Culto e Liturgia



ID: 2653

Culto de Batismo - forma ampla

Modelo litúrgico

Esta liturgia contém a ordem completa de um culto especial de batismo. Trata-se de uma liturgia-modelo de forma ampla. Ela não só traz todos os elementos imprescindíveis e úteis que podem entrar numa liturgia de batismo, mas apresenta cada um deles numa versão bastante elaborada. Para não se ter um culto excessivamente prolongado, será preciso, como é de praxe no fazer litúrgico da IECLB, moldá-la (isto é, abreviar ou alterá-la) conforme as circunstâncias.

Dois requisitos são necessários para se moldar uma liturgia: a) conhecer os elementos imprescindíveis e os elementos úteis que a compõem; b) conhecer as regras de combinação desses elementos. Podem ser encarados como elementos imprescindíveis da liturgia de batismo: a apresentação das pessoas a serem batizadas, o compromisso de pais e mães, padrinhos e madrinhas, e comunidade, orações pelas pessoas batizadas, a oração das águas, a renúncia e profissão de fé, o ato batismal, a imposição das mãos e o ato de selar, a recepção pela comunidade. As regras de combinação desses elementos devem ter sido trabalhadas na formação litúrgica das equipes de liturgia ou de quem preside uma liturgia batismal. Para a moldagem podem ser utilizadas as sugestões e alternativas oferecidas nas demais liturgias e na secção Recursos litúrgicos.

Na formulação desta liturgia procuramos evitar malabarismos lingüísticos na formulação de perguntas e respostas. Para tanto, quando se trata de um batismo de crianças, pressupomos que há mais de uma a ser batizada, que há padrinhos e madrinhas e que o pai e a mãe estejam presentes. Também pressupomos a presença de mais de um candidato, quando se trata de batismo de pessoas que podem responder por si próprias. Quem preside a liturgia não terá dificuldade em fazer as adaptações necessárias quando a situação for outra (p.ex.: apenas uma criança ou só o pai ou a mãe presente). Hinos e cantos litúrgicos são mencionados apenas em certos lugares. Naturalmente, podem ser utilizados com maior freqüência, sempre que conveniente.

O rito aqui proposto é suficientemente flexível para ser utilizado tanto para o batismo de adultos, quanto para o de crianças. sobre Um só rito para adultos e crianças.) Os cultos de batismo acontecerão, preferencialmente, em datas especiais, poucas vezes por ano.

Além da liturgia batismal em forma ampla para um culto especial de batismo, serão apresentadas: uma liturgia batismal em forma breve para um culto especial de batismo e uma liturgia batismal a ser inserida num culto regular da comunidade.

Este culto especial de batismo é, ao mesmo tempo, uma recordação do batismo de toda a comunidade presente.

Nas comunidades que têm por costume celebrar o tríduo pascal ou, pelo menos, a vigília pascal, o círio pascal estará colocado, aceso, junto à fonte batismal, quando iniciar o culto, ou será trazido à fonte batismal, aceso, junto com a procissão batismal.

LITURGIA DE ENTRADA

(De pé)
CANTO DE ENTRADA
Durante o canto de entrada, a comunidade se coloca de pé para saudar o grupo batismal que entra em procissão.

PROCISSÃO BATISMAL
L recebe à porta da igreja o grupo batismal (formado pelas pessoas a serem batizadas, padrinhos e madrinhas, os pais e as mães) e o conduz em procissão até a frente da comunidade onde toma assento em lugar especialmente reservado. Podem entrar junto com o grupo batismal: presbíteros e presbíteras que levam o círio pascal (e o colocam junto à fonte batismal) e a equipe batismal (formada pelas pessoas que colaboram na pastoral do batismo).

ACOLHIDA
A formulação que segue apenas indica uma sugestão. Normalmente, a acolhida trará conteúdos semelhantes em formulação livre.

L Como é bom e agradável viverem unidas as pessoas que se sabem irmãs na fé em Deus (Sl 133). Como é bom podermos nos congregar para celebrar culto ao nosso Deus. Trazemos junto nossas esperanças, nossas alegrias, nossas incertezas, nossas orações. E confiamos que temos um encontro com nosso Deus aqui, neste culto. Sejam todos e todas bem-vindas e bem-vindos à casa de Deus. Hoje é um dia de festa: receberemos mais ............ (número) pessoas pelo batismo nesta comunidade cris68 tã. Isso é motivo de muita alegria. Desejamos que todas as pessoas sintam-se bem na casa de Deus.

