A Igreja em Tempos de Coronavírus



ID: 3207

4° Domingo na Quaresma - 22 de março de 2020 - Comunidade em Belo Horizonte/MG

Recurso Litúrgico - Prédica - Celebração em Tempos de Coronavírus,

22/03/2020


 
 
CULTO EM TEMPO DE CORONAVIRUS
4° Domingo na Quaresma
22 de março de 2020 
 
ORIENTAÇÃO
Na terça-feira, dia 17 de março, juntamente com os 18 Sínodos, a IECLB enviou uma carta às Comunidades, recomendando o imediato cancelamento de todas as atividades comunitárias presenciais, temporariamente, enquanto perdurar o perigo de contágio pelo Coronavirus (Covid-19). Isto não impede que permaneçamos juntos virtualmente, glorificando a Deus, testemunhando nossa fé e praticando nosso amor cristão. Celebremos juntos de forma virtual até que possamos nos reunir e abraçar novamente.
 
As famílias estarão recolhidas, em casa, atendendo às orientações médicas. Aproveitem para celebrar o culto familiar, reunidos em torno da mesa comum de refeição. Para tanto, coloquem sobre a mesa uma cruz, uma vela e tenham à mão sua Bíblia e seu Livro de Canto.
 
ACOLHIDA
Durante a expansão do Covid-19, a Direção da IECLB recomenda o cancelamento das atividades comunitárias presenciais para evitar a possibilidade de contágio. Isso não impede que celebremos juntos, mesmo de forma virtual, glorificando a Deus e expressando nosso amor cristão. Que nós nos sintamos irmanados em torno do Senhor Jesus e com todas as pessoas que oram pedindo socorro a Deus neste domingo.
 
SAUDAÇÃO
 
Hoje nós celebramos o Quarto Domingo na Quaresma, no tempo da Paixão de Cristo. Somos acolhidos e saudados com a palavra bíblicas de João 3.14-15: “Assim como deserto, Moisés levantou a cobra de bronze numa estaca, assim também o Filho do Homem tem de ser levantado, para que todos os que nele crerem tenham a vida eterna”.
E, de forma especial, lembremo-nos das palavras de Eclesiastes 3,1.5b: “Tudo tem o seu tempo determinado e há tempo para todo propósito debaixo do céu...Tempo de abraçar e tempo de deixar de abraçar...”. Agora não é tempo de dar as mãos, de abraçar nem de beijar. Mas permanece tempo de amar, de crer, de interceder pelas pessoas. Permanece também o tempo de ajudar quem precisa, tempo de expressar nossa fé apontando para Aquele, que nos salva. É tempo de esperar, de confiar e de se cuidar para poder cuidar dos outros.
Nossa celebração acontece na presença, em nome e sob o cuidado de Deus: Pai, Filho e Espírito Santo. Amém
O nosso socorro vem do Senhor... Que fez o céu e a terra!
 
HINO ( canções conhecidas)
 
CONFISSÃO DE PECADOS
 
Misericordioso Deus, Pai amado!
O nosso pecado te ofende e te agride. Mas tu nos concedes a chance do arrependimento. Tu condenas o nosso pecado, mas, através de Jesus Cristo, tu nos convidas para a mudança de nossa vida. Nós te agradecemos por tua misericórdia e perdão. Dá-nos a coragem para mudar nossas atitudes e a força para viver uma nova vida segundo a tua vontade. Que este tempo de crise nos ensine novas formas de convivência e de expressão de nossa fé. Por Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador, Amém.
 
ABSOLVIÇÃO
 
Em Isaías 1.18b está escrito: “Ainda que o seus pecados os deixaram manchados de vermelho, manchados de vermelho escuro, eu os lavarei e vocês ficarão brancos como a neve, brancos como a lã, diz o Senhor”. Acolhamos, pois, esta oferta maravilhosa do perdão de Deus e vivamos obedientes sob a sua graça. Amém.
 
HINO
 
ORAÇÃO DO DIA
Querido Deus, com profunda gratidão nós chegamos à tua presença para render graças ao teu santo nome. Envia teu Espírito Santo e invade nosso coração com a tua Palavra, despertando, assim, uma fé pulsante e ativa em nós. Por Jesus Cristo, nosso irmão e Senhor. Amém.
 
LEITURA BÍBLICA – Salmo 23
 
HINO
 
LEITURA BÍBLICA – João 9.1-7 (8-41)
 
MENSAGEM
 
Que a graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus Pai e a comunhão do Espírito Santo estejam conosco. Amém!
 
