Concílio da Igreja



ID: 2273

XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão

2º dia - 16.10.2014 - Culto ecumênico

16/10/2014

XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
XXIX Concílio da IECLB - viDas em comunhão - 15-19.10.2014 - Rio Claro/SP
1 | 1
Ampliar

O XXIX Concílio
A Paróquia de Rio Claro e o Sínodo Sudeste sediam o XXIX Concílio da IECLB, que acontece nos dias 15 a 19 de outubro, na cidade de Rio Claro/SP, sob o tema “viDas em comunhão”, em sintonia com o Tema do Ano da IECLB para 2014.

O Concílio da Igreja, órgão deliberativo máximo da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, é realizado, ordinariamente, a cada dois anos, sempre em uma Comunidade diferente da IECLB.

Entre representantes, lideranças, delegados, convidados ecumênicos e equipe de apoio, participam do Concílio em torno de 200 pessoas.

Culto ecumênico
“Bem-vindos, bem-vindas para esta celebração ecumênica. É com alegria que mais uma vez, no espaço do seu Concílio, a IECLB se reúne com Igrejas irmãs para celebrar. Com este encontro celebrativo, reafirmamos o nosso compromisso ecumênico de diálogo, de parceria e de viDas em comunhão. Sim, também entre as Igrejas Deus gera viDas em comunhão. A diversidade é dom de Deus e a comunhão é fruto do Espírito e um compromisso de fé. A comunhão acontece lá onde nós, Igrejas, com a nossa diversidade, damos testemunho do mesmo amor de Deus pela humanidade”, foi a acolhida do P. Mauro de Souza, Secretário da Ação Comunitária, aos Conciliares, no Culto ecumênico, realizado na noite de 16 de outubro, no XXIX Concílio da IECLB.

Entre os representantes ecumênicos, na ordem em que participaram do culto, estiveram: Igreja Episcopal Anglicana do Brasil (IEAB) - Dom Flavio Augusto Borges Irala (Bispo da Diocese Anglicana de São Paulo), Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) - Rev. Assir Pereira (2º Vice-Presidente da SBB), Iglesia Evangélica del Río de la Plata (IERP-Argentina) - Pr. Ricardo Becker (Pastor da Congregación Alemana de Asunción), Iglesia Evangélica Luterana Unida (IELU-Argentina) - Pr. Gustavo Gómez Pascua (Presidente), Obra Gustavo Adolfo - GAW (Alemanha) - Pfr. Dr. Wilhelm Hüffmeier (Presidente), Igreja da Noruega - Ms. Beate Fagerli (membro do staff), Nordkirche - OKR Pfr. Andreas Flade, Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (Conic) - P. Altemir Labes (Pastor Sinodal do Sínodo Nordeste Gaúcho), Federação Luterana Mundial (FLM) – Bispo Munib Younan (Presidente), MLV (Alemanha) - Pfr. Wolfgang Hagemann (Presidente), Diaconia - Bispo Paulo Ayres Mattos (Presidente), Igreja da Suécia - Achbishop emeritus Anders Wejryd, ELKB (Alemanha) - Michael Grabow.

A pregação foi feita pelo Bispo da Igreja Evangélica Luterana na Jordânia e Terra Santa, Presidente da Federação Luterana Mundial, Bispo Dr. Munib Younan: “Esta é a força da nossa comunhão luterana: o fato de nos acompanharmos mutuamente no caminho de Emaús, como os dois discípulos (Jeremias 29.7). É somente na Santa Mesa da Eucaristia, que Cristo se revela a nós e nos comissiona para a missão holística, incluindo diaconia profética”.

O Bispo relatou ser um palestino que vive sob ocupação. Em 1948 e, novamente, em 1967, muitas pessoas do seu povo foram para outras terras, buscando refúgio em várias partes do Oriente Médio. Ainda hoje, em lugares como Líbano, Síria e Jordânia, seus irmãos e irmãs palestinas vivem ainda como refugiados. Esta situação não foi resolvida. Eles nunca receberam uma cidadania, a não ser a de pessoas refugiadas. A questão das pessoas refugiadas palestinas é, desde 1948, antes de tudo, uma questão nacional.

