A Igreja em Tempos de Coronavírus



ID: 3207

3º Domingo após Pentecostes - Redentora/RS

Paróquia Martin Luther de Erval Seco

21/06/2020

Abertura do Culto
Templo da Comunidade da IECLB em Redentora
Templo da IECLB em Redentora/RS
Templo da IECLB em Redentora/RS
Templo da IECLB em Redentora/RS
Templo da IECLB em Redentora/RS
Templo da IECLB em Redentora/RS
Templo da IECLB em Redentora/RS
Templo da IECLB em Redentora/RS
1 | 1
Ampliar

LITURGIA DE ABERTURA

Sino + Prelúdio

Acolhida e Saudação Trinitária:

Aqui estamos na Igreja da Comunidade de Redentora, e nos conectamos neste momento a cada membro das nossas 13 Comunidades, suas famílias e pessoas amigas.

Celebramos este Culto em nome e na presença do trino Deus: Pai, Filho e Espírito Santo. Amém!

Mais uma vez nos unimos através deste culto virtual. Que possamos ter um momento especial de oração, louvor e reflexão da Palavra de Deus, mesmo cada qual em sua casa. Sintamo-nos acolhidos e acolhidas para este momento ouvindo as palavras das Senhas Diárias que abrem mais uma semana. O apóstolo Paulo escreve em sua Carta aos Gálatas, capítulo 4, versículo 6: “Para mostrar que vocês são seus filhos, Deus enviou o Espírito do seu Filho ao nosso coração, o Espírito que exclama: Aba, Pai”.

Hino: Deus Trino (3 LCI)

Confissão de Pecados:

Em humildade nos acheguemos a Deus em oração:

Deus da justiça, graças te rendemos por termos este momento na tua presença. Ao iniciarmos o nosso culto precisamos abrir o nosso coração e lembrar dos nossos pecados. Sim, Deus. Nem sempre agimos como tu queres. Nem sempre falamos o que devíamos falar. Nem sempre agimos conforme a tua vontade. Em muitos momentos temos sido omissos, e assim coniventes com a injustiça, ficamos devendo o amor e ao cuidado aos nossos irmãos e irmãs. Perdoa-nos a nossa fraqueza. Ajuda-nos a corrigirmos os nossos erros. Desperta-nos e anima-nos ao trabalho em tua Seara. Aceita-nos, apesar de nossas falhas. Clamamos por tua misericórdia. Queiras fazer-nos fortes na fé, no amor, na esperança e no agir amoroso e solidário. Ó Deus da justiça, tem misericórdia de nós!

Hino: Concede o teu perdão (34 LC)

Anúncio da Graça:

Após a nossa confissão sincera diante de Deus, queremos ouvir as palavras do apóstolo Paulo em sua Carta aos Filipenses, capítulo 4, versículo 8 e 9: Finalmente, irmãos e irmãs, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é de boa forma, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso que ocupe o nosso pensamento. O que também aprendeste, e que recebeste e ouviste, e viste em mim, isso praticai, e o Deus da paz será convosco.

Na certeza que Deus ouve a nossa oração e em amor nos perdoa, cantemos confiantes:

Hino: Se confessarmos (49 LCI)

Oração do Dia:

Deus de Amor, aqui estamos em tua presença. Sabemos que tu queres que encontremos descanso e paz em meio às agruras e adversidades de nossa vida. Dá que nosso corpo se recupere, que nosso espírito se renove e que nossa alma se fortaleça na promessa de tua presença! Permite que tua Palavra nos conforte e oriente nestes tempos tão difíceis. Por Jesus Cristo, amém.

LITURGIA DA PALAVRA

Leitura do Evangelho: Bem aventuradas são todas as pessoas que ouvem a palavra de Deus, a guardam em seu coração e a colocam em prática. Recebamos com alegria a leitura do Evangelho cantando “Aleluia”.

Canto: Aleluia!

Anúncio do Evangelho: Ouçamos o que está escrito no Evangelho de Mateus 10.24-39.

