Culto e Liturgia



ID: 2653

Culto de Batismo - forma breve

Modelo litúrgico

Esta liturgia contém a ordem completa de um culto especial de batismo em forma breve. Ela é derivada do Culto de batismo – Forma ampla e traz todos os elementos imprescindíveis de uma liturgia de batismo, apresentando cada um deles numa versão bastante abreviada. Como é de praxe no fazer litúrgico da IECLB, esta liturgia pode ser moldada (isto é, abreviada ou alterada) conforme as circunstâncias.

Dois requisitos são necessários para se moldar uma liturgia: a) conhecer os elementos imprescindíveis e os elementos úteis que a compõem; b) conhecer as regras de combinação desses elementos. Podem ser encarados como elementos imprescindíveis da liturgia de batismo: a apresentação das pessoas a serem batizadas, o compromisso de pais e mães, padrinhos e madrinhas, e comunidade, orações pelas pessoas batizadas, a oração das águas, a renúncia e profissão de fé, o ato batismal, a imposição das mãos e o ato de selar, a recepção pela comunidade. As regras de combinação desses elementos devem ter sido trabalhadas na formação litúrgica das equipes de liturgia ou de quem preside uma liturgia batismal. Para a moldagem podem ser utilizadas as sugestões e alternativas oferecidas na secção Recursos litúrgicos.

Na formulação desta liturgia procuramos evitar malabarismos lingüísticos na formulação de perguntas e respostas. Para tanto, quando se trata de um batismo de crianças, pressupomos que há mais de uma a ser batizada, que há padrinhos e madrinhas e que o pai e a mãe estejam presentes. Também pressupomos a presença de mais de um candidato, quando se trata de batismo de pessoas que podem responder por si próprias. Quem preside a liturgia não terá dificuldade em fazer as adaptações necessárias quando a situação for outra (p.ex.: apenas uma criança ou só o pai ou a mãe presente). Hinos e cantos litúrgicos são mencionados apenas em certos lugares. Naturalmente, podem ser utilizados com maior freqüência, sempre que conveniente. O rito aqui proposto é suficientemente flexível para ser utilizado tanto para o batismo de adultos, quanto para o de crianças. (Confira o item 42. sobre Um só rito para adultos e crianças.) Os cultos de batismo acontecerão, preferencialmente, em datas especiais, poucas vezes por ano. O culto de batismo, mesmo nesta forma breve, será sempre, simultaneamente, um culto de recordação do batismo da comunidade.

Não haverá procissão de entrada. O grupo batismal já se encontra na igreja, no momento do início do culto.

Nas comunidades que têm por costume celebrar o tríduo pascal ou, pelo menos, a vigília pascal, o círio pascal estará colocado, aceso, junto à fonte batismal, quando iniciar o culto.

LITURGIA DE ENTRADA

CANTO DE ENTRADA

ACOLHIDA
A formulação que segue apenas indica uma sugestão. Normalmente, a acolhida trará conteúdos semelhantes em formulação livre.

L Comunidade do Senhor Jesus Cristo, sejam todos e todas bem-vindas e bem-vindos à casa de Deus. Hoje é um dia de festa: receberemos mais ............ (número) pessoas pelo batismo nesta comunidade cristã. Isso é motivo de muita alegria. Desejamos que todas as pessoas sintam-se bem na casa de Deus.
(De pé)

SAUDAÇÃO
L A graça do nosso Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do Espírito sejam com vocês.
C E também com você.

ORAÇÃO DO DIA
L Oremos: Deus Eterno, Tu que pelo batismo nos deste parte na morte e ressurreição de teu Filho, renova-nos diariamente pelo teu Espírito, para que permaneçamos fiéis a ti e expressemos nossa fé em atos de amor e serviço para com as pessoas que colocaste ao nosso lado. É o que te pedimos por Jesus Cristo, teu Filho, que contigo e com o Espírito Santo, vive e reina para sempre.
C Amém.
(Sentar)

CANTO COMUNITÁRIO

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
L Pelas Sagradas Escrituras ficamos sabendo o que Deus nos presenteou no batismo. Ouçamos ...
Podem ser lidas uma ou duas leituras, acompanhada(s) de brevíssima introdução ou comentário. Sugestões: Dt 30.15-20a; Sl 139.1-18, 23-24; Is 43.1-3a; 55.1-7; Jr 31.31-34; Ez 36.24-28; At 2.37-42; 8.26-39; 16.25-34; Rm 6.3-11; 8.11-17; 8.23-33; 8.38-39; Gl 3.26-29; Ef 4.1-6; Cl 1.12-14; 3.9b-17; Tt 3.4-7; 1Pe 1.3-9; 2.4-10. A(s) leitura(s) podem ser proferidas por alguém dentre padrinhos, madrinhas, pais e mães das pessoas a serem batizadas. Havendo duas leituras, pode-se cantar um cântico intermediário adequado entre elas.

