Concílio da Igreja



ID: 2273

XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão

2º dia - 18.10.2014 - Relatório da Presidência

16/10/2014

XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
1 | 1
Ampliar

O XXIX Concílio
A Paróquia de Rio Claro e o Sínodo Sudeste sediam o XXIX Concílio da IECLB, que acontece nos dias 15 a 19 de outubro, na cidade de Rio Claro/SP, sob o tema “viDas em comunhão”, em sintonia com o Tema do Ano da IECLB para 2014.

O Concílio da Igreja, órgão deliberativo máximo da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, é realizado, ordinariamente, a cada dois anos, sempre em uma Comunidade diferente da IECLB.

Entre representantes, lideranças, delegados, convidados ecumênicos e equipe de apoio, participam do Concílio em torno de 200 pessoas.

Relatório da Presidência
“O caminho percorrido pela IECLB nesses últimos quatro anos, trecho em que esta Presidência assumiu cuidar bem do bem da IECLB, é um pequeno trecho de uma longa e bela caminhada da IECLB ao longo de 190 anos”, afirmou o P. Dr. Nestor Friedrich, Pastor Presidente da IECLB, ao iniciar a apresentação do Relatório da Presidência ao Concílio da Igreja.

“Os frutos desse último período foram colhidos a partir da semeadura e do zelo de gerações de lideranças e membros, particularmente, das Presidências passadas. A todas essas gerações, externamos o nosso reconhecimento e a nossa gratidão! Apresento este Relatório na confiança de termos sido leais à história pregressa, mas com ousadia suficiente diante do presente, com vistas ao futuro. Com quem presidiu a IECLB antes de nós, confessamos: O Senhor tem sido nosso amparo (Sl 18.18) e nosso refúgio, de geração em geração (90.1)”, frisou.

O Pastor Presidente destacou que o exercício das diversas funções na IECLB requer empenho, dedicação e, acima de tudo, o diálogo franco e fraternal. As lideranças, desde a Comunidade, até as instâncias nacionais – em todos os níveis – precisam atuar em sintonia, respeitando fronteiras, sempre cientes da complementaridade das suas funções. A Presidência tem a tarefa de zelar pela unidade organizacional e pela identidade confessional da IECLB.

“A todos e todas, expresso, como Pastor Presidente, a minha gratidão pelas palavras de apoio, pela orientação, por questionamentos e críticas que nos levam a avançar e aprofundar temas, pelo empenho crescentemente mais abrangente de responsabilidade compartilhada, componente essencial da nossa compreensão de Igreja, imprescindível para cuidar bem do bem da IECLB”.

O P. Nestor continuou: “A meta é zelar para alcançar crescente unidade confessional e eclesial. É isso que permeia todas as ações da Presidência. Por unidade confessional e eclesial, entendo a sintonia e o comprometimento, por graça e com liberdade, por parte de todos os membros em relação à missão da Igreja e à doutrina da Igreja, base da sua expressão de fé e que lhe dá identidade, a saber, as Sagradas Escrituras e os Escritos Confessionais. Por onde caminhamos? Com o propósito de identificar frentes comuns de ação entre os 18 Sínodos e entre as instâncias nacionais, a Presidência coordenou, em 2011, junto aos Pastores Sinodais, a busca por prioridades de gestão que pudessem ser assumidas conjuntamente pelos 18 Sínodos. Também coordenou a mesma reflexão junto ao Conselho da Igreja, que congrega os representantes sinodais. Em mutirão, em conjunto, tendo no horizonte o bem da IECLB, definimos três prioridades de gestão: 1. Acompanhamento a estudantes de Teologia, 2. Acompanhamento a Ministros e Ministras e 3. Qualificação funcional. Também os Temas do ano são resultado de análise e reflexão conjunta, cristalização de uma demanda que vem das próprias Comunidades e Sínodos, como proposta de reflexão conjunta no período de um ano. Ao refletir sobre o Tema do Ano, Comunidades e Sínodos expressam de forma visível laços de união, estabelecem uma identidade comum e fortalecem, assim, o todo da IECLB”.

