A Igreja em Tempos de Coronavírus



ID: 3207

20º Domingo após Pentecostes - Erval Seco/RS

Paróquia Martin Luther de Erval Seco

18/10/2020

Convite Culto 18out20
Altar
P. João Willig e Pa. Sonja H. Jauregui
Altar
Altar
Espaço da Comunidade
Espaço da Comunidade
1 | 1
Ampliar

LITURGIA DE ABERTURA

SINO

Hino de Entrada: O nosso encontro vai ser abençoado (LC 18 – Samoel e as filhas Manuela e Fernanda)

Saudação e acolhida.

“Não temas nem te espantes, chamei-te pelo teu nome: tu és meu”. Isaías 43.1

Deus nos conhece pelo nome. Ele nos chama e nos reúne em comunidade, mesmo que seja de forma virtual. E é por isto celebramos culto nesta manhã de domingo. Culto onde buscamos fortalecer a nossa fé, a nossa esperança, a nossa alegria na comunhão com Deus e com nossos irmãos e irmãs. Sejam todas e todos bem vindos. Em especial dou as boas vindas àquelas pessoas que nos veem e escutam em tantos lares pelo Brasil afora. Bem vindos, bem vindas a esta celebração que acontece em nome de Deus que é Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Manifestemos a nossa alegria e a nossa gratidão à Deus por podermos celebrar Culto cantando...

Hino: Reunidos aqui (LC 26 – Adolfo e o filho Davi Maurer)

Kyrie

Comunidade que vive da graça e do amor de Deus não pode esquecer de tantos irmãos e irmãs, de tantas situações que ao nosso redor carecem de cuidado, de justiça e de amor. Clamemos a Deus pelas dores do mundo.

Deus de Amor, estamos em tua presença. Conhecemos a força e o poder do teu amor e, confiamos que somente tu podes ajudar a transformar as situações mais difíceis e dolorosas da vida em motivos de esperança. Colocamos em teus cuidados todas as situações que causam dor e sofrimento, que colocam pessoas à margem da sociedade e que marcam este mundo pelo preconceito e o desrespeito.

Lembramos de maneira especial as famílias enlutadas. Famílias que estão de luto vítimas de situações de violências, do mal uso da liberdade e de doenças como o câncer e a Covid 19. Lembramos também das famílias que se encontram enlutadas em nossa Comunidade e Paróquia. Por essas e outras dores neste mundo que vivemos, imploramos piedade!

Hino: Pela dores deste mundo (LC 56 – Jonas Graebin)

Palavra da Graça.

Antes de tudo e de todas as pessoas está o amor de Deus. É Deus quem dá o primeiro passo em nossa direção, nos amando e nos recebendo através do Batismo como seus filhos e suas filhas. Por isso podemos ter esperança e confiança de que Deus olha por cada família que sente a dor do preconceito, do desrespeito e da perda e as ajuda com a sua proteção e orientação. Amém!

Hino: Vede que grande amor (LC 168 – Samoel Fenner e sua irmã Ivonilde)

Oração do dia

Deus de Amor e Misericórdia, tu que és tal qual uma mãe e um pai repletos de amor, abre nossos olhos para que o reconheçamos como Deus Criador e Salvador. Dá-nos a fé necessária para participar de teu Reino. Dá-nos a presença do teu Santo Espírito para que possamos entender o que aqui nos é transmitido e levar a tua Palavra para este mundo tão carente de Deus. Em nome de Jesus, teu Filho amado e nosso irmão, nós oramos com o coração repleto de gratidão, na certeza que nos ouves com atenção e carinho. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA

Leituras bíblicas

A palavra do Senhor é lâmpada para nossos pés e luz para nos guiar.

Ouçamos a Palavra do Evangelho cantando aleluia.

Canto: Aleluia! (LC 188 – Adriano e o filho Felipe)

Leitura do Evangelho: Mateus 22.15-22 (Palavra do Senhor)

Hino: Como tu queres (LC 160 – Odilo Maurer e Samoel Fenner)

Mensagem:

Leitura do Texto bíblico: 1 Tessalonicenses 1.1-5a

Que a paz e o amor de Deus e do nosso Senhor Jesus Cristo, e a comunhão no Espírito Santo esteja com todos nós. Amém.

Querida Comunidade!