ACLAMAÇÃO DO EVANGELHO
L Exaltemos o evangelho, cantando:
(De pé)

CANTO INTERMEDIÁRIO
Canta-se um aleluia ou outro canto de exaltação do evangelho, condizente com a época do ano eclesiástico.

LEITURA DO EVANGELHO
L O santo evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo, segundo ..., no capítulo ... : ...
Sugestões: Mt 3.13-17; 11.24-30; 18.1-5,10; Mc 1.9-11; Jo 3.1-8; 4.5-14; 6.44- 47; 15.1-11. A leitura do evangelho é concluída com:

Palavra do Senhor!
C (canta) Louvado sejas, Cristo!
(Sentar)

ALOCUÇÃO BATISMAL

CANTO COMUNITÁRIO BATISMAL
Durante o canto, o grupo batismal se aproxima da fonte batismal. É importante que a comunidade possa ver plenamente todo o transcurso da liturgia do batismo. Se a fonte batismal for de pequena dimensão, a água pode encontrarse num jarro junto à mesma e é derramada agora no seu bojo. (Cuide-se para que, em seguida, a jarra não seja colocada sobre o altar.) Se a fonte for de maiores dimensões, o que seria desejável, deve ser enchida de água antes do culto.

LITURGIA DO BATISMO

APRESENTAÇÃO
Neste elemento litúrgico as pessoas candidatas ao batismo são apresentadas à comunidade e confirmam seu desejo de serem batizadas. Quem preside optará, de caso a caso, por uma das duas formas: A – para pessoas que possam responder por si próprias; B – para crianças que não podem responder por si.

L Comunidade de Jesus Cristo, nós batizamos as pessoas que Deus chamou para serem seus filhos e suas filhas, porque nos dispomos a obedecer a um desígnio seu e porque confiamos nas suas promessas. Agora serão apresentadas à comunidade as pessoas que estão aqui para receberem o batismo. Quem apresenta essas pessoas?

A – Pessoas que podem responder por si próprias

Cada candidato(a) é apresentado(a) individualmente por alguém do presbitério e responde à pergunta de L em separado.
Uma pessoa do presbitério Eu apresento N.N. para receber de Deus o batismo.

L N.N. você deseja ser batizado(a)?
Candidato(a) Sim.

B – Pessoas que não podem responder por si próprias

Cada criança é apresentada individualmente por alguém do presbitério. A pergunta aos pais e a respectiva resposta também ocorrem individualmente.
Uma pessoa do presbitério
Eu apresento N.N. para receber de Deus o batismo.
L (dirigindo-se aos pais) Vocês desejam que N.N. seja batizado(a)?
Pai(s) ou mãe Sim.

COMPROMISSO
Trata-se do compromisso de pais e mães (no caso de pessoas que não podem responder por si próprias), de padrinhos e madrinhas e da comunidade.

A

L (dirigindo-se a padrinhos e madrinhas) Vocês prometem, através do seu exemplo e das suas orações, ajudar e encorajar N. e N. (...) a viver sua fé com toda fidelidade? Se vocês estão dispostos a assumir esse compromisso, respondam: Sim, com o auxílio de Deus.
Padrinhos e madrinhas Sim, com o auxílio de Deus.

B

L (dirigindo-se aos pais) Prezados pais! Cabe a vocês conduzir seus(suas) filhos(as) à fé em Jesus Cristo e ensiná-los(as) a orar. Se vocês estão dispostos a assumir esse compromisso, respondam: Sim, como o auxílio de Deus.
Pais Sim, com o auxílio de Deus.

L (dirigindo-se a padrinhos e madrinhas) E vocês, madrinhas e padrinhos, juntamente com os pais, apresentaram estas crianças para serem batizadas. Com isso, vocês estão assumindo, com os pais, o compromisso de conduzi-las à fé, a fim de que possam viver o seu batismo no dia-a-dia. Se vocês estão dispostos a assumir esse compromisso, respondam: Sim, com o auxílio de Deus.
Padrinhos e madrinhas Sim, com o auxílio de Deus.