SAUDAÇÃO
L Graça a vocês e paz da parte de Deus nosso Pai e do Senhor
Jesus Cristo (Rm 1.7).
C Amém.
L Há somente um corpo e um Espírito.
C Fomos chamados numa só esperança da nossa vocação.
L Há um só Senhor, uma só fé, um só batismo.
C Um só Deus e Pai de todas as pessoas. (Ef 4.4-6)

CONFISSÃO DE PECADOS
A confissão de pecados não é imprescindível e raramente aparece nas liturgias batismais das diversas tradições. No entanto, esta ou outra confissão de pecados mais breve mas de caráter semelhante pode ser bastante significativa, especialmente em vista da recordação do batismo das pessoas já batizadas.

L Vamos chegar-nos a Deus e confessar-lhe os nossos pecados: Deus bondoso, no nosso batismo fomos libertados do pecado e da morte e recebemos participação na nova vida em Cristo. E a cada novo batismo, aqui nesta comunidade, somos lembrados desse teu imenso ato de amor. Mas nós incessantemente deixamos de cumprir o compromisso que assumimos contigo no batismo. Afastamo-nos da tua vontade, em pensamentos, palavras e ações. É o que te confessamos, cada qual, em silêncio.
Silêncio
Por isso, suplicamos humildemente:
C (canta) Perdão, Senhor, perdão (Ou outro cântico breve de confissão de pecados.).

L Senhor, no batismo tu nos chamaste para uma vida radicalmente nova de igualdade, paz e justiça entre todas as pessoas. Mas nós constantemente recaímos na vida antiga. Quantas vezes permitimos ou até estimulamos a inimizade, o ódio e a exploração entre nós e ao nosso redor. Quantas vezes abusamos da terra que nos deste como morada e nos colocamos contra tua criação.
É o que te confessamos, cada qual, em silêncio.
Silêncio
Por isso, suplicamos humildemente:
C (canta) Perdão, Senhor, perdão.

L Senhor, no batismo tu nos incluíste na comunhão de todas as pessoas que confessam teu nome. Mas nós toleramos ou até fomentamos a discórdia e a divisão dentro da tua comunidade e dentro da tua igreja.
É o que te confessamos, cada qual, em silêncio.
Silêncio
Por isso, suplicamos humildemente:
C (canta) Perdão, Senhor, perdão.

L Senhor, no batismo nos deste o teu Santo Espírito para nos orientar. Mas nós constantemente preferimos sentir-nos autosuficientes e vamos atrás dos nossos próprios caminhos, ignorando e até desprezando tua orientação.
É o que te confessamos, cada qual, em silêncio.
Silêncio
Por isso, suplicamos humildemente:
C (canta) Perdão, Senhor, perdão.

L Ó Deus, em tua bondade, perdoa-nos! Lembra das promessas que tu fizeste no nosso batismo. Liberta-nos de tudo que nos escraviza e desvia de ti, de tudo que nos impede de vivermos o nosso batismo. Por Jesus Cristo, teu Filho amado.
C Amém.

ANÚNCIO DA GRAÇA
L Irmãs e irmãos, “se confessarmos os nossos pecados, Deus é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça” (1Jo 1.9). “Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores”, e assim nos reconciliou com Deus (Rm 5.8-10). Por isso, quando a consciência do nosso pecado nos atormenta, podemos encontrar refúgio na certeza de que a fidelidade de Deus é maior que as nossas falhas e transgressões.
C Amém.

ORAÇÃO DO DIA
L Oremos: Deus Eterno, Tu que pelo batismo nos deste parte na morte e ressurreição de teu Filho, renova-nos diariamente pelo teu Espírito, para que permaneçamos fiéis a ti e expressemos nossa fé em atos de amor e serviço para com as pessoas que colocaste ao nosso lado. É o que te pedimos por Jesus Cristo, teu Filho, que contigo e com o Espírito Santo, vive e reina para sempre.
C Amém.
(Sentar)

CANTO COMUNITÁRIO
 

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS

L Pelas Sagradas Escrituras ficamos sabendo o que Deus nos presenteou no batismo. Ouçamos ...

