A Igreja em Tempos de Coronavírus



ID: 3207

10º Domingo após Pentecostes - Erval Seco/RS

Paróquia Martin Luther de Erval Seco

09/08/2020

Culto 10. dom. após Pent - Abertura
Liturgia de Abertura
Pa. Sonja e P. João
P. João e Pa. Sonja
IECLB em Erval Seco/RS
Em solidariedade
Liturgia da Palavra
IECLB em Erval Seco/RS
Liturgia de Encerramento
1 | 1
Ampliar

LITURGIA DE ENTRADA

SINO

Acolhida:

Querida comunidade, nós estamos no 10° domingo após pentecostes e neste domingo comemoramos o Dia dos Pais. Assim como outras datas o Dia dos Pais é uma oportunidade especial de celebrarmos a vida e lembrarmos com carinho de nosso pai e a sua importância em nossa história. A própria origem do Dia dos Pais nasce da necessidade de mostrar a nossa gratidão pela presença paterna em nossa vida e em nossa formação. Junto com o Dia das mães é a oportunidade de fortalecer os laços familiares e o respeito por aqueles que nos deram a vida.

No Evangelho de Mateus, no capítulo 7 (9, 11b) Jesus pergunta: “Por acaso algum de vocês, que é pai, dará uma pedra ao filho que pedir pão? Quanto mais o Pai que está no céu dará coisas boas aos que lhe pedirem!”. Por mais falhos que sejam nossos atos, sabemos o que faz o bom pai, bem como a boa mãe. Mais que o bom pai e a boa mãe, Deus quer nos dar o que precisamos. Isto é motivo de alegria, de gratidão e de renovação da confiança nele. Com estas palavras saudamos vocês neste culto. Sejam bem-vindos e bem-vindas a este culto neste domingo especial, onde também queremos homenagear e lembrar de nossos pais e tudo que eles significaram e significam para nós.

Invocação a Trindade:

Celebramos este culto em nome do Trino Deus: Deus Pai – Criador; Deus Filho – nosso irmão e salvador; e Deus Espírito Santo a força que nos motiva homens e mulheres, jovens e crianças a darmos as mãos e lutarmos juntos por um mundo onde a presença do pai e da mãe seja sempre uma bênção. Amém.

Hino: Encontros que marcam

Confissão de Pecados:

Deus de Amor e misericórdia, nós te agradecemos porque a cada dia estás conosco e sabes de tudo. Tu nos conheces assim como somos. Conheces as nossas fragilidades, inseguranças, medos e preocupações.

Perdoa-nos porque nem sempre sabemos ser pai, mãe, filho e filha e na maioria das vezes esquecemos o grande compromisso que temos de testemunhar em palavra e ação o teu imenso amor e a tua presença em nossa família.

Sim, Deus, em muitos momentos o cansaço toma conta e nos tornamos pessoas nervosas e irritadas. Os dias vão passando e muitas vezes não sabemos o que fazer e que caminho tomar. A correria do dia-a-dia e as preocupações no trabalho vão fazendo parte da vida de tal forma que achamos que não há tempo para a família, para o lazer e para estar em tua presença em oração e junto com a comunidade. Agora estamos em um tempo tão diferente... As nossas certezas estão sendo questionadas. Não podemos nos reunir, nos abraçar... Que Dia dos Pais diferente esse. Tudo o que queríamos é ter mais tempo para a família e agora esta possibilidade tem trazido conflitos e situações jamais imaginados. Como tem sido difícil, Deus, não poder levar a vida que era tão conhecida. Como tem sido difícil precisar se deparar com sentimentos que procurávamos esconder e não enfrentar. Perdoa-nos a nossa fraqueza, a nossa irresponsabilidade e a nossa falta de fé.

Perdoa-nos, Deus, porque muitas vezes não aceitamos o teu amor, o teu perdão, a tua presença. Perdoa-nos porque o mundo que aí está não permite que tu intervenhas, e neste tempo onde o distanciamento social se faz necessário, sentimos esta realidade de forma mais presente ainda. Nos dê coragem para um testemunho fiel do teu Evangelho em nossa família e no lugar em que vivemos. Ajuda-nos a termos tempo para te ouvir, disposição e coragem para te amar e servir. Deus compassivo e justo: ouve e aceita nosso pedido de perdão. Por Jesus Cristo, amém.

