A Igreja em Tempos de Coronavírus



ID: 3207

18º Domingo após Pentecostes - Erval Seco/RS

OASE - Paróquia Martin Luther de Erval Seco

04/10/2020

Abertura Culto 04.10.20
Altar da Comunidade em Erval Seco
Mulheres da OASE que auxiliaram da Celebração
1 | 1
Ampliar

LITURGIA DE ABERTURA

Acolhida:

O mês de outubro é um mês especial para nós. Logo no primeiro dia do mês lembramos o Dia da Pessoa Idosa, depois de alguns dias é momento de comemorar o Dia das Crianças e também de quem tem a vocação e o trabalho de ensinar: Dia da Professora e do Professor. Encerrando o mês celebramos o Dia da Reforma Protestante, dia de lembrar a importância de estarmos sempre em reforma a partir do Evangelho de Jesus Cristo. E a cada dia do mês é momento de falar da importância de nos cuidarmos. É o Outubro Rosa marcando presença de múltiplas formas.

É tempo de celebrar a vida desde a infância até a idade avançada. É tempo de afirmar que fé e amor são inseparáveis, assim como fé e atitudes. O tempo é presente de Deus. A vida é preciosa. Os caminhos que traçamos e percorremos precisam ser marcados pelos valores que recebemos do Deus da Vida, manifestado em Jesus Cristo.

Hoje queremos celebrar este desafio junto com as mulheres da OASE. Na semana que passou celebramos a Semana Nacional da OASE que a cada ano, desde 1987, acontece no início da estação da primavera. São as mulheres da OASE procurando divulgar o seu trabalho a partir da mensagem de vida nova e renovação que a primavera representa.

Nossas boas-vindas a todas as pessoas a este culto celebrado com a participação de mulheres da OASE. Saudamos a quem nos acompanha com a palavra registrada no Evangelho de João, capítulo 15, versículo 16, lema da nossa igreja neste ano de 2020. Palavra de Jesus Cristo que diz: “Eu escolhi vocês para que deem fruto”. Que esta palavra de Jesus seja alimento para nosso pensar e agir.

Hino: ♪ O nosso encontro – LCI 18 (Nelson Luersen e filho Jonatas)

Saudação:

Aqui estamos em nome e na presença do Trino Deus. O Deus que é Criador e nos ama assim como somos; o Deus que é Filho e em Jesus Cristo se fez pessoa humana como nós; o Deus que é Espírito Santo, luz e força que motiva homens e mulheres, crianças, jovens e pessoas idosas a dar as mãos e lutar juntos por um mundo mais justo, mais fraterno e mais irmão.

Ouçamos a Leitura do Salmo 71.5 a 8 e 14 a 19 que será lida pelas mulheres da OASE Amigas na Fé, da Comunidade Gustavo Adolfo da Vista Gaúcha...

Leitura Responsorial do Salmo (OASE Amigas na Fé) 5 mulheres

1 Ó Senhor, meu Deus, em ti ponho a minha esperança; desde jovem tenho confiado em ti.
2 Toda a minha vida tenho me apoiado em ti; desde o meu nascimento tu tens me protegido. Eu sempre te louvarei.
3 A minha vida tem sido um exemplo para muitos porque tu tens sido o meu forte defensor.
4 O dia inteiro, eu te louvo e anuncio a tua glória.
5 Eu sempre porei a minha esperança em ti e te louvarei mais e mais.
1 Anunciarei que tu és fiel; o dia inteiro falarei da tua salvação, embora não seja capaz de entendê-la.
2 Falarei do teu poder, ó Senhor, meu Deus; anunciarei a tua fidelidade, a tua fidelidade somente.
3 Tu tens me ensinado desde a minha mocidade, e eu continuo a falar das coisas maravilhosas que fazes.
4 Agora que estou velho, e os meus cabelos ficaram brancos, não me abandones, ó Deus! Fica comigo enquanto anuncio o teu poder e a tua força a este povo e aos seus descendentes.
5 A tua fidelidade, ó Deus, chega até o céu. Tu tens feito grandes coisas, e não há ninguém igual a ti.