Do Antigo Testamento ou das epístolas podem ser lidas uma ou duas leituras, acompanhada(s) de brevíssima introdução ou comentário. Sugestões: Dt 30.15- 20a; Sl 139.1-18, 23-24; Is 43.1-3a; 55.1-7; Jr 31.31-34; Ez 36.24-28; At 2.37- 42; 8.26-39; 16.25-34; Rm 6.3-11; 8.11-17; 8.23-33; 8.38-39; Gl 3.26-29; Ef 4.1-6; Cl 1.12-14; 3.9b-17; Tt 3.4-7; 1Pe 1.3-9; 2.4-10. A(s) leitura(s) pode(m) ser proferida(s) por alguém dentre padrinhos, madrinhas, pais e mães das pessoas a serem batizadas. Havendo duas leituras, pode-se cantar um cântico intermediário adequado entre elas.

ACLAMAÇÃO DO EVANGELHO
L Exaltemos o evangelho, cantando:
(De pé)

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
Canta-se um aleluia ou outro canto de exaltação do evangelho, condizente com a época do ano eclesiástico.

LEITURA DO EVANGELHO
L O santo evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo, segundo ...,no capítulo ... : ...
Sugestões: Mt 3.13-17; 11.24-30; 18.1-5,10; Mc 1.9-11; Jo 3.1-8; 4.5-14; 6.44-47; 15.1-11. A leitura do evangelho é concluída com:
Palavra do Senhor!
C (canta) Louvado sejas, Cristo!
(Sentar)

ALOCUÇÃO BATISMAL

CANTO COMUNITÁRIO BATISMAL
Durante o canto, o grupo batismal se aproxima da fonte batismal. É importante que a comunidade possa ver plenamente todo o transcurso da liturgia do batismo. Se a pia batismal for de pequena dimensão, a água pode ter sido trazida num jarro por alguém do presbitério ou da família, junto com a procissão batismal, e é derramada agora na pia. (Cuide-se para que, em seguida, a jarra não seja colocada sobre o altar.) Se a fonte batismal for de maiores dimensões, o que seria desejável, deve ser enchida de água antes do culto.

LITURGIA DO BATISMO

APRESENTAÇÃO
Neste elemento litúrgico as pessoas candidatas ao batismo são apresentadas à comunidade e confirmam seu desejo de serem batizadas. Quem preside optará, de caso a caso, por uma das duas formas: A – para pessoas que possam responder por si próprias; B – para crianças que não podem responder por si.

L Comunidade de Jesus Cristo, nós batizamos as pessoas que Deus chamou para serem seus filhos e suas filhas, porque nos dispomos a obedecer a um desígnio seu e porque confiamos nas suas promessas. Agora serão apresentadas à comunidade as pessoas que estão aqui para receberem o batismo. Quem apresenta essas pessoas?

A – Pessoas que podem responder por si próprias

Cada candidato(a) é apresentado(a) individualmente por alguém do presbitério e responde à pergunta de L em separado.

Uma pessoa do presbitério Eu apresento N.N. para receber de Deus o batismo.
L N.N. você deseja ser batizado(a)?
Candidato(a) Sim.

B – Pessoas que não podem responder por si próprias

Cada criança é apresentada individualmente por alguém do presbitério. A pergunta aos pais e a respectiva resposta também ocorrem individualmente. Uma pessoa do presbitério Eu apresento N.N. para receber de Deus o batismo.
72
L (dirigindo-se aos pais) Vocês desejam que N.N. seja batizado(a)?
Pai(s) ou mãe Sim.

COMPROMISSO
Trata-se do compromisso de pais e mães (no caso de pessoas que não podem responder por si próprias), de padrinhos e madrinhas, e da comunidade.

A

L (dirigindo-se a padrinhos e madrinhas) Vocês prometem, através do seu exemplo e das suas orações, ajudar e encorajar N. e N. (...) a viver sua fé com toda fidelidade? Se vocês estão dispostos a assumir esse compromisso, respondam: Sim, com o auxílio de Deus. Padrinhos e madrinhas Sim, com o auxílio de Deus.

