Centro de Apoio e Promoção da Agroecologia - CAPA no Portal Luteranos



ID: 2533

Mudas de Hortaliças

Comida Boa na Rádio

25/01/2019

MUDAS DE HORTALIÇAS

[Escute na Midiateca (logo abaixo) e/ou descarregue o arquivo do programa.]

O programa Comida boa na mesa traz dicas técnicas e o faça você mesmo, promovendo a agroecologia e um mundo melhor e sustentável. É produzido pelo Centro de Apoio e Promoção da Agroecologia, o CAPA, da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil.

Hoje, vamos dar algumas dicas sobre como produzir mudas de hortaliças em pequena escala aí na sua propriedade. Tudo o que você precisa é de um pequeno investimento e um pouco de dedicação diária para cuidar das bandejas de mudas que lhe trarão um bom retorno em um curto período de tempo.

ESTUFA PLÁSTICA: Você precisa construir uma pequena estufa plástica para abrigar as mudas, principalmente do excesso de chuva. O tamanho dependerá da quantidade que você irá produzir semanalmente.

Construir a estufa próximo da casa irá facilitar os cuidados necessários, como semeadura, regas, adubação e manejo. Isso é fundamental para a produção de mudas de qualidade. O local deve ter boa insolação e ventilação. Tome cuidado para que as mudas peguem o primeiro sol da manhã e sombra ao final do dia.

Na parte interna da estufa, construa uma bancada mais ou menos 0,80 centímetros de altura do solo para abrigar as bandejas com as mudas. Esta bancada deve ser em nível, utilizando na parte superior arames ou ripas para acomodar as bandejas.

Você precisará adquirir as bandejas. No mercado, existem disponíveis as de plástico e as de isopor de 128 ou 200 células para acondicionar o substrato/composto para colocar as sementes.

O substrato pode ser a base de composto, que você mesmo pode fazer em sua casa a partir da compostagem, utilizando restos de culturas como capim e folhas, misturando bem com esterco de aves, bovinos. Deixe fermentar por até quatro meses.

Na hora da escolha das sementes, é importante verificar as cultivares de hortaliças indicadas para cada época do ano e sua região.

FORMULAÇÃO DO SUBSTRATO: Para que o substrato tenha às características desejáveis pode-se utilizar os seguintes componentes:

60% de composto orgânico
20% de húmus de minhoca
10% de adubos orgânicos curtidos
10% de vermiculita (pode ser adquirido em lojas especializadas ou substituído por casca
de arroz carbonizada)
Obs: essa formulação pode ser adaptada conforme a disponibilidade de materiais.

SEMEADURA: Antes de colocar o substrato é importante esterilizar as bandejas, utilizando 3 ml de hipoclorito de sódio (água sanitária) para cada litro de água, molhando bem as bandejas. Em seguida, preencha as células da bandeja de substrato e coloque a semente.
Cubra no máximo duas vezes o tamanho da semente com o substrato, molhe bem e coloque nas bancadas da estufa. Faça irrigações diárias para não  secar o substrato.

Sempre que possível, consulte o calendário lunar, que tem orientação para semeadura das diferentes culturas.

Lembre-se: para obter mudas de qualidade você deve estar atento a todas as etapas de produção, desde o projeto da estufa até a irrigação diária.

Para outras informações acesse: www.capa.org.br
Bom trabalho!


Todos os programas

MÍDIATECA
Se a Palavra desaparecer, o mundo fica escuro. Aí ninguém mais sabe onde se abrigar.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br