L (dirigindo-se à comunidade) E vocês, comunidade cristã, membros da igreja de Jesus Cristo, vocês prometem orientar e sustentar N. e N. (...), através de suas palavras e dos seus atos, para que sigam a Jesus Cristo e se tornem membros fiéis de sua Igreja? Se vocês estão dispostos e dispostas a assumir esse compromisso, respondam: Sim, com o auxílio de Deus.
C Sim, com o auxílio de Deus.

CANTO COMUNITÁRIO

CONVITE À COMUNIDADE PARA RECORDAR O SEU BATISMO
L (dirigindo-se à comunidade) Irmãs e irmãos em Cristo, eu pergunto a vocês: Ao celebrarmos agora o sacramento do batismo, vocês querem recordar com alegria e confiança o presente que também vocês receberam e as promessas que também vocês empenharam no seu próprio batismo? [ou: Ao celebrarmos agora o sacramento do batismo, vamos recordar com alegria e confiança o presente que também nós recebemos e as promessas que também nós empenhamos no nosso próprio batismo?]
C Sim, queremos recordar o presente e as promessas do nosso próprio batismo.

ANAMNESE BATISMAL
L Pelo batismo recebemos libertação do pecado e da morte eterna. Pelo batismo, fomos acolhidos no amor de Deus. Pelo batismo, Jesus Cristo nos fez sua propriedade. E o mesmo acontecerá pelo sacramento do batismo com as pessoas que agora serão batizadas. Ao batizá-las, recordamos também nós, agora, o nosso batismo com desmedida gratidão e alegria.
(De pé)

ORAÇÃO DAS ÁGUAS
A oração das águas também pode ocorrer entre a profissão de fé e o ato batismal.

L Deus eterno e misericordioso, escuta a oração do teu povo, que recorda tuas grandes obras. Tu nos criaste e nos salvaste maravilhosamente. Tu criaste a água para a fertilidade da terra e para nos proporcionar bebida refrescante e banho revigorante. Tu te serviste da água para realizar a obra da tua misericórdia: através das águas do mar Vermelho libertaste teu povo da escravidão; com água da rocha saciaste a sua sede no deserto; Jesus, teu Filho, veio a nós como fonte de água viva; pela água, que Cristo santificou no Jordão, tu, no banho batismal, nos purificaste do pecado e nos concedeste nova vida, como tuas filhas e teus filhos. Nós te pedimos: derrama o teu Espírito Santo e, através desta água, lava o pecado de todas as pessoas que agora serão batizadas e faze delas herdeiras do teu Reino. Por todo teu amor, rendemos-te graças.
C Amém.

RENÚNCIA E ADESÃO
L Agora convido cada qual, para que, junto com toda a comunidade, renove suas promessas batismais: Você renuncia ao pecado para viver na liberdade dos filhos e das filhas de Deus?
C Sim, renuncio.

L Você renuncia a toda força do mal para que não te oprima o pecado?
C Sim, renuncio.

L Você coloca toda sua confiança na graça e no amor de Jesus?
C Sim, coloco toda minha confiança na graça e no amor de Jesus.

L Você promete fazer tudo para seguir e obedecer Jesus como seu Senhor?
C Sim, prometo.

PROFISSÃO DE FÉ
L Então, confessemos em conjunto a fé, na qual fomos ou seremos batizados.
T Creio em Deus, Pai todo-poderoso, Criador do céu e da terra. E em Jesus Cristo, seu Filho unigênito, nosso Senhor, o qual foi concebido pelo Espírito Santo, nasceu da virgem Maria, padeceu sob o poder de Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado, desceu ao mundo dos mortos, ressuscitou no terceiro dia, subiu ao céu, e está sentado à direita de Deus, Pai todopoderoso, de onde virá para julgar os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo, na santa Igreja cristã, a comunhão dos santos, na remissão dos pecados, na ressurreição do corpo e na vida
eterna. Amém.

