Culto e Liturgia



ID: 2653

Culto de recordação do batismo com pessoas ou grupos que celebram um estágio especial na sua vida de fé

Modelo litúrgico

Nesta ocasião, a comunidade celebra um culto de recordação do batismo juntamente com pessoas ou grupos de pessoas já anteriormente batizadas, que celebram um estágio especial na sua vida de fé. Podem ser pessoas que concluem um período especial de instrução cristã, como é o caso do ensino confirmatório, ou outra etapa de seu crescimento na fé, como, por exemplo, a preparação para algum discipulado específico.

Este culto segue a ordem do Culto de recordação do batismo – Forma ampla ou Forma breve, distinguindo-se daqueles pelo acréscimo de alguns elementos específicos da ocasião.

Antes de iniciar o culto, as pessoas que celebram um estágio especial na sua vida de fé entram em procissão, juntamente com L, outros/as oficiantes e pessoas que os/as acompanharam de modo mais significativo no período do seu preparo ou instrução.

As liturgias de entrada e da Palavra, neste culto, seguem os padrões indicados no Livro de Culto da IECLB e giram em torno do batismo. As demais liturgias e a secção Recursos litúrgicos deste livro oferecem sugestão de passagens bíblicas apropriadas e de diversos elementos litúrgicos com formulação focada no batismo.

A liturgia de recordação do batismo proposta aqui segue-se às liturgias de entrada e da Palavra, inserindo-se ao final do hino após a prédica e desembocando na oração geral da Igreja.

LITURGIA DE RECORDAÇÃO DO BATISMO

A liturgia de recordação do batismo é presidida a partir da fonte batismal, que se encontra cheia de água.

INTRODUÇÃO
Um(a) representante da comunidade (dirigindo-se à comunidade) Comunidade do nosso Senhor Jesus Cristo! Hoje é um dia de grande alegria entre nós, porque celebraremos com essas pessoas que aqui se encontram a recordação do nosso batismo. Elas acabaram de concluir um importante estágio na sua vida de fé: (o/a representante explica a natureza desse estágio; por exemplo, no caso de uma confirmação, dirá que encerraram um período de instrução na fé cristã, na vida, nas confissões e nos ensinamentos da igreja luterana). Essas pessoas serão agora apresentadas a vocês:

São lidos seus nomes. Cada pessoa nomeada se levanta para ser vista e reconhecida pela comunidade.

O(a) representante da comunidade prossegue (dirigindo-se às pessoas que celebram um estágio especial na sua vida de fé) Queridas amigas, queridos amigos, irmãs e irmãos na fé! É grande nossa alegria por podermos celebrar com vocês a conclusão desse estágio especial na sua vida de fé. Para tanto, convidamos vocês a recordarem junto conosco o batismo, pelo qual todos e todas nós, por igual, fomos acolhidos na família de Deus.

ANAMNESE BATISMAL
A partir deste ponto, L dirige-se conjuntamente às pessoas que celebram um estágio especial na sua vida de fé e a toda a comunidade.

L Irmãs e irmãos! Vocês que neste culto estão celebrando um estágio especial na sua vida de fé, e você, comunidade, nós todos temos algo de fundamental em comum: fomos acolhidos no amor de Deus através do batismo. Pelo batismo, Jesus Cristo nos fez sua propriedade. Por isso, recordamos agora, juntos, o nosso batismo com desmedida gratidão e louvamos a Deus com enorme alegria, cantando:
C (canta) Banhados em Cristo (Ou: Louvemos todos juntos; Graças, muitas graças; Graças, Senhor; Dai louvor ao Senhor.)
(De pé)

RENÚNCIA
L Irmãs e irmãos, o batismo só é realizado uma vez na vida. Mas podemos e devemos reafirmar as nossas promessas batismais, pois diariamente se trava a luta entre a nossa velha natureza e a natureza que temos como filhos e filhas de Deus. Nossa vida está a cada dia sujeita a perigos, à sedução, à desesperança, à injustiça e à opressão. A cruz de Jesus já venceu tudo isso. Vamos agora reiterar nossa renúncia ao poder do mal e da morte. Caso for esta a firme decisão de vocês, respondam a cada pergunta minha, dizendo: Renunciamos, com a ajuda de Deus.

Vocês renunciam às forças do mal, à escravidão do pecado e a toda forma de opressão, a fim de viverem a liberdade dos filhos e das filhas de Deus?
C Renunciamos, com a ajuda de Deus.

L Vocês renunciam ao egoísmo, à avareza, à injustiça e à exploração, a fim de viverem como irmãos e irmãs e assumirem o compromisso que isso representa?
C Renunciamos, com a ajuda de Deus.

L Vocês renunciam às ilusões deste mundo, que se apresentam a vocês nas formas mais diversas, e às tentações do espírito maligno, a fim de seguirem unicamente a Jesus Cristo, que é o caminho, a verdade e a vida?
C Renunciamos, com a ajuda de Deus.