Anúncio da Graça:

Está escrito no Salmo 103, versículo 13: Como um pai e uma mãe se compadecem de seus filhos, assim o Senhor se compadece das pessoas que o temem.

E na primeira Carta de João, capítulo 3, versículo 1 lemos: Vede que grande amor nos tem concedido o Pai, a ponto de sermos chamados filhos (e filhas) de Deus; e, de fato, somos filhos (e filhas) de Deus.

Por podermos confiar nesta promessa, louvamos o nome do Senhor.

Hino: Alegrai-vos sempre no Senhor (LCI 153)

Kyrie Eleison

Deus nos faz cristãos e cristãs dentro do mundo onde a falta de diálogo, o egoísmo, o sofrimento, os problemas financeiros acabam por destruir muitas famílias. Muitas vezes não sabemos como viver e, sobretudo ser pai e mãe neste mundo tão conturbado. Mas temos a convicção, como comunidade cristã, que o próprio Deus nos ilumina, nos orienta, nos carrega e nos ajuda a enfrentar as adversidades da vida. Por isso nós queremos clamar a Deus pelas dores deste mundo, pelas nossas dores...:

Hino: Pelas dores deste mundo... (LCI 56)

Glória

Mesmo diante de um mundo que passa por muitas dores, ele não deixa de ser um mundo onde momentos, ações e situações boas também acontecem. Quantas vivências repletas de bênçãos e alegrias já pudemos viver em família e junto ao nosso pai. Acima de tudo, Deus é um Deus de amor, de compaixão, de ajuda. Por mais que às vezes o sentimos distante, Deus não se esqueceu deste mundo e continua mandando seus bons sinais a cada dia, a cada momento. É bem por isso que podemos e devemos, além de clamar, também louvar, cantemos glórias ao Trino Deus:

Canto: Glorificado (LCI 183)

Oração do Dia

Deus de amor e misericórdia, paizinho querido, tu que conduziste teu povo como um pai e uma mãe responsáveis guiam sua família, que aceitas que levemos à tua presença aquilo que nos angustia e que concedes alegrias na vida familiar, vem e orienta-nos com a tua Palavra. Por nosso Senhor Jesus Cristo, que vive e reina contigo, na unidade do Espírito Santo. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA

Hino: Pela Palavra de Deus (LCI 152)

1ª Leitura Bíblica:

Na primeira leitura bíblica deste culto, encontramos a recomendação para ensinar às futuras gerações os feitos de Deus: Deuteronômio 11.18-21.

2ª Leitura Bíblica:

A segunda leitura nos fala do papel dos pais e dos filhos para uma boa convivência: Efésios 6.1-4.

Recebamos a Palavra do Evangelho cantando: Aleluia!

Canto: Ale, ale, aleluia... (LCI 188)

Leitura do Evangelho:

Ouçamos a palavra do Evangelho de Mateus, capítulo 14, versículos 22 a 33

Hino: Graças dou (LCI 479)

Pregação: P. João Willig

Hino: Segura na mão de Deus (LCI 612)

Oração Geral da Igreja:

Deus de amor e misericórdia! Nós te agradecemos por mais este dia de vida que nos concedes; por esta maravilhosa oportunidade de podermos celebrar e nos reunir em casa junto da família. Nós te agradecemos pelos pais, tanto os que ainda vivem conosco quanto os que já partiram. Nós te agradecemos por este momento e por cada pessoa que está acompanhando o culto neste momento.