B

L (dirigindo-se aos pais) Prezados pais! Todos nós recebemos nossa vida de Deus. Assim recebam também vocês seus(suas) filhos(as) como um presente do Criador. É através do amor de vocês que estas crianças aprenderão a confiar no amor de Deus. O amor de Cristo é ainda maior do que o nosso amor. Por isso, cabe a vocês conduzir seus(suas) filhos(as) à fé em Jesus Cristo e ensiná-los(as) a orar. Se vocês estão dispostos a assumir esse compromisso, respondam: Sim, como o auxílio de Deus.( Adaptado de VEREINIGTE EVANGELISCH-LUTHERISCHE KIRCHE DEUTSCHLANDS. Agende für Evangelisch-lutherische Kirchen und Gemeinden, Band III: Die Amtshandlungen, Teil 1: Die Taufe. Hannover: Lutherisches Verlagshaus, 1988).

Pais Sim, com o auxílio de Deus.
L (dirigindo-se a padrinhos e madrinhas) E vocês, madrinhas e padrinhos, juntamente com os pais, apresentaram estas crianças para serem batizadas. Com isso, vocês estão assumindo, com os pais, o compromisso de conduzi-las à fé. Para tanto, vocês devem trazê-las fielmente à casa de Deus, ensinar-lhes o Pai-nosso, o Credo e os Dez mandamentos, colocar em suas mãos as Sagradas Escrituras e fazer todo o possível para que elas sejam instruídas na fé cristã, a fim de que possam viver o seu batismo no dia-a-dia. Se vocês estão dispostos a assumir esse compromisso, respondam: Sim, com o auxílio de Deus.

Padrinhos e madrinhas Sim, com o auxílio de Deus.

L (dirigindo-se à comunidade) E vocês, comunidade cristã, membros da igreja de Jesus Cristo, vocês prometem orientar e sustentar N. e N., através de suas palavras e dos seus atos, para que sigam a Jesus Cristo e se tornem membros fiéis de sua Igreja? Se vocês estão dispostos e dispostas a assumir esse compromisso, respondam: Sim, com o auxílio de Deus.
C Sim, com o auxílio de Deus.

CANTO COMUNITÁRIO

CONVITE À COMUNIDADE PARA RECORDAR O SEU BATISMO
L (dirigindo-se à comunidade) Irmãs e irmãos em Cristo, eu pergunto a vocês: Ao celebrarmos agora o sacramento do batismo, vocês querem recordar com alegria e confiança o presente que também vocês receberam e as promessas que também vocês empenharam no seu próprio batismo? [ou: Ao celebrarmos agora o sacramento do batismo, vamos recordar com alegria e confiança o presente que também nós recebemos e as promessas que também nós empenhamos no nosso próprio batismo?]
C Sim, queremos recordar o presente e as promessas do nosso próprio batismo.

SENTENÇAS BÍBLICAS E ANAMNESE BATISMAL
L Ouçam o que nos dizem as Sagradas Escrituras a respeito do
batismo:
Leitor(a) No Evangelho segundo Mateus, capítulo 28, lemos: Jesus Cristo disse: Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide, portanto, fazei discípulos e discípulas de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as cousas que vos tenho ordenado e eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século. (v. 18-20)

Leitor(a) E na Carta de Paulo aos Romanos, capítulo 6 (Em lugar de Rm 6.3-4 podem ser lidas as seguintes perícopes: Ef 4.4-6; Gl 3.27-28 ou 1Pe 2.9), lemos: (…) porventura, ignorais que todos os que foram batizados em Cristo Jesus, foram batizados na sua morte? Fo- mos, pois, sepultados com ele na morte pelo batismo; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos pela glória do Pai, assim também andemos nós em novidade de vida. (v. 3 e 4)

Pelo batismo Deus recebeu a nós todos e todas e nos converteu em membros de sua Igreja. Na comunidade do povo de Deus, aprendemos por meio da sua Palavra o propósito amoroso de Deus para conosco. Fomos alimentados e alimentadas na mesa da ceia do Senhor, fomos chamados e chamadas a ser testemunhas do evangelho de Jesus Cristo no mundo em que vivemos. E o mesmo acontecerá pelo sacramento do batismo com as pessoas que agora serão batizadas.
(De pé)

ORAÇÃO DAS ÁGUAS
A oração das águas também pode ocorrer entre a profissão de fé e o ato batismal.
L O Senhor esteja com vocês.
C E também com você.
L Demos graças ao Senhor, nosso Deus.
C É digno e justo dar-lhe graças e louvor.
L Oremos: Bendito sejas, Senhor, Deus do universo, Criador de céu e terra, pela dádiva da água, com a qual vens sustentando a tua criação.