Hino: (183.3 LCI) ♪ Glorificado seja teu nome (Otilo Maurer e Samoel Fenner)

Confissão de Pecados: (OASE Lídia) - 3 mulheres

Amiga verdadeira / amigo verdadeiro é aquela / aquele que nos conhece bem de perto, aquela / aquele para quem contamos nossos segredos, nossas dores, as coisas que nos magoam e as que nos fazem feliz. Por isto, diante deste Deus de amor e misericórdia, queremos confessar nossos pecados como quem procura um amigo para contar-lhe algo muito importante. Queremos ter um tempo de silêncio, para que você possa conversar com Deus, e, em seguida, uma oração comunitária será trazida por mulheres da OASE Lídia, da Comunidade de Erval Seco. Oremos:

(...) Momento de silêncio (com música instrumental ao fundo)

1 Deus, tu que és parceiro de caminhada, chegamos à tua presença como quem busca o consolo de um grande amigo. Nós te pedimos: recebe o que trazemos em nossos corações e há pouco em silêncio oramos. Há sentimentos de gratidão, mas também de preocupação...
2 Perdão Deus se em nosso dia-a-dia não te vemos como nosso Senhor, Salvador e amigo de todas as horas. Sabe! Nós, às vezes, te vemos mais como um juiz, do que como um amigo. Acabamos esquecendo o teu amor por nós.
3 Perdão Deus, se nos esquecemos de que teu amor é para todas pessoas, se temos sido egoístas.
1 Perdão Deus, por que nos esquecemos de tua amizade para conosco, esquecemos que tu és tão fiel que deste a vida por nós.
2 Perdão Deus, pois não conseguimos ser tão fiéis como tu és conosco, por não termos dedicado tempo suficiente às pessoas que amamos, as nossas amigas, aos nossos amigos e principalmente às nossas crianças e aos nossos idosos.
3 Deus, ajuda-nos a ser tuas seguidoras e teus seguidores, fiéis e verdadeiros. Por Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador nós te pedimos. Amém!

Anúncio da Graça:

A Sagrada Escritura nos conta que o maior amor que alguém pode ter por seus amigos é dar a vida por eles. Este amor nos foi dado por Jesus, ele deu sua vida por nós, para que pudéssemos perceber a gravidade da ausência de amor em nossa vida, mas também para que pudéssemos perceber o valor do perdão que Deus nos dá. Assim, com alegria e devoção, podemos louvar ao nosso Deus, dando a ele glória...

Hino: (LC 70) ♪ Glória (Nelson e o filho Jonatas)

Oração do Dia: Vice coordenadora da OASE Sra. Sônia Wink

Querido Deus de amor e misericórdia, nós sabemos que é graças a tua amizade e fidelidade que podemos nos reunir em tua presença, em todos os confins da terra. Queremos neste culto, renovar nossos laços de amizade contigo e com todas as pessoas que repartem a mesma fé em ti e em teu filho Jesus Cristo. Queremos, como crianças que escutam uma bela história, estar atentas à tua palavra de vida e salvação, e como pessoas idosas que se colocam sob a palavra com devoção e fé. Ilumina a nossa vida com a luz que vem da tua Palavra e de teu amor para que possamos viver mais em comunhão, testemunho e serviço contigo e com o próximo. Por Jesus Cristo. Amém!

LITURGIA DA PALAVRA

Leituras Bíblicas:

Queremos ouvir agora a Palavra de Deus, acolher em nossos corações a mensagem que Deus dirige a nós. Que o Senhor faça que a Palavra lida seja para nós, lâmpada para os pés e luz para os caminhos. Recebamos a leitura do evangelho de Marcos, capítulo 9, os versículos 30 a 37 cantando Aleluia!