Pelo caminho dos Temas do Ano, o P. Nestor chegou à Campanha Nacional de Ofertas para a Missão Vai e Vem, que mobiliza as Comunidades para a arrecadação de recursos para projetos missionários: “É emocionante ver e ouvir como algumas Comunidades se mobilizam em favor dessa iniciativa de apoio solidário. Portanto, a Vai e Vem não é uma simplista forma de arrecadação de dinheiro. Não! Um fruto fundamental que brota desta Campanha é a visão e o sentimento de pertença a um corpo maior. Perceber-se enquanto evangélicos de confissão luterana como parte de uma Igreja que está presente neste imenso país que é o Brasil, descobrir a diversidade de povos que a compõem e exercitar a solidariedade é um ganho fundamental”.

“Estratégico para o futuro da missão da Igreja é a qualificação de um bom quadro de futuros Ministros e Ministras, por isso o investimento no acompanhamento a estudantes de Teologia”, explicou o Pastor Presidente. Esse acompanhamento inclui encontros periódicos com os estudantes e a mentoria exercida voluntariamente por Ministros e Ministras. Outra frente considerada estratégica é a do acompanhamento a Ministros e Ministras. “Uma dinâmica salutar dentro da Igreja depende em boa parte do cuidado com que se lida com as questões que envolvem a vida dos Ministros e das Ministras. Esse cuidado engloba uma política salarial justa para com Ministros e para com os Campos de Atividade Ministerial, um plano de seguridade, de previdência e de saúde. Engloba, ainda, o acompanhamento e a avaliação regulares”, mencionou. Em todas essas frentes, houve avanços significativos. O Pastor complementou a explanação sobre as prioridades de gestão falando sobre qualificação funcional: “Somos Igreja sinodal, que caminha em conjunto, que constrói decisões em conjunto. É por isso que a qualidade de nossa missão está tão fortemente relacionada com a qualidade das nossas lideranças e dos nossos representantes, por isso a qualificação funcional dos nossos Presbíteros, lideranças em geral e, especialmente de representantes em órgãos colegiados, requer investimento constante. Novamente: isto é estratégico para a Igreja que somos hoje e que sonhamos ser amanhã”.

Ser reconhecida como Igreja de comunidades atrativas, inclusivas e missionárias, que atuam em fidelidade ao Evangelho de Jesus Cristo, destacando-se pelo testemunho do amor de Deus, pelo serviço em favor da dignidade humana e pelo respeito à criação é o que traz o Plano de Ação Missionária da IECLB – PAMI. Nesse sentido, o Pastor Presidente revelou: “Estamos na segunda fase do PAMI. A ênfase está no planejar. As Comunidades estão, aos poucos, aprendendo a fazer planejamentos de médio e longo prazos. Esse aprendizado não acontece da noite para o dia. Trata-se de construir uma cultura de planejamento. Carece de investimentos em capacitação e conscientização. Portanto, se não foi possível avançar no ritmo sonhado, não nos cabe desanimar, tampouco desistir, mas perseverar, pois a voz que vem das Assembleias Sinodais testemunha que onde este exercício está sendo feito os frutos também estão sendo colhidos: brotam e florescem diálogo, envolvimento, crescimento, fortalecimento, novos sonhos, novos projetos, nova visão, nova percepção...”.

Na sua apresentação, o Pastor também colocou como fundamental o investimento em formação teológica, compromisso da Igreja com o seu todo: “O estudo de Teologia está aí para uma melhor qualificação de todo o povo de Deus. O zelo pela unidade e confessionalidade não é exclusivo da Presidência, mas também daqueles que formam futuros Ministros e futuras Ministras, por isso os três Centros de Formação têm sido convidados para diferentes demandas da Igreja!”.

No âmbito da comunicação, o Pastor Presidente citou o Portal Luteranos, o Jornal Evangélico Luterano, o novo Vídeo Institucional da IECLB e a Revista Novolhar, além de jornais sinodais, boletins, rádios, etc: “Um dos investimentos coordenados diretamente pela Presidência é o Portal Luteranos. Esta é uma plataforma na Internet onde cada Comunidade, cada Paróquia, cada Sínodo e cada setor tem uma página já criada para divulgar as suas ações, compartilhar ideias e materiais, enfim fazer-se conhecido a um público maior”. Em 2013, o Portal foi remodelado, a fim de torná-lo mais acessível e para dar maior visibilidade aos Sínodos. A Presidência também promoveu a criação de páginas especiais com conteúdos de interesse geral, como Educação Cristã, Liturgia, Fé, gratidão e Compromisso, Missão com Jovens, Missão com Mulheres. Além dessas novas páginas, o Portal disponibilizou infraestrutura técnica para a criação da Rede de Recursos, que é o espaço para divulgar e repartir estudos, técnicas, meditações, auxílios homiléticos, prédicas, hinos e publicações.