Já na origem do universo, teu Espírito pairava sobre as águas para que viessem a gerar vida. Nas águas do Dilúvio, um mundo corrompido foi por ti, então, destruído. Nas águas do mar Vermelho, afogaste um opressor, conduzindo pelas mesmas teu povo, a pé enxuto, livre da escravidão. Nas águas do Jordão, pelo batismo de teu Filho, o Verbo encarnado, consagraste todas as águas para nossa salvação.

Envia agora o teu Espírito e, através do banho regenerador desta água, concede nova vida a N. e N., para que, morrendo e ressuscitando em Cristo, te sirvam no povo da nova e eterna aliança. Por ele, teu Filho, Jesus Cristo, no Espírito Santo, sejam dadas a ti, Pai todo-poderoso, toda honra e toda glória, agora e para sempre.
C Amém.

RENÚNCIA E ADESÃO
L E agora eu me dirijo a todas as pessoas que desejam ser batizadas e que podem responder por si próprias, e aos pais, padrinhos e madrinhas que se responsabilizam pelas crianças que não podem responder por si, e me dirijo também a todas as pessoas da comunidade que desejam recordar o seu batismo. Dirijo-me a cada pessoa e pergunto:

Pergunta Você renuncia ao poder do mal a fim de permanecer sob o senhorio de Jesus Cristo?
Resposta Sim, renuncio.

Pergunta Você renuncia a ser governado e governada pelos desejos deste mundo, pelo domínio do orgulho e do amor ao dinheiro, para viver na liberdade dos filhos e das filhas de Deus?
Resposta Sim, renuncio.

Pergunta Você renuncia às forças da morte, da destruição e da violência, que são contrárias à forma de vida de acordo com a vontade de Deus, a fim de testemunhar ao mundo o reino de Deus?
Resposta Sim, renuncio.

Pergunta Você coloca toda sua confiança na graça e no amor de Jesus?
Resposta Sim, coloco toda minha confiança na graça e no amor de Jesus.

Pergunta Você promete fazer tudo para seguir e obedecer Jesus como seu Senhor?
Resposta Sim, prometo.

PROFISSÃO DE FÉ
L Então confessem a fé da Igreja na qual vocês foram ou serão batizados e batizadas:
Vocês crêem em Deus, o Criador e mantenedor da vida?
C Creio em Deus, Pai todo-poderoso, Criador do céu e da terra.
L Vocês crêem em Jesus Cristo, o filho de Deus?
C Creio em Jesus Cristo, seu Filho unigênito, nosso Senhor, o qual foi concebido pelo Espírito Santo, nasceu da virgem Maria, padeceu sob o poder de Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado, desceu ao mundo dos mortos, ressuscitou no terceiro dia, subiu ao céu, e está sentado à direita de Deus, Pai todo-poderoso, de onde virá para julgar os vivos e os mortos.
L Vocês crêem em Deus, o Espírito Santo?
C Creio no Espírito Santo, na santa igreja cristã, a comunhão dos santos, na remissão dos pecados, na ressurreição do corpo e na vida eterna. Amém.

ATO BATISMAL
Enquanto o grupo batismal se põe em movimento e se posiciona em torno da fonte batismal, a comunidade pode cantar um hino ou cântico litúrgico condizente. Dependendo das circunstâncias, o ato batismal pode ser realizado por infusão, submersão ou imersão. Em todo caso, é importante que o derramamento de água sobre a cabeça da pessoa seja generoso, visível e audível para toda a comunidade. (Confira o item 51. sobre o Ato batismal.) Pessoas jovens ou adultas podem ajoelhar-se para receber o batismo. Havendo condições para submersão ou imersão, crianças pequenas podem, antes do ato batismal, ser desnudadas sobre uma mesinha auxiliar e, após o batismo, receber a veste batismal. Caso houver condições para a submersão ou imersão de pessoas jovens ou adultas, estas podem vestir-se em trajes de banho para o ato batismal. Ao batizar, quem preside designa as candidatas e os candidatos pelo nome de batismo, ou seja, pelo(s) seu(s) prenome(s), que antecede(m) o nome de família. Quem conduz a candidata ou o candidato à fonte batismal diz o nome da pessoa a quem preside. Cada pessoa é batizada separadamente. Havendo mais do que um batismo, e conforme as circunstâncìas, a comunidade pode cantar um canto litúrgico batismal breve após cada ato batismal.
L N., eu batizo você em nome do Pai,
L derrama água ou submerge a pessoa pela primeira vez.