Gostaria de iniciar a mensagem lembrando um pouquinho da história dessa comunidade de Tessalônica. Uma comunidade formada a partir da pregação de Paulo. Sabemos pelos relatos históricos que o apóstolo inicia um trabalho de pregação e evangelização nesta cidade onde grande parte pertencia ao povo judeu. Infelizmente Paulo não pôde ficar por muito tempo, logo teve que ir embora para não ser preso. Os judeus começaram a persegui-lo. E ele dali foge para uma outra cidade. Mais tarde, um de seus amigos, chamado Timóteo, escreve para Paulo falando daquela Comunidade de Tessalônica. Que, mesmo em meio à perseguição, estava bem aquela Comunidade, servindo a Cristo, crescendo espiritualmente, colocando em prática a sua fé e trabalhando pelo Evangelho. Paulo então fica contente, alegre com a notícia que Timóteo conta pela carta. O apóstolo Paulo então escreve à comunidade, desejando a ela a paz de Deus, agradecendo a graça de Deus, e exortando-os a continuar o trabalho, a vida em comunidade, porque cada uma daquelas pessoas Deus havia escolhido para si mesmo.

Irmãs e irmãos, hoje o texto fala sobre a alegria de Paulo pela comunidade de Tessalônica. E se vamos olhar com mais atenção, veremos que esta comunidade vive na fé, na prática da fé, ou seja na alegria de estar unida com Jesus Cristo. E esta comunidade não só se sente comprometida com a boa notícia do Evangelho, mas também se preocupa em vive a sua fé.

Então, interessante que olhemos para a nossa Comunidade e nos perguntemos: com o que a nossa comunidade está comprometida? Está comprometida com as crianças, com os adolescentes, com os jovens, com as senhoras, com os idosos, com as famílias? De alguma forma procuramos através dos departamentos que temos ir ao encontro das pessoas e contagiá-las com a boa notícia do Evangelho? E mais, e neste tempo de pandemia? Como anda a nossa Comunidade e o seu compromisso cm o Evangelho? Como estamos nós pessoas cristãs, filhos e filhas de Deus?

Lá em Tessalônica, o apóstolo Paulo nos conta, em meio à perseguição eles viviam unidos em Cristo, no amor de Deus e na certeza da sua alegria na fé. Paulo lembra que Deus os ama, que Deus mesmo os escolheu para si. Assim o amor de Deus era a fonte principal da vida de fé e do trabalho daquela comunidade. O apóstolo Paulo, portanto, está alegre pela comunidade de Tessalônica. Uma comunidade que busca no amor de Deus uma forma de viver e colocar em prática a fé, mesmo em meio a perseguição. Unida com Cristo e confiante em Deus, eles constroem comunidade e anunciam a Boa-notícia do Evangelho.

E nós hoje também somos chamados e chamadas a olhar para a alegria de estarmos unidos e unidas com Cristo, mesmo que agora estejamos um pouco distantes por conta da pandemia. Vamos nos alegrar pela união e pelo amor de Deus. Um amor que nos dá coragem e fidelidade para trabalharmos na sua Seara, buscando concretizar aquilo que a Palavra de Deus nos pede, em todos os tempos e em todas circunstâncias... também neste tempo difícil que a pandemia pelo novo Corona vírus provocou.

Nós hoje também buscamos viver as nossas alegrias. Por um lado buscamos em Deus a nossa alegria, confiando a ele nossa vida, acreditando nas suas promessas de vida eterna, salvação, perdão... Por outro lado buscamos também viver alegres na comunidade. Somos convidadas e convidados a cada ano a participar dos cultos, não só uma vez por ano quando tem pinheirinho no Natal, mas aos cultos da Comunidade, a realizar visitas, a orar e interceder, a se preocupar pelas necessidades físicas e espirituais das pessoas que fazem parte da realidade em vivemos, a participar dos grupos da comunidade, a trabalhar nos almoços e festas. Também somos desafiados e desafiadas a contribuir financeiramente para a manutenção da comunidade e da Paróquia... E agora que estamos retornando para os Cultos presenciais, somos chamados e chamadas a nos encontrar, a nos apoiar, a nos cuidar e perceber como e onde podemos ajudar... a ter gosto e alegria em estar em comunhão com as outras pessoas na Comunidade.

Enfim, podemos dizer: também estamos buscando colocar em prática a nossa fé. Podemos ver as pessoas e grupos atuando ativamente no anúncio da boa nova de Jesus Cristo. São tantas as que dedicam tempo, vida e suor para que o Evangelho de Jesus Cristo possa frutificar na vida da comunidade e fazer a diferença na vida das pessoas e das famílias... Quanta ajuda e cuidado estamos podendo realizar e estamos vendo acontecer em muitas comunidades da nossa IECLB...

Assim como o apóstolo Paulo, nós também podemos perceber na vida da comunidade a prática do Evangelho. E colocando a fé em prática podemos colher frutos de amizade, de companheirismo, solidariedade, amor, perdão, comunhão... A cada dia nós podemos ver as pessoas assumindo o seu papel diante de Deus, agradecendo a Ele pelas graças, pela orientação e pelo consolo recebido em tempos bons e também nos tempos difíceis... E também temos visto pessoas assumindo a sua tarefa diante da comunidade com amor e o coração agradecido.