“Será que Jeremias, neste texto da escritura, lhes diria: ‘Desfrutem da sua estadia no campo de refugiados’ ou ‘Vivam uma vida normal na diáspora’? Hoje, vemos que as nossas irmãs cristãs e nossos irmãos cristãos no Oriente Médio continuam a fugir por causa da situação de desespero econômico, crescimento do extremismo e falta de qualquer vislumbre de paz no horizonte. Esta é a realidade que enfrentamos hoje e isso me faz questionar o profeta Jeremias, que parece pronunciar um oráculo de exílio para as pessoas que ama. O próprio Jeremias era um nacionalista. Ele próprio havia sofrido. Ele próprio foi perseguido. No entanto, lemos que ele diz a seu povo, que tinha sido exilado: ‘Construam casas fora do seu país. Plantem jardins e criem famílias fora de Jerusalém. Vivam e trabalhem e orem fora do lugar onde o nome de Deus está’. Eu estou realmente em conflito comigo mesmo e com Jeremias quando eu leio e prego sobre este texto. Eu me vejo chorando junto com o salmista: ‘Como podemos cantar a canção do Senhor em terra estrangeira (Salmo 137.4)’? Como podemos cantar pela paz em lugares onde nós experimentamos a injustiça, o extremismo, ou o abuso de poder? Como podemos orar pela paz daqueles que ocupam nosso território ou que nos enviaram para o exílio? Como podemos confiar que a mão de Deus está agindo, mesmo neste capítulo da nossa história? Há um desafio ainda maior: ‘Procurai a paz da cidade, onde Deus lhe enviou para o exílio, e orai ao Senhor, em seu nome, porque na sua paz você vai encontrar a sua paz’. Esta deve ter sido uma grande dificuldade para aquelas pessoas enviadas para o exílio de Jerusalém para Babilônia e é uma grande dificuldade para mim hoje. Como posso eu, cristão, palestino e refugiado, ler este texto?”, questionou o Bispo Younan.

O Presidente da FLM revelou que este é um texto difícil para ele, uma mensagem desafiadora para o nosso tempo. Jeremias era um profeta, entregando notícias difíceis e impopulares, tanto para o seu povo como para quem estava no poder e ele sofreu grandes consequências por causa disso. O nosso desafio, hoje, é que não encontramos tais líderes proféticos que conhecem a vontade de Deus e falam dela com ousadia. “Muitos dos nossos líderes políticos têm padrões duplos. Eles falam em justiça, mas querem o primeiro lugar para si. Eles falam em liberdade e independência, mas apenas para os seus próprios países e povos. Eles querem a paz, mas desejam também manter o seu próprio poder e privilégio. Hoje, pergunto: onde está a voz profética da Igreja, ainda que possa ser impopular como a voz de Jeremias?”, perguntou.

O Bispo da Igreja Evangélica Luterana na Jordânia e Terra Santa compartilhou passagens histórias, vivências, além de afirmações de pensadores e religiosos e concluiu: “A questão, hoje, não é o quanto uma pessoa ou uma Igreja se empenha pela justiça ou compartilha o Evangelho do amor. A questão é como podemos fazer isso juntos e juntas, como irmãos e irmãs em Cristo. Estamos dispostas, como Igrejas, a trabalhar em conjunto para a justiça? Se a voz de um profeta, Jeremias, foi ouvida durante milhares de anos e ainda está nos influenciando hoje, imaginem se as pessoas cristãs se tornassem uma voz profética unida para a justiça? Juntos e juntas, essa voz vai perturbar os poderes da injustiça e da opressão e vai criar as bases de uma paz verdadeira e duradoura. Juntos e juntas, podemos levar a esperança em muitas situações desesperadoras. O mundo nada exige de nós, como Igrejas, a não ser a nossa unidade para a justiça, paz e reconciliação”.

O Envio foi feito pelo Bispo Michael Grabow, representante da Igreja da Baviera (ELKB), em Alemão: “Somos uma Igreja em Cristo. Nessa unidade, ainda que diferentes, sigamos em paz e sirvamos na missão de Deus com alegria!”.

Para mais informações sobre o XXIX Concílio da IECLB, clique aqui


Autor(a): Comunicação IECLB (Letícia Montanet - Jornalista)
Âmbito: IECLB / Instância Nacional: Concílio
ID: 30294

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Um cristão é um ser alegre, mesmo que passe pelo maior desgosto, pois o seu coração se alegra em Deus.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Quisera não ter outro pensamento que este: a ressurreição aconteceu para mim!
Martim Lutero
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br