e do Filho,
L derrama água ou submerge a pessoa pela segunda vez.

e do Espírito Santo. Amém
L derrama água ou submerge a pessoa pela terceira vez.
(Sentar)

HINO COMUNITÁRIO

IMPOSIÇÃO DAS MÃOS E ATO DE SELAR
L impõe as mãos e executa o ato de selar separadamente sobre cada pessoa recém-batizada.

L Todo-poderoso Deus, nós te agradecemos por haveres libertado este(a) teu(tua) servo(a) dos poderes do pecado, ressusci77 tando-o(a) em Cristo para uma nova vida. Derrama sobre ele(ela) o teu Espírito Santo: o espírito de sabedoria, de entendimento, de conselho, de fortaleza, de conhecimento, de temor do teu nome e de alegria da salvação. Por Jesus Cristo, teu Filho, nosso Senhor.

C Amém
Em seguida, L traça o sinal da cruz, com óleo apropriado, sobre a fronte da
pessoa e diz:

L N., filho(a) de Deus, você foi selado(a) pelo Espírito Santo e marcado(a) com a cruz de Cristo, para sempre.

C Amém

VESTE BATISMAL
Este elemento litúrgico não é mais que opcional. A pessoa recém-batizada é vestida com uma veste branca, enquanto se-lhe diz:
L, um padrinho ou madrinha No batismo você foi revestido(a) de Cristo; você se tornou nova criatura.

RITO DA LUZ
A vela batismal é um presente da comunidade a cada pessoa recém-batizada. Um(a) representante da comunidade acende a vela batismal no círio pascal ou numa vela que se encontre sobre o altar e a entrega à pessoa recém-batizada ou a um dos pais ou padrinhos / madrinhas, com as palavras que seguem. A vela batismal permanecerá acesa até o final do culto.

Representante da comunidade Você foi vocacionado(a) para irradiar a luz de Cristo para o mundo. N., que a sua luz brilhe de tal maneira diante das pessoas que elas vejam as suas boas obras e glorifiquem a Deus (Mt 5.16).

RECEPÇÃO PELA COMUNIDADE
O grupo batismal volta-se para a congregação. Um(a) representante da comunidade dirige-se a ela dizendo:

Representante da comunidade N. e N. foram recebidos pelo batismo para dentro da igreja cristã. Deus os(as) fez membros do seu povo. Deus nos presenteou com essas irmãs e esse irmãos para que compartilhem conosco o sacerdócio que temos em Cristo. Por isso, vamos dar-lhes, calorosamente, as boas-vindas.

Alternativa 1
C
Com alegria e gratidão damos as boas-vindas a vocês na família do Senhor. Recebemos vocês como membros do corpo de Cristo para compartilharem o seu ministério conosco. Comprometemo- nos a amparar, amar e consolar vocês, repartindo com vocês as dádivas que Deus nos dá.

Alternativa 2
A comunidade dá as boas-vindas da maneira que for mais adequada aos seus costumes.

ENTREGA DO CERTIFICADO DE BATISMO
Às pessoas recém-batizadas ou a seus pais, por representante da comunidade.
(De pé)

GESTO DA PAZ
L convida a comunidade a partilhar a paz de Cristo, com abraço ou aperto de mão, saudando especialmente as pessoas recém-batizadas.

ORAÇÃO GERAL DA IGREJA
Segue-se a liturgia da ceia do Senhor (na qual se omite o gesto da paz). Caso, por razões excepcionais, esta não for celebrada, segue-se o Pai-nosso e a liturgia de saída.

Fonte: Livro de Batismo da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil
- Portal Luteranos
 


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Um pregador deve fazer três coisas: ler a Bíblia com afinco, orar de coração e permanecer um discípulo e aluno.
Martim Lutero
REDE DE RECURSOS
+
Tudo o que está nas Escrituras foi escrito para nos ensinar, a fim de que tenhamos esperança por meio da paciência e da coragem que as Escrituras nos dão.
Romanos 15.4
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br