Leitura: (...) Palavra do Senhor.

Canto: Louvado sejas, Cristo

Prédica:

Que a graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do Santo Espírito sejam conosco. Amém.

Irmãs e irmãos: O texto bíblico do Evangelho de Mateus nos mostra vários temas que poderíamos falar na pregação de hoje. Entretanto gostaria de dar ênfase naquilo que penso ser o tema mais presente neste texto, que é o convite, o desafio de ser uma cristã, um cristão autêntico. Ou seja, ser uma pessoa cristã em cada situação do dia a dia, sem se deixar amedrontar nas situações ameaçadoras ou complicadas da vida.

Logo no início Jesus nos relembra que é importante a humildade, ou seja, não ter a presunção de, como aluno, se considerar melhor que o seu professor. Se Jesus, que é Mestre e Senhor, dedicou-se à missão de anunciar o Reino, cuidando e curando as pessoas enfermas, então não deve ser outro o desejo, o empenho e o compromisso dos seus discípulos e discípulas.

Com o tempo, contudo, algumas pessoas quiseram mudar a proposta de Jesus e passaram a propor que as curas fossem apresentadas como demonstração de poder, de vitória, de força, de ostentação. Muito diferente do que fazia Jesus, que nunca curou para ostentar poder. Ao contrário, sempre que lhe pediam, ou até exigiam, um sinal de seus poderes divinos, ele se recusava a atender.

Jesus nunca curou porque queria mostrar poder, ele curava porque sentia misericórdia, porque se compadecia da multidão que estava aflita e se sentindo como ovelhas sem pastor. Gente que sofria, e muito, numa sociedade igualmente enferma, que desprezava, que marginalizava, que não tinha amor e compaixão.

Sim, Jesus nunca curou por poder, mas por amor! E é por isso que toda tentativa de cura moderna na base do poder, é uma farsa, porque não visa a libertação e a dignidade do ser humano. Ao contrário, curar por poder não traz o ensinamento de Jesus, pois o poder intimida e ameaça. Não é esse o mundo que Jesus quer para nós. Não é esta a relação que Jesus quer que exista entre as pessoas.

Na palavra bíblica de hoje Jesus diz: “Não tenham medo de ninguém”. Não tenham medo dos que querem intimidá-los. Isto é, não tenham medo de pessoas gritonas, que têm a boca cheia, mas a cabeça oca. Aquelas pessoas que querem impor pelo grito, pela força pelo medo. “Não tenham medo daquelas pessoas que matam o corpo, mas não podem matar a alma”.

Lembremos sempre o que em Jesus aprendemos: o amor é mais forte do que a morte, e que nossas vidas, nossos dias estão nas mãos justas e bondosas de Deus. Estar nas mãos e junto a Deus é estar seguro e protegido por Ele.

E, por último, Jesus diz: “Não tenham medo de nada”, “até os fios dos seus cabelos estão contados”. Você, filho de Deus. Você, filha de Deus. Você vale mais do que tudo para Deus. Pois Ele entregou seu filho por amor de todas as pessoas, por amor a humanidade.

E o Filho de Deus quer que estejamos juntos e juntas na tarefa de viver um mundo melhor e mais humano, mais cheio de amor. Vamos também nós, agir por amor.

Que estar no caminho de Deus seja nosso maior compromisso. Amemos, cuidemos e ajudemos aquele, aquela que de nós necessita. Respeitemos. Sejamos pessoas acolhedoras. Cuidemos da nossa Casa Comum que é este mundo criado por Deus.

O texto de Mateus nos convida a confiar que a Palavra de Deus segue transformando realidades. Mesmo em meio a tantas situações adversas, vamos em frente. Nada nem ninguém pode nos separar do amor de Deus que foi revelado em Cristo Jesus. Que o Espírito de Deus nos encoraje e nos mova nesta direção.

Que a paz de Deus que excede todo o entendimento, guarde nossos corações, mentes e lábios em Cristo Jesus. Amém.