ATO BATISMAL
Enquanto o grupo batismal se põe em movimento e se posiciona em torno da fonte batismal, a comunidade pode cantar um hino ou cântico litúrgico condizente. Dependendo das circunstâncias, o ato batismal pode ser realizado por infusão, submersão ou imersão. Em todo caso, é importante que o derramamento de água sobre a cabeça da pessoa seja generoso, visível e audível para toda a comunidade. (Confira o item 51. sobre o Ato batismal.) Pessoas jovens ou adultas podem ajoelhar-se para receber o batismo. Havendo condições para submersão ou imersão, crianças pequenas podem, antes do ato batismal, ser desnudadas sobre uma mesinha auxiliar e, após o batismo, receber a veste batismal. Caso houver condições para a submersão ou imersão de pessoas jovens ou adultas, estas podem vestir-se em trajes de banho para o ato batismal. Ao batizar, quem preside designa as candidatas e os candidatos pelo nome de batismo, ou seja, pelo(s) seu(s) prenome(s), que antecede(m) o nome de família. Quem conduz a candidata ou o candidato à fonte batismal diz o nome da pessoa a quem preside. Cada pessoa é batizada separadamente. Havendo mais do que um batismo, e conforme as circunstâncìas, a comunidade pode cantar um canto litúrgico batismal breve após cada ato batismal.

L N., eu batizo você em nome do Pai,
L derrama água ou submerge a pessoa pela primeira vez.

e do Filho,
L derrama água ou submerge a pessoa pela segunda vez.

e do Espírito Santo. Amém
L derrama água ou submerge a pessoa pela terceira vez.
(Sentar)

IMPOSIÇÃO DAS MÃOS E ATO DE SELAR
L impõe as mãos e executa o ato de selar separadamente sobre cada pessoa recém-batizada.

L Todo-poderoso Deus, nós te agradecemos por haveres libertado este(a) teu(tua) servo(a) dos poderes do pecado, ressuscitando- o(a) em Cristo para uma nova vida. Derrama sobre ele(ela) o teu Espírito Santo: o espírito de sabedoria, de entendimento, de conselho, de fortaleza, de conhecimento, de temor do teu nome e de alegria da salvação. Por Jesus Cristo, teu Filho, nosso
Senhor.
C Amém

Em seguida, L traça o sinal da cruz, com óleo apropriado, sobre a fronte da pessoa e diz:
L N., filho(a) de Deus, você foi selado(a) pelo Espírito Santo e marcado(a) com a cruz de Cristo, para sempre.
C Amém

RITO DA LUZ
A vela batismal é um presente da comunidade a cada pessoa recém-batizada. Um(a) representante da comunidade acende a vela batismal no círio pascal ou numa vela que se encontre sobre o altar e a entrega à pessoa recém-batizada ou a um dos pais ou padrinhos, com as palavras que seguem. A vela batismal permanecerá acesa até o final do culto.

Representante da comunidade Você foi vocacionado(a) para irradiar a luz de Cristo para o mundo. N., que a sua luz brilhe de tal maneira diante das pessoas que elas vejam as suas boas obras e glorifiquem a Deus (Mt 5.16).

RECEPÇÃO PELA COMUNIDADE
O grupo batismal volta-se para a congregação. Um(a) representante da comunidade dirige-se a ela dizendo:

Representante da comunidade N. e N. foram recebidos pelo batismo para dentro da igreja cristã. Deus os(as) fez membros do seu povo. Deus nos presenteou com essas irmãs e esse irmãos para que compartilhem conosco o sacerdócio que temos em Cristo. Por isso, vamos dar-lhes, calorosamente, as boasvindas.

A comunidade dá as boas-vindas da maneira que for mais adequada aos seus costumes.

ENTREGA DO CERTIFICADO DE BATISMO
Às pessoas recém-batizadas ou a seus pais, por representante da comunidade.
(De pé)

GESTO DA PAZ
L convida a comunidade a partilhar a paz de Cristo, com abraço ou aperto de mão, saudando especialmente as pessoas recém-batizadas.

ORAÇÃO GERAL DA IGREJA
Segue-se a liturgia da ceia do Senhor (na qual se omite o gesto da paz). Caso, por razões excepcionais, esta não for celebrada, segue-se o Pai-nosso e a liturgia de saída.
 

Fonte: Livro de Batismo da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil
- Portal Luteranos
 


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Ser batizado em nome de Deus é ser batizado não por homens, mas pelo próprio Deus.
Martim Lutero
REDE DE RECURSOS
+
Jesus Cristo diz: No mundo vocês vão sofrer, mas tenham coragem. Eu venci o mundo.
João 16.33
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br