PROFISSÃO DE FÉ
L Então, confessemos em conjunto a fé, na qual fomos batizados.
T Creio em Deus, Pai todo-poderoso, Criador do céu e da terra. E em Jesus Cristo, seu Filho unigênito, nosso Senhor, o qual foi concebido pelo Espírito Santo, nasceu da virgem Maria, padeceu sob o poder de Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado, desceu ao mundo dos mortos, ressuscitou no terceiro dia, subiu ao céu, e está sentado à direita de Deus, Pai todo-poderoso, de onde virá para julgar os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo, na santa Igreja cristã, a comunhão dos santos, na remissão dos pecados, na ressurreição do corpo e na vida eterna. Amém.

L Esta é a fé da Igreja.
C Esta é a nossa fé.

L Nesta fé queremos permanecer e crescer para a vida eterna.
C Amém.

ATO SIMBÓLICO COM ÁGUA E ORAÇÃO DAS ÁGUAS
L Deus, que és fonte da vida, tudo que é bom vem de ti. Tu criaste a água, que dá e preserva a vida. Nós te louvamos.
C Nós te enaltecemos.

L Salvaste teu povo Israel no mar Vermelho, saciaste sua sede no deserto. Nós te louvamos.
C Nós te enaltecemos.

L Teu Filho foi por João batizado no Jordão, assim santificando a água. Nós te louvamos.
C Nós te enaltecemos.

L Sê próximo de nós, Deus bondoso, e, com esta água, recorda- nos o nosso batismo. Concede-nos a força da fé e a comunhão com Cristo, que contigo vive e reina em eternidade.
C Amém.

A água é distribuída. Como sinal de pertença a Cristo, as pessoas podem fazer o sinal da cruz em si próprias ou umas às outras, sobre a testa ou sobre a mão aberta.
(Sentar)

IMPOSIÇÃO DAS MÃOS COM UNÇÃO ÀS PESSOAS QUE CELEBRAM UM ESTÁGIO ESPECIAL NA SUA VIDA DE FÉ E DESTAS À COMUNIDADE
As pessoas que celebram um estágio especial na sua vida de fé acercam- se do altar e se ajoelham para receberem a imposição das mãos. L e outros/as ministros/as impõem as mãos sobre cada pessoa, alternadamente, e marcam o sinal da cruz com óleo sobre a sua fronte, enquanto proferem um dos seguintes votos (ou outros condizentes):

O Senhor sustente você com o seu Santo Espírito, o Espírito de sabedoria e de entendimento, de conselho e de fortaleza, de conhecimento e de temor do Senhor.
A pessoa responde Amém.
Ou
O Senhor sempre acompanhe você com o seu Espírito, para
que você cresça na fidelidade ao seu chamado.
A pessoa responde Amém.

Em determinados casos, por exemplo, num culto que encerre o ensino confirmatório, as pessoas que celebram um estágio especial na sua vida de fé recebem, neste ponto, individualmente, o certificado correspondente.

Depois de receberem a imposição das mãos com unção, as pessoas que celebram um estágio especial na sua vida de fé dirigem-se (eventualmente, junto com L e outras pessoas oficiantes) a diversos pontos da igreja, onde ministram a imposição das mãos com unção a pessoas da comunidade que desejarem recebê-la, pronunciando um dos votos mencionados anteriormente.

Durante a imposição das mãos à comunidade, esta pode entoar cantos que tenham por tema o batismo e o discipulado.
De pé)

L Oremos: Deus fiel, pela água e pelo Espírito, tu nos tomaste no batismo como tua propriedade. Fizeste-nos membros do teu corpo, chamando-nos para sermos teus servos e tuas servas no mundo. Agradecemos-te, Deus misericordioso, porque nos permitiste celebrar com nossas irmãs e irmãos esse estágio especial na sua vida de fé (eventualmente mencionar especificamente o estágio que foi alcançado). Dá que, juntos, vivamos no teu Espírito, nos amemos mutuamente e sejamos fiéis ao teu chamado, para a tua honra e glória. C Amém.

L (dirigindo-se às pessoas que celebram um estágio especial na sua vida de fé) Esta comunidade alegra-se efusivamente por poder celebrar com vocês esta ocasião tão especial. E, para darmos expressão ao nosso júbilo, exaltamos vocês agora com uma salva de palmas.

A comunidade saúda as pessoas que celebram um estágio especial na sua vida de fé com uma salva de palmas.

GESTO DA PAZ
L Como sinal da nossa disposição de vivermos uma vida comunitária harmoniosa, baseada na reconciliação que nos foi dada no batismo, saudemo-nos agora, desejando-nos a paz de Cristo.
C partilha o gesto da paz.
(Sentar)

HINO
(De pé)

ORAÇÃO GERAL DA IGREJA
Segue-se a liturgia da ceia do Senhor (na qual se omite o gesto da paz).
 

Fonte: Livro de Batismo da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil
- Portal Luteranos
 


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

O amor só é verdadeiro quando também a fé é verdadeira. É o amor que não busca o seu bem, mas o bem do próximo.
Martim Lutero
REDE DE RECURSOS
+
A vida cristã não é mais do que Batismo diário.
Martim Lutero
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br