É bom saber disso. Isso nos enche de alegria, assim como na leitura bíblica podemos ver, Paulo alegrou-se pela sua comunidade em Tessalônica. Parece tudo tão bom e alegre. Se alguém ouvisse a mensagem e não conhecesse a comunidade diria que esta comunidade é tão bela quanto a de Tessalônica. Mas nós sabemos que não é bem assim. É verdade que na comunidade ainda muitas pessoas querem trabalhar, mas também é verdade que algumas preferem ficar paradas, criticando, ou até tentam atrapalhar... Neste tempo de pandemia, também com tristeza vimos quanto preconceito, quanta falta de respeito e cuidado para com o próximo / a próxima...

Assim vivemos. Assim é a vida. Assim colocamos a vida de fé em prática. Em meio a este mundo injusto e afastado de Deus encontramos pessoas unidas com Cristo, apaixonadas pelo Evangelho. Pessoas que estão sempre atrás da boa nova de Jesus Cristo, com otimismo, com amor, com fé, com comunhão, com justiça, com solidariedade, com perdão... E é sobre estas pessoas que o apóstolo Paulo está falando... Em meio aos problemas mantiveram-se firmes e fiéis ao Evangelho...

Querida Comunidade, viver numa comunidade não é tarefa fácil, é um desafio à fé, requer que Deus, pelo Espírito Santo, a cada dia transforme a nossa mente e nosso coração. Em nossa Comunidade somos chamados e chamadas a juntos colocarmos a nossa vida de fé em prática. Isso não significa moralidade, legalismo, mas amor, abraço, conforto, trabalho, amizade. E neste tempo de pandemia, significa que somos Comunidade, mesmo cada qual na sua casa. É em união com Cristo que conseguiremos anunciar e viver a boa nova do Evangelho, ou seja, a vida nova em Jesus Cristo e, aí sim a vida poderá e será transformada... Que assim seja, amém.

Hino: Eu quero caminhar (OPC 264 – Jonatas Luersen)

Oração de intercessão:

Deus quer transformar a nossa vida cansada e aflita em tempos de paz e de comunhão. Por isso convido a colocarmos nossa semana, nossos dias em oração a Deus. Na oração a seguir lembramos a falta de chuva, as nossas dores e preocupações, a nossa tristeza e fragilidade aos cuidados de Deus, na certeza de seu cuidado e amor. Nos acheguemos a Deus com as palavras da oração do cuidado!

Senhor, dá-nos a tua mão e conduz a nossa vida.
Guia nossos passos para que caminhemos seguros(as).
Sob as asas da tua misericórdia sentimo-nos protegidos(as).
E, no colo da tua bondade encontramos o descanso verdadeiro.
Em dias de medo e angústia, abriga-nos em teu poder.
Em momentos de ansiedade, faz cair sobre nós a tua paz.
Ao sentirmo-nos fragilizados(as), ajuda-nos a ter esperança.
Cuida, Senhor, de nós e de nossos amados. Cuida do nosso destino.
Quando a culpa nos acusar, acolhe-nos em tua graça.
Absolve-nos do pecado e faze-nos renascer do teu perdão.
Se cairmos, permita que caiamos em tuas mãos.
E se permanecermos caídos(as), dá-nos a tua companhia.
Seja como for, cobre-nos com o manto do teu amor.
Graças, Senhor, pelo teu cuidado, graças pela salvação.
Dá-nos agora da tua bênção que tanto ansiamos quando agora, em conjunto oramos:
Pai nosso...

LITURGIA DE DESPEDIDA

Avisos: Retorno dos cultos presenciais. Próximo culto será o Culto realizado no Concílio da Igreja...

Bênção:

Assim abençoe-nos o nosso Deus:
O Senhor nos abençoe e nos guarde;
O Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre nós,
E tenha misericórdia de nós;
O Senhor sobre nós levante o seu rosto
E nos dê a paz.

Envio: Que a paz de Deus nos acompanhe e nos impulsione a servi-lo com alegria e esperança.

Hino: Cuida bem (LC 287 – Nelson Luersen e o filho Jonatas)

SINO
 


Autor(a): P. João Willig e Pa. Sonja H. Jauregui
Âmbito: IECLB / Sinodo: Uruguai / Paróquia: Erval Seco (RS)
Área: Celebração / Nível: Celebração - Liturgia
Área: Missão / Nível: Missão - Coronavírus
Natureza do Texto: Liturgia
Perfil do Texto: Celebração
ID: 59664
MÍDIATECA

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Cada qual deve se tornar para o outro como que um Cristo, para que sejamos Cristos um para o outro e o próprio Cristo esteja em todos, isto é, para que sejamos verdadeiros cristãos.
Martim Lutero
REDE DE RECURSOS
+
Toda obra que não tenha por objetivo servir aos demais não é uma boa obra cristã.
Martim Lutero
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br