A força do mal disse para Deus: Você viu que eu mandei o Corona Vírus e fechei todas as Igrejas? Deus disse, sim, eu vi. Mas você viu que eu abri uma Igreja em cada casa? Isso é libertador.

Convido para que confessemos a nossa fé com as palavras que serão projetadas. Façamos destas palavras a nossa Confissão de Fé...

Cremos que Deus caminha conosco e nos protege. Cremos que sua força e bondade são maiores do que nossa fraqueza e angústia. Cremos que Jesus Cristo está vivo entre nós, sempre disposto a consolar-nos e orientar-nos. Estamos comprometidos com ele e com sua causa e com a felicidade de todas as pessoas. Cremos que o Espírito Santo age em nós, cremos que é força, sustento e coragem que nos possibilitam buscar a integridade de caráter, uma vida de paz e justiça e a Fraternidade humana, tendo o amor por distintivo. Assim Deus nos ajude!

Cantemos o hino 618 do nosso livro de Canto...

Hino: Confio em Deus (LC 618 LCI)

Oração Geral da Igreja:

Graças te redemos, Deus, por termos tido mais uma vez esta oportunidade de estar em tua presença, junto com tantas outras pessoas em diferentes lugares. É sempre muito bom poder ouvir a tua Palavra e render louvores ao teu nome. Nestes tempos, necessitamos de orientação e uma palavra de consolo. É sempre muito bom saber que podemos contar contigo. Somos frágeis. Necessitamos da tua orientação que aponta para a verdade. Estamos carentes e sedentos pelo encontro na Comunidade. Permita que esta possibilidade aconteça em breve, e até lá ajuda-nos em nossos medos e dúvidas.

Lembramos, Deus, que neste mundo há pessoas sem rumo e que ainda não encontraram a luz do teu Evangelho. Toca a vida delas através do nosso testemunho de amor e cuidado. Há pessoas que choram, que encontrem consolo na tua Palavra. Há pessoas que carecem de uma vida digna, que sejam supridas em suas necessidades. Há pessoas que vivem em angústia, que sejam fortalecidas pela fé e esperança.

Intercedemos, Deus, pela Igreja de Jesus Cristo espalhada pelos quatros cantos do mundo, para que tenha coragem na divulgação e vivência da tua Palavra e seja sinal visível do teu Reino.

Intercedemos por todas as pessoas que de alguma forma têm responsabilidades de liderança dentro e fora da Igreja, para que se empenhem pela paz e pela justiça entre as pessoas amadas por ti em suas diferenças.

Acolhe essa nossa oração e, também, aquela que carregamos em nosso coração, quando nos unimos na oração que teu Filho e nosso irmão Jesus Cristo nos ensinou:

Pai Nosso que estás nos céus, santificado seja o teu nome. Venha o teu reino. Seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu. O pão nosso de cada dia nos dá hoje. E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós também perdoamos aos nossos devedores. E não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do mal. Pois teu é o reino, o poder e a glória para sempre. Amém.

LITURGIA DE DESPEDIDA

Bênção:

Que Deus abençoe nossos corações e nossas casas,
Que os braços de Deus nos acolham
E nos ampare em nosso lar.
Que a graça, a misericórdia e a paz de Deus, em Cristo e pelo Espírito Santo estejam conosco em verdade e em amor. Amém. (+)

Envio: Ali onde estivermos que a paz e o amor de Deus nos acompanhem.

Hino:

Sino


 

MÍDIATECA

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Nenhum pecado merece maior castigo do que o que cometemos contra as crianças, quando não as educamos.
Martim Lutero
REDE DE RECURSOS
+
Eu também sou parte e membro dessa congregação, coparticipante e codesfrutante de todos os bens que possui. Pelo Espírito, a ela fui levado e incorporado, pelo fato de haver ouvido e ainda ouvir a Palavra de Deus, que é o princípio para nela se entrar.
Martim Lutero
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br