sua casa. Estava sem roupa, e me vestiram, estava doente, e cuidaram de mim. Estava na cadeia, e foram me visitar.”
Assim, Cristo nos chama ao serviço cristão, a nos tornarmos seus instrumentos, usando o que temos de melhor, independente da época histórica em que vivemos, a nossa vida com tudo o que temos e somos. Como agradar a Deus? Encontramos resposta na nova vida que assumimos com nossa volta a Cristo, servindo – o em alegria, pois Cristo nos libertou da lei do judaísmo para o evangelho do amor, por ter dado a sua vida pelo perdão de todos, para assim podermos nos achegar a Deus servindo – o com alegria, usando os mais diferentes dons e talentos que nos deu, unicamente para que mais pessoas possam conhecê-lo e aceitá-lo como único Senhor e Salvador. Para a Glória de Deus, louvá-lo como oferta em gratidão por seus grandes feitos pois Cristo é o mesmo ontem, hoje e sempre.
Nosso desafio enquanto comunidade de irmãs/ao em Cristo é servi-lo em alegria e gratidão, usando para isto, nossa fé, gratidão e compromisso, para colocar sinais de seu reino entre nós, enquanto aguardamos o Reino Eterno de Deus que virá com a volta de Cristo.
Que a paz de Deus, que excedo todo entendimento, guarde nossos corações e mentes em Cristo Jesus! Amém.

CONFISSÃO DE FÉ: Em resposta a palavra que acabamos de ouvir na Pregação, e motivados pelo Deus que veio em Jesus Cristo para servir e não ser servido, em amor a ele, unidos aos Cristão em nosso país e no mundo, confessamos a nossa fé com as palavras do Credo Apostólico: Creio em Deus Pai......

CANTO PARA RECOLHIMENTO DAS OFERTAS: ENE – 87 – TE OFERTAMOS NOSSOS DONS/ LCI – 217 – TE OFERTAMOS NOSSOS DONS

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO: Amados Deus e Pai, mais uma vez te rendemos graças, pois pelo batismo somos unidos a ti somente. Neste batismo somos unidos/as com mais irmãs/aos na fé. Pedimos Senhor, neste momento de oração de intercessão, olhe por nós e pelos pedidos que trazemos a Ti. Queremos pedir pelos enfermos, ..... que tud possas conceder saúde novamente a eles. Abençoa aqueles que cuidam deles, principalmente a equipe médica e familiares, para que encontrem forças, coragem e fé. Mas queremos também pedir com coragem, que seja feita a tua vontade com eles. Olha por aqueles que estão em casa acamados ou se recuperando, por aqueles que estão em hospitais, pelos presos, pelos injustiçados. Olha Senhor também por nossa casa, nosso lar, que seja um lar de muitas bênçãos, pelos filhos/as, pela família, pelo trabalho do qual tiramos o sustento de nossas vidas. Pedimos também por nossa comunidade, pelas lideranças, pelo presbitério, que sempre encontrem aumentada a fé, as forças para te servir em alegria pelos dons e talentos que nos deste. Pedimos por nossa Paróquia, pelo presbitério, por nossa igreja e sua presidência. Olha Senhor para os governantes, tanto em nossa cidade como em nosso país, para que possam governar com justiça, para que os menos favorecidos também sejam atendidos, que possamos cuidar da natureza e do meio ambiente em que vivemos para preservá-lo mais e melhor. Por tudo o mais que não expressamos em palavras, elevamos a ti, nos unindo em uma só fé, em uma só voz e em uma só oração, A Oração do Pai Nosso: Pai Nosso que estás....

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS GERAIS E COMUNITÁRIOS: ...

Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
A Oferta atual destina-se para:.....
A Oferta do último Culto: R$ _________ - destinada para ...
Demais avisos:......

BÊNÇÃO: Que o Senhor te abençoe e te guarde,
Que o Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti,
Que o Senhor tenha misericórdia de ti,
Que o Senhor sobre ti levante o seu rosto e te de a Paz.
Seja abençoado/a em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, Amém!

ENVIO: Vá em paz e sirva ao Senhor com alegria! Demos graças a Deus....
CANTO FINAL: ENE – 224 –Abençoa Senhor/LCI –171 – Ontem Hoje e para Sempre
 


Autor(a): Diácono Linton Carlos Frühauf
Âmbito: IECLB / Sinodo: Amazônia
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Tempo Comum
Natureza do Domingo: Pentecostes
Perfil do Domingo: 12º Domingo após Pentecostes
Testamento: Novo / Livro: Hebreus / Capitulo: 13 / Versículo Inicial: 1 / Versículo Final: 8
Título da publicação: Caderno de Celebrações - Sínodo da Amazônia / Ano: 2019
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 53016

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Não sei por quais caminhos Deus me conduz, mas conheço bem o meu guia.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Deve-se orar de forma breve, mas seguidamente e com convicção.
Martim Lutero
© Copyright 2022 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br