Concílio da Igreja



ID: 2273

XXX Concílio da IECLB - Palestra e Plenária

Por uma Comunidade Missional: agora são outros 500

20/10/2016

XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
XXX Concílio - Palestra e Plenária
1 | 1
Ampliar

O XXX Concílio
A Paróquia Bom Pastor e o Sínodo Vale do Itajaí sediam o XXX Concílio da Igreja, que acontece entre os dias 19 e 23 de outubro de 2016, na cidade de Brusque/SC, sob o tema “Por uma Comunidade Missional: agora são outros 500”, em sintonia com a temática “Missão” e o Tema do Ano da IECLB para 2017, ano do Jubileu da Reforma.

O Concílio da Igreja, órgão deliberativo máximo da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), é realizado, ordinariamente, a cada dois anos, sempre em uma Comunidade diferente da IECLB.

Entre representantes, lideranças, Delegados, Delegadas, convidados ecumênicos, convidadas ecumênicas e equipe de apoio, participam do Concílio em torno de 200 pessoas.

Palestra e Plenária
A tarde de trabalhos de quinta-feira foi dedicada à palestra “A missão em Paulo: por uma Comunidade Missional” e à plenária sobre a temática “Por uma Comunidade Missional: agora são outros 500”.

A primeira parte, chamada “O Apóstolo Paulo e a Comunidade Missional: definições, fundamentos e características”, teve como objetivo, a partir da biografia do apóstolo Paulo e da sua coragem de romper paradigmas, estabelecer as bases teológicas e os testemunhos concretos de uma Comunidade Missional.

O Palestrante convidado a expor a temática foi o P. Dr. Renato Raasch, que afirmou: “Uma Comunidade Cristã precisa reconhecer que ela é fruto do agir de Deus, que ela nasce da Missão de Deus e que tudo o que ela faz precisa estar em sintonia com essa realidade. Quando uma Comunidade Cristã reconhece esse pressuposto existencial, ela passa a agir a partir do agir primeiro de Deus em seu favor e em favor da humanidade. O foco da missão da Igreja é o Evangelho. A Comunidade é a consequência do anúncio e da vivência do Evangelho. Comunidade aqui precisa ser entendida como o conjunto de pessoas batizadas e evangelizadas que são reunidas em um convívio cujo vínculo maior é a fé em Jesus Cristo. No entanto, quando o nosso foco está na Comunidade, corremos o risco de voltarmos a nossa atenção somente para dentro, enquanto a Missão de Deus nos chama justamente para a direção contrária: para fora! De Jerusalém para os confins da terra! De uma religião etnocêntrica para uma fé de cunho universal!”.

A partir da biografia de Paulo, explicou o P. Renato, é possível perceber como experiências de fé, acompanhadas por profundas reflexões teológicas, impulsionaram a formação de Comunidades comprometidas com os desafios do seu tempo. A nossa trajetória como pessoas, como Comunidade e como instituição pode facilitar ou dificultar o ser missional. A biografia e a identidade determinam o nosso modo de ver, julgar, agir e refletir.

“A Comunidade Missional entende-se primeiramente como uma comunhão de pessoas vocacionadas por Deus para viver de forma existencial o Evangelho de Jesus Cristo de maneira a atrair outras pessoas a esse relacionamento com Deus. Essa Comunidade entende que a sua essência e a sua identidade estão arraigadas na história da Missão de Deus no mundo. A partir disso, estabelecem a sua visão e o seu propósito“, explicou o palestrante, questionando sobre a forma como nós, na condição de IECLB, nos entendemos dentro da história da Missão de Deus no mundo e como as nossas Comunidades percebem e concebem a sua vocação missional.