Canto: (LC 188) ♪ Aleluia (Otilo Maurer, Samoel e filhas)

Leitura do Evangelho de Marcos 9.30-37. (Palavra do Senhor, aleluia) – Coordenadora da OASE Sra. Erci Braum

Canto: (LC 188) ♪ Aleluia (Luiz Henrique Nunes)

Mensagem

Que a graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do Espírito Santo estejam com todas e todos nós. Amém.
Queridas irmãs e irmãos em Cristo,

Hoje celebramos este culto com a presença de mulheres da OASE de nossos 3 grupos. Queremos junto com vocês celebrar a vida que brota com a chegada da primavera. Para as mulheres da OASE os meses de setembro e outubro são meses que marcam várias celebrações. Em setembro com a chegada da primavera temos a Semana Nacional da OASE quando realizamos os chás da primavera ou das flores, em outubro a OASE lembra o Dia da Pessoa Idosa e tem sempre um momento com as crianças, marcando o dia delas de forma especial. A OASE também lembra em seus encontros e em momento de culto o Outubro Rosa e participa do Dia da Reforma. Momentos significativos de encontro, celebração e oração que neste ano não podemos fazer de forma presencial. Assim queremos com este singelo culto marcar estas datas e nos colocar na presença de Deus orando e refletindo sobre a sua Palavra. Para este momento escolhemos um texto do evangelho de Marcos que nos fala e nos questiona quem é o mais importante.

Vimos no texto bíblico lido a pouco pela coordenadora paroquial da OASE Sra. Erci Braum que Jesus está a caminho de Jerusalém. Neste texto não vemos Jesus fazendo alguma cura ou realizando algum milagre. Ele também não está cercado de grandes multidões. Ele está com um grupo menor, os seus discípulos, para ensiná-los mais reservadamente. O que Jesus está ensinando? “O Filho do Homem será entregue nas mãos dos homens, e eles vão matá-lo, mas três dias depois ele ressuscitará”.

Para os discípulos, que estavam acostumados com o “sucesso” de Jesus, - que curava, que fazia milagres, que multiplicava pães, que reunia multidões, - era difícil acreditarem que Jesus teria que passar pelo pior dos castigos: a cruz. Afinal a cruz era imposta para ladrões e criminosos da época.

Quando Jesus fala de sua crucificação e ressurreição, os discípulos não sabem o que pensar e têm medo de perguntar. Estão a caminho e logo chegam a Cafarnaum. No caminho, nos diz o texto, que, sem a participação de Jesus, os discípulos estavam discutindo entre eles. Então, ao chegarem Jesus pergunta aos discípulos: afinal “o que vocês estavam discutindo no caminho?” O texto nos diz que eles ficam calados, sem qualquer reação, pois no caminho eles tinham discutido sobre qual deles era o maior, o mais importante.

Jesus, então, diz aos seus discípulos: Se alguém quer ser o primeiro, deve ficar em último lugar e servir a todos. E pegou uma criança, abraçou-a e trouxe para junto deles e disse: “quem recebe em meu nome uma destas crianças estará também me recebendo”.

As palavras de Jesus: Cruz e ressurreição e o mais importante, o maior é o que serve, mexe, vira de ponta cabeça os pensamentos dos discípulos. Por quê? Porque inverte o valor, vai contra a lógica do mundo. Criança na época de Jesus não tinha qualquer valor. Para Jesus os valores da sociedade não são os mesmos valores do que os do Reino de Deus.

O que este texto tem a nos dizer e ensinar? O que podemos aprender nestes tempos em que estamos vivenciando? Algo mudou desde então? O tempo passou, muitas coisas mudaram, mas a preocupação e sentimentos parecem que continuam os mesmos, ou até pioraram... Afinal quem consideramos ser o mais importante em nosso mundo, na vida pública, na sociedade e até mesmo na Igreja?

Muitas vezes, em nossos dias, o mais importante, normalmente, está ligado ao poder. Sobre o poder e a autoridade Jesus nos diz que só tem o seu valor e reconhecimento quando estão a serviço, quando vão ao encontro do bem comum, da paz e das pessoas menos favorecidas.