O Jornal Evangélico Luterano seguiu no seu objetivo de focar nos trabalhos realizados pelos Sínodos, um a cada edição, para que os leitores possam receber muita inspiração e informações sobre experiências positivas que podem ser repetidas nas mais diversas regiões onde está a IECLB. O importante é divulgar o trabalho de uma forma interessante e, de preferência, que seja uma mola propulsora para as atividades dentro da nossa IECLB. Informou o P. Nestor: “Rumo às comemorações dos 500 anos da Reforma Luterana, o Jorev está levando aos leitores a série especial “Lutero - Reforma: 500 anos”, iniciada em 2012, que seguirá pelos anos de 2015, 2016 e 2017, ano do Jubileu. Neste ano, 2014, Música e Liturgia têm destaque, com repercussão significativa junto às Comunidades. O foco que a Presidência privilegia no Jorev é disponibilizar conteúdo de qualidade para a reflexão nas Comunidades. Exemplo disso são os conteúdos publicados neste ano sobre a temática Fé, gratidão e compromisso”.

O ano de 2014 também foi de lançamento do novo Vídeo Institucional da IECLB, que os Conciliares receberam nas pastas neste Concílio. “Com este Vídeo, a Presidência quis, acima de tudo, reforçar a identificação das pessoas com uma Igreja que objetiva apaixonadamente cumprir a sua missão de viver e propagar o Evangelho de Jesus Cristo e reforçar a missão do PAMI - a IECLB “ser reconhecida como Igreja de Comunidades atrativas, inclusivas e missionárias, que atuam em fidelidade ao Evangelho de Jesus Cristo”, reforçou o Pastor Presidente.

O compromisso construído e assumido pela continuidade da revista Novolhar pode ser visto como um belo exemplo de ação conjunta, da IECLB como um todo, em favor da unidade eclesial e doutrinária, relatou o Presidente: “Nisso, nós precisamos avançar e há condições reais para tal, inclusive no âmbito da comunicação. Para isso, é imprescindível ajustar a sintonia fina entre a comunicação sinodal e a comunicação oportuna e necessária em nível nacional”.

O Pastor Presidente encerrou a sua apresentação agradecendo: “Os frutos desse último período de dois anos foram colhidos a partir da semeadura e do zelo de gerações de lideranças e membros, particularmente das Presidências passadas. A todas essas gerações, externamos o nosso reconhecimento e a nossa gratidão” e enfatizando a necessidade do diálogo: “Precisamos dialogar mais, ouvir mais, identificar com precisão o que se passa no coração das pessoas e canalizar para o lugar certo o que se ouve. É o que nos permitirá participar mais e melhor na missão integral de Deus, compreendida com a comunicação do amor de Deus, que se dá no testemunho missionário da fé, na vivência concreta do corpo de Cristo, no agir restaurador e curador, na celebração do amor divino. Como diz o PAMI, é aí que a paixão de Deus pela humanidade se revela ao mundo, por meio da vida da Igreja”.

***************

Na programação de quinta-feira do XXIX Concílio, ainda estão previstos os seguintes momentos:
- a apresentação do Relatório da Secretaria Geral, pela Diácona Ingrit Vogt, Secretária Geral da IECLB;
- avaliação dos Relatórios;
- plenária sobre a temática “viDas em comunhão” (Tema do Ano 2014);
- Culto ecumênico.

Para mais informações sobre o XXIX Concílio da IECLB, clique aqui


Autor(a): Comunicação IECLB (Letícia Montanet - Jornalista)
Âmbito: IECLB / Instância Nacional: Concílio
ID: 30285

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Tu és o meu Deus, eu te louvarei. Tu és meu Deus, eu anunciarei a tua grandeza.
Salmo 118.28
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Pela graça sois salvos, mediante a fé, e isto não vem de vós: é dom de Deus.
Efésios 2.8
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br