Celebração


ID: 2651

Mensagem da Presidência - Páscoa 2016

27/03/2016

MENSAGEM DA PRESIDÊNCIA – PÁSCOA 2016

Estimados irmãos e estimadas irmãs da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil!

Pela graça de Deus, [somos] livres para cuidar. A salvação, as pessoas e a natureza não estão à venda, por isso busquemos o bem e não o mal.

Esta é a convicção que move a Comunidade cristã! Vivemos da graça de Deus e a graça de Deus nos remete à Páscoa. A Páscoa nos remete à história do Deus Conosco, que rompe com o círculo vicioso da morte, do mal, que rompe com as nossas próprias amarras e nos possibilita vislumbrar um novo horizonte! Na Páscoa, a esperança brotou com força redobrada e se traduziu em compromisso com a vida, com o bem! Este é o desafio posto!

Neste ano, a IECLB participou da Campanha da Fraternidade Ecumênica. O tema foi Casa comum, nossa responsabilidade. O objetivo principal da Campanha era alertar para a questão do saneamento básico, da saúde integral. A Campanha convidou para nos perguntarmos pela nossa qualidade de vida, como cuidamos do lixo e do esgoto que produzimos e de que forma nos envolvemos nas ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor do zika vírus. A Campanha insistiu: Como cuidamos da nossa casa comum?

Por que destaco a Campanha da Fraternidade Ecumênica? Porque ela nos mostrou que o diálogo e a ação conjunta entre Igrejas e religiões são necessários e possíveis. Que podemos, sim, caminhar na contramão da competição e da intolerância religiosas e promover o bem, o bem comum. Que podemos contribuir com as nossas capacidades para a promoção da boa convivência, da justiça, da paz e do cuidado com a Casa Comum, o nosso planeta Terra. Todos são pequenos gestos que potencializam a vida, o bem!

Gestos como o de Éderson, cuja história li recentemente. Ele mora em uma pequena Comunidade do interior. O que ele faz? Leva pessoas para a capital para as consultas médicas! Detalhe: ele acompanha estas pessoas nas consultas fazendo perguntas sobre o que precisa ser encaminhado.

Em uma destas visitas, o Médico perguntou para Éderson quem ele era e se tinha um cargo na Prefeitura, ao que ele respondeu: Ah, Doutor, a gente mora em uma biboca onde todo mundo se conhece e esta minha gente, além de muito burra, ainda fala tão mal a língua “de vocês”, que quase ninguém entende. Se não ajudo, eles não têm a quem recorrer.

Ao ser perguntado sobre o que ganhava com isto, respondeu: Às vezes, eles fazem um churrasco pra mim no salão da igrejinha, mas eu nunca peço nada pra mim. Mentira, digo sempre que marquem as consultas para sexta-feira, que é o dia que atrapalha menos o meu trabalho na roça!.

O bem que se traduz em solidariedade, no prazer de ajudar, que não se curva diante da indiferença que hoje grassa as nossas vidas!
(J.J. Camargo, Quando a solidariedade basta. Zero Hora, 5 e 6 de março de 2016, Caderno Vida, página 2).

São ações assim que fazem o contraponto ao mal que mostra o seu rosto em nosso cotidiano, marcado pela violência, pela corrupção, pela incapacidade de estabelecermos diálogos, pela tendência de querermos impor sempre e apenas as nossas vontades e verdades. A Campanha da Fraternidade mostrou que é possível reconhecer erros, fazer autocrítica, que é necessário parar de pensar que há soluções fáceis, que precisamos sair da polarização irresponsável, seja ela religiosa ou política. Tudo isto mata a esperança! Fragiliza! Tudo isto são forças que não deixam a vida florescer. São manifestações que dificultam a vida e promovem o mal em detrimento do bem.

A celebração da Páscoa vem a ser um raio de esperança no atual contexto em que vivemos! Sim, pois o lema bíblico do Domingo de Páscoa deste ano, uma palavra do apóstolo Paulo, diz: “Sabemos que Cristo foi ressuscitado e nunca mais morrerá, pois a morte não tem mais poder sobre ele” (Romanos 6.9).

No embate entre a morte e a vida, a mensagem cristã traz esperança. Jesus ressuscitou! A morte não tem mais a última palavra. Cristo foi ressuscitado, anuncia Paulo.

Firmados nessa fé e com essa esperança, a Páscoa nos impulsiona a ouvir com atenção o que diz o Lema da IECLB em 2016, segundo palavras do profeta Amós 5.14a: Buscai o bem e não o mal. Buscai a vida e evitai a morte.

Celebremos a Páscoa! Fortaleçamos a esperança de que os sinais de vida resistem teimosamente em meio a tudo que causa morte. É Páscoa! Feliz Páscoa!

Pastor Nestor Friedrich
Pastor Presidente da IECLB

Porto Alegre, 27 de março de 2016
 


Autor(a): Nestor Paulo Friedrich
Âmbito: IECLB
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo da Páscoa
Natureza do Texto: Manifestação
Perfil do Texto: Mensagem
ID: 37223
MÍDIATECA

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Um cristão não pode ser ofendido a tal ponto que não possa mais perdoar.
Martim Lutero
REDE DE RECURSOS
+
É dever de pai e mãe ensinar os filhos, as filhas e guiá-los, guiá-las a Deus, não segundo a sua própria imaginação ou devoção, mas conforme o mandamento de Deus.
Martim Lutero
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br