Para Jesus a vida tem que ser entendida como doação e serviço. Isto sim tem valor aos olhos de Deus. Normalmente o poder e a autoridade estão associados com o egoísmo, a ganância, o orgulho, a cobiça e a opressão. Não é este tipo de poder que Jesus nos ensina a colocar em prática.

Então... qual é o maior valor em nossa vida? O que para nós é o mais importante? Neste mês temos datas significativas a serem lembradas... O dia da pessoa idosa, o dia da criança, o dia da professora e do professor, o dia da Reforma Protestante e o outubro Rosa. São datas que lembram de pessoas que na verdade estão à margem da sociedade: são as crianças, as pessoas idosas, as mulheres, as pessoas que se dedicam ao ensino escolar, as pessoas que abraçam uma vida voltada para o cuidado com a criação e com as pessoas mais frágeis.... Na verdade são pessoas que apenas lembramos nessas datas e dificilmente estão em nossa lista de pessoas importantes... Pois bem, Jesus vai na contramão da lógica humana. Ele coloca a criança como a mais importante. A criança é colocada como símbolo do serviço que Deus espera de cada pessoa.

Penso que este texto serve para fazermos um balanço nas nossas vidas: Para quem estou servindo? Para Cristo, isto é, indo ao encontro das pessoas mais frágeis, ou estou servindo a mim mesma? O poder está em benefício de quem?

Se Jesus nos perguntasse neste momento, o que estamos conversando pelo caminho... Também estaríamos constrangidos e envergonhados, pois apenas nos preocupamos com as nossas coisas e para nós o mais importante não são as pessoas cada qual do seu jeito e com seus dons e capacidades, mas quem tem mais e ocupa algum cargo?
Para Jesus a pessoa mais importante é a que serve, a que vivencia diaconia, ou seja, a que vivencia amor que transforma e possibilita vida em plenitude. A que respeita, a que ama, a que luta por um mundo mais justo e digno para todas as pessoas.

Também quero lembrar que estamos na primavera. Estação que marca de forma especial os trabalhos dos grupos de OASE a cada ano. Então, assim como as flores, somos convidadas e convidados a não guardar a beleza que temos, mas repartir. A não perfumar apenas ao redor de si, mas a espalhar o perfume, como um abraço que fortalece, consola e alegra o coração.

Que o nosso coração se vista de flor, de esperança, de vida nova, de perfume... que marca e faz a diferença. Pois para Cristo todas as pessoas são importantes e especiais e dignas de respeito e cuidado. Pensemos nisso e reflitamos como temos olhado e cuidado das pessoas idosas, das crianças, das mulheres, das professoras e professores....

Em resposta a palavra lida, ouvida e refletida, confessemos a nossa fé que nos une como pessoas cristãs. Hoje usaremos para este momento as palavras cantadas do hino da OASE, Jesus Cristo é Rei e Senhor... E logo após a nossa Confissão nos colocamos em oração que será dirigida por mulheres do grupo de OASE Marta e Maria, da Comunidade Cristo Redentor da Arco Íris e a oração do Pai Nosso cantada pelo Sr. Nelson e seu filho Jonatas...

Hino: Jesus Cristo é Rei e Senhor (Canto realizado por mulheres da OASE São Lucas de POA)