Nós te agradecemos que mesmo em meio a uma pandemia há muita coisa bonita acontecendo: Quantas iniciativas de solidariedade, quantos momentos de estudo e pregação da tua Palavra por meio digitais. Quantas famílias mantendo uma convivência de amor, respeito e cuidado. Quantas pessoas em oração para que este tempo possa ser vivido com mais leveza e cuidado e para que a cura desta doença, que tem ceifado vidas e trazido tanto sofrimento e medo, possa ser encontrada. Quantas pessoas ligando umas para as outras para manter o contato e para ajudar em momentos de depressão e solidão. Quantos abraços através de mensagens e olhares amorosos. Quantas famílias em diálogo e abertas a se repensar como ser humano, como pai, como mãe, como filho, como filha. Quantas pessoas voltando a estar em tua presença, sedentas da tua Palavra e da tua presença. Quantas pessoas certas de que a vida precisa ser repensada para que todas as pessoas tenham vida e vida plena, como teu Filho e nosso irmão Jesus Cristo pregou e ensinou. Sim, Deus temos muito, muito a agradecer. E neste dia dos pais queremos te agradecer de forma especial pelos pais e pelas mães que exercem a paternidade e maternidade com responsabilidade. Filhos e filhas que amam e valorizam seus pais. Famílias que mesmo em meio a problemas e dificuldades procuram manter-se unidas e vivem em amor.

Nós te pedimos por aquelas pessoas que sofrem pela perda de alguém, seja por cauda da COVID 19 ou outra situação. Também lembramos das pessoas que enfrentam uma enfermidade prolongada. Dê força para que encontrem ânimo e sejam perseverantes... Te pedimos por pessoas que há pouco souberam que precisarão realizar uma cirurgia ou estão com alguma fragilidade em sua saúde. Dê a essas pessoas tranquilidade e a certeza da tua presença em cada momento que virá.

Nós te pedimos por todos os pais. Ilumina-os e concede-lhes sabedoria e discernimento em todos os dias de sua vida. Dê também paciência e muito amor para vivenciar este tempo de pandemia junto a sua família. Te pedimos pela paz em nossos lares e no mundo e pelas nossas comunidades e os trabalhos que realizam em teu nome...

Queremos também interceder... pelas famílias, para que haja diálogo, para que pais, mães, filhos e filhas ouçam mais e melhor o que recomenda tua Palavra, a fim de que na convivência aconteçam perdão, confiança e alegria. Nós intercedemos, nosso Deus, por todas as situações familiares em que aconteceram rompimentos, entre casais, entre pais, filhos e filhas, entre gerações, para que dificuldades sejam encaradas em conjunto e, apesar da dor, a alegria de viver possa ser reencontrada.

Fica conosco nesta nova semana que iniciamos. Abençoa-nos e orienta-nos para que encontremos um jeito novo e bonito de se viver. Em tuas mãos estamos e por isso juntos oramos...

Pai Nosso

LITURGIA DE ENCERRAMENTO

Bênção:

Neste Dia dos Pais somos convidados a olhar para Deus como o Deus que também é Pai. E, também, todos os que são pais são convidados a se espelharem em Deus que se manifesta à humanidade, por meio de Jesus, como Abba, paizinho amado que aconchega, fortalece, dá segurança, ama. Recebamos, assim, a bênção de Deus:

Que o Deus – Abba
O Paizinho amado de Jesus Cristo.
O Deus que ama, protege, orienta e consola.
Ele te abençoe.
Dando-te alegria e salvação, e te permita crescer como ser humano: como Pai, mãe, filho e filha.
Ele te proteja.
No medo, no perigo e na necessidade.
Que Deus faça resplandecer o seu rosto sobre ti.
Lá onde estiver escuro ao teu redor,
Para que consolado possas continuar o teu caminho
E não percas de vista o teu objetivo.
Que Deus levante o seu rosto sobre ti
E veja o que te falta.
Ele te dê atenção todas as vezes que o procurares.
Ele cuide de ti, assim como um bom pai e uma boa mãe cuidam seu filho / sua filha.
Que Deus te dê a paz.
Que a paz reine dentro de ti e ao teu redor.

Assim te abençoe o nosso Deus que é Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Envio:

Que a paz e o amor de Deus estejam com todos e todas nós neste dia especial e em toda semana que está iniciando. Fiquemos em paz.

Hino: Obrigado Pai Celeste (LCI 477)

SINO
 

MÍDIATECA

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Meu Deus e meu Rei, eu anunciarei a tua grandeza e sempre serei grato a ti. Todos os dias, te darei graças e sempre te louvarei.
Salmo 145.1-2
REDE DE RECURSOS
+
A graça só tem um recipiente - o nosso coração.
Martim Lutero
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br