Após um relato histórico do contexto de Paulo, o P. Renato destacou que o nosso contexto histórico e cultural influencia a nossa biografia. Que a nossa biografia influencia a nossa Teologia. Que a nossa Teologia influencia a nossa prática da fé. Que a nossa prática da fé influencia o nosso Ministério e a nossa função na Comunidade, no Sínodo, na Igreja, no Centro de Formação: “As nossas biografias, Teologias e práticas da fé fazem a IECLB ser o que ela é“!

Como impulsos da vivência da fé, foram apresentados três vídeos com testemunhos de pessoas tocadas, transformadas pela ação missionária das Comunidades da IECLB, ou seja, nós, como Igreja Luterana intérprete de Paulo, até onde chegamos? O que conquistamos? O que somos? Quais são os motivos para celebração e alegria?

A segunda parte, chamada “O Apóstolo Paulo e a Comunidade Missional: resistências, confrontações e frustrações”, teve como objetivo, a partir da biografia do apóstolo Paulo e da sua coragem de romper paradigmas, perceber as dificuldades e os escândalos que o Evangelho gera no nosso tempo e nas nossas Comunidades.

Como impulsos da vivência da fé, foram apresentados testemunhos que apontam para omissões, distorções do Evangelho, por isso confessamos, nos arrependemos e pedimos perdão pelo que não conseguimos. Com o que nos preocupamos? O que nos entristece?

Dentro da proposta, marco no XXX Concílio, neste momento, o P. Dr. Lindolfo Weingärtner, Ministro Emérito da IECLB, esteve na Plenária para dar o seu depoimento, sendo recebido com muita emoção pelo grupo de Conciliares.

A terceira parte, chamada “O Apóstolo Paulo e a Comunidade Missional: desafios, sonhos e planos futuros”, teve como objetivo, a partir da biografia do apóstolo Paulo e da sua coragem de romper paradigmas, mostrar que precisamos estar atentos para a ousadia que vem do Evangelho. Dessa forma, podemos dar a nossa contribuição para que os próximos 500 anos da Igreja Luterana sejam marcados pela fidelidade ao Evangelho.

Como impulsos da vivência da fé, foram apresentados vídeos com testemunhos que apontam paradigmas a serem quebrados a partir do Evangelho, por isso sonhamos e ousamos, em busca de Comunidades mais inclusivas, atrativas e missionárias.

Finalizadas as etapas, Conciliares puderam fazer perguntas ao Palestrante.

Ao final, o grupo assistiu a uma compilação de imagens de ações e situações vivenciadas nas Comunidades da IECLB que mostraram a Igreja que fomos, a Igreja que somos e a Igreja que queremos ser: Igreja de Comunidades atrativas, inclusivas e missionárias, que atuam em fidelidade ao Evangelho de Jesus Cristo, destacando-se pelo testemunho do amor de Deus, pelo serviço em favor da dignidade humana e pelo respeito à Criação (Plano de Ação Missionária da IECLB - PAMI).

Agenda
Para a sexta-feira, a agenda do XXX Concílio da Igreja prevê os seguintes momentos:
- trabalhos em grupos sobre as reflexões a partir da palestra “A missão em Paulo: por uma Comunidade Missional” e da plenária sobre a temática “Por uma Comunidade Missional: agora são outros 500”;
- trabalhos nas Câmaras: “Comunidade Missional: cuidado com a missão”, “Comunidade Missional: cuidado ministerial” e “Comunidade Missional: cuidado com as finanças”;
- apresentação do Sínodo Vale do Itajaí (contexto, missão e cultura).
*A cada dia, as atividades são iniciadas e encerradas com devocionais especialmente preparadas para o XXX Concílio.


Todas as notícias do Concílio


Autor(a): Letícia Montanet - Jornalista
Âmbito: IECLB / Instância Nacional: Concílio
ID: 39981
MÍDIATECA

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Que Deus, que é quem dá paciência e coragem, ajude vocês a viverem bem uns com os outros, seguindo o exemplo de Cristo Jesus.
Romanos 15.5
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
A fé é um contínuo e persistente olhar para Cristo.
Martim Lutero
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br