Oração Geral da Igreja (OASE Marta e Maria) – 4 mulheres

1 Querido Deus de amor, mesmo na distância física nos unimos como tua Comunidade. Neste culto estivemos em tua presença com a nossa confissão de pecados, as nossas orações, com salmos, cantos, confissão de fé, leituras bíblicas e reflexão da tua Palavra. Logo iniciaremos mais uma semana, ainda com os cuidados de mantermos o distanciamento social. Os dias estão pesados e temos ânsia pelo encontro presencial, pelo abraço, pelo louvor em conjunto com irmãs e irmãos na fé. Muitos são os problemas e sofrimentos. Tudo isso nos amedronta e nos torna frágil. Retira de nós estes sentimentos. Une-nos e fortalece-nos para que a tua presença vença os males deste mundo: a solidão, a morte e o luto, a dor e a doença, a falta de carinho e amor para com as crianças e as pessoas idosas.
2 Olha com carinho e tem piedade de nós neste tempo de pandemia. Há muito sofrimento e preocupação. O aprender e ensinar nas escolas estão prejudicados, o desemprego e a violência nos lares está aumentando... Há muitas incertezas e muita divisão. Ajuda-nos a sermos pessoas amorosas e sensíveis à maneira de cada pessoa enfrentar este tempo e fortalece a nossa fé.
3 Deus de misericórdia, mesmo com tantas situações de medo, insegurança e preocupação precisamos também te agradecer. Agradecer porque tu vens ao nosso encontro e entras em nossa casa, nos concedes perdão, reconciliação, nos ofereces força e esperança para continuar a vida. Nós te agradecemos, Deus, porque tu vens de formas tão diversas e especiais. Estás aí em qualquer tempo e em qualquer circunstância podemos contar contigo. Ensina-nos a cada dia a te buscar, a confiar na tua presença e no teu amor.
4 Tudo isso te recomendamos, Deus de amor, nossa Rocha e Amparo, nossa Força e Proteção, que reinas com o Filho e o Espírito Santo eternamente. Amém.

Hino: (LC 257) Pai Nosso (Nelson e o filho Jonatas)

LITURGIA DE ENCERRAMENTO

Bênção final (os 3 grupos da OASE)

Recebamos a bênção de Deus que todas mulheres que participaram deste culto querem trazer a todos e todas nós...

1. Que Deus te cuide com carinho que te indique o melhor caminho; que te ensine sobre o verdadeiro amor; que te perdoe quando preciso for.
2. Que Deus te dê asas para voar nos sonhos te ajude a pousar, mas também te mostre a realidade que terás de enfrentar, sem nunca por nada recuar.
3. Que Deus te dê forças para encarar tudo aquilo que não tens como mudar.
4. Que Deus te dê saúde, que teu corpo por dentro nunca mude e que ao envelhecer tu possas dizer que tua maior felicidade foi viver.
5. Que Deus te mostre com clareza a grande e real beleza de um jardim florido, de um bom livro de uma poesia que fale de saudade de uma calma paisagem.
6. Que Deus te faça compreender porque amanhece antes de anoitecer; porque o sol se esconde, quando a lua quer brilhar e porque o sol brilha, quando ela vai descansar.
7. Que Deus te faça ver, que no sorriso de uma criança mora toda a esperança, que tanto precisas para viver.
8. Que Deus faça de ti um ser sensível que seja capaz de chorar, sem jamais se envergonhar.
9. Que Deus possa te mostrar, que cada onda do mar devolve tudo que ousa levar afinal não tem a intenção de roubar, o que em terra deve ficar.
10. Que Deus te ensine sobre dignidade, sobre a força e a fragilidade, sobre a coragem e a honestidade.
11. Que Deus te ofereça amigos verdadeiros e que tu saibas cultivar cada amizade que em tua vida Ele plantar.
12. Que Deus te ensine a fé, que te faça crer em Jesus e que te permita aceitar, que por pior que seja a cruz que tenhas de carregar, ele sempre estará ao teu lado, pra te ajudar! Amém.

Envio:

Fiquemos em paz, mantendo o sentimento de COMUNHÃO, com criatividade no SERVIR e no tempo presente sejamos TESTEMUNHAS do seu amor e da sua justiça. Amém.
 

MÍDIATECA

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Devemos orar com tanto vigor como se tudo dependesse de Deus e trabalhar com tanta dedicação como se tudo dependesse de nosso esforço.
Martim Lutero
REDE DE RECURSOS
+
Ó Senhor Deus, não há ninguém igual a ti. Tu és grande e o teu nome é poderoso.
Jeremias 10.6
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br