Nestes dias, nós estamos enfrentando uma quarentena forçada, não prevista, por causa de um acontecimento que afeta o mundo inteiro e que também nos atinge diretamente. Trata-se da pandemia do Coronavirus (Covid-19). Ele é o assunto principal de todos os noticiários e nós ficamos assustados com o crescimento exponencial (quanto mais casos, mais rápido cresce) da doença. Ficamos preocupados e temos medo por nossa própria segurança e pela saúde das pessoas que nos são próximas, especialmente as pessoas idosas, as com imunidade baixa e as crianças. Preocupamo-nos também com as consequências já visíveis na economia, na manutenção do emprego, na disparada dos preços e na falta de alimentos.
Nós estamos no meio de uma crise. Por isso, precisamos manter a calma e não nos deixar influenciar pelos oportunistas de plantão nem por aqueles que se aproveitam da crise em proveito próprio. Queremos buscar socorro e orientação junto àquele que verdadeiramente tem o poder para mudar qualquer situação e nos salvar = Nosso Senhor e Salvador! A Palavra de Deus é nosso porto seguro neste  momento de crise.
Por isso, queremos ouvir a mensagem que nos é anunciada pelas palavras de João 9:
          É-nos apresentada uma pessoa cega, cega de nascença. Na época, não havia qualquer possibilidade de tratamento ou de cura para aquela pessoa. Unicamente um milagre poderia mudar sua condição. Não é assim que nós nos sentimos neste momento diante deste vírus, que nos ataca e nos faz sentir sem saída diante da doença?
Além do impedimento físico causado pela cegueira, aquele homem também estava excluído de todo e qualquer convívio social e de toda comunhão e vida comunitária. Entendia-se que a doença e a deficiência física eram manifestações do castigo de Deus, que nada deveria ou poderia ser feito para mudar essa condição. Tanto que os discípulos de Jesus perguntaram pela origem do pecado que faria esta pessoa ser cega.
Ao homem cego não restava alternativa além de ficar na rua pedindo esmola e dependendo da compaixão das pessoas. Ninguém se aproximava dele nem lhe estendia a mão, pois isso era considerado contaminação e as pessoas também se tornariam impuras pelo contato físico. Pior, isso afastava as pessoas também do contato cordial (de cor = coração). É aí que Jesus entra na história e muda a situação, que parecia inalterável e definitiva.
Em tempo de Coronavirus, também nós nos sentimos limitados e sem saída diante da ameaça de contágio. Limitamos nossos contatos, evitamos os encontros presenciais. Corremos o risco de procurar culpados e de nos trancar no egoísmo, na busca da própria sobrevivência (numa situação de pânico, as pessoas correm o risco de atropelarem umas as outras).
Por isso, supliquemos que Jesus Cristo também irrompa na nossa situação. Esta é a nossa oração: que ele nos socorra e socorra todas as pessoas atingidas direta ou indiretamente pelo vírus. Que ele também abra os nossos olhos para percebermos o seu poder e confiemos no seu amor. Suplicamos que ele cure as pessoas infectadas e ilumine as pesquisas em torno da descoberta de um remédio, de uma vacina, para interromper o avanço desta doença. Que aprendamos a confiar como aquele homem curado de sua cegueira ao testemunhar: “Se alguém teme a Deus e pratica a sua vontade, recebe uma resposta de Deus” (v. 31).
Nós suplicamos ao Senhor que ele irrompa na nossa história com seus milagres de amor. Que ele não permita que sejamos cegados pelo egoísmo e pelo preconceito, que não fechemos nossos olhos nem tranquemos nosso coração para a necessidade e a dor das pessoas que sofrem ao nosso redor por causa desta pandemia. Deus nos dá a oportunidade e nos envia para revelarmos o seu amor às pessoas. Esta é a nossa igreja de portas abertas neste momento.
Amém.
 
CREDO APOSTÓLICO
 
OFERTA
 
Identificar necessidade de ajuda concreta (idosos ou infectados em quarentena) – comprometer-se.
 
ORAÇÃO
 
Querido Deus, nós oramos em favor das pessoas atingidas pelo Coronavirus e por todas as pessoas que estão assustadas e desorientadas diante desta pandemia. Oramos pelas pessoas que estão em quarentena e que não conseguem conduzir sua vida rotineira. Que não falte o alimento nem as condições dignas de vida. Intercedemos por todo o corpo clínico (médicos/as e enfermeiros/as) que está na linha de frente no cuidado das pessoas infectadas. Intercedemos pelos pesquisadores, que se esforçam por desenvolver um remédio, uma vacina eficaz contra este vírus.
Sobretudo, suplicamos pelo teu cuidado por todas as pessoas neste tempo de crise. Que ela possa ser superada o mais breve possível e que tudo volte à normalidade. Dá-nos confiança e fé para que nos mantenhamos calmos. Usa-nos no socorro às pessoas. 
Tu que curaste através de Cristo a mulher enferma, devolveste a visão ao cego e a voz ao mudo, que venceste a morte na cruz e concedeste nova vida, socorre-nos nesta hora de angústia e temor.
 
PAI NOSSO
 
BÊNÇÃO
 
Que o Senhor nos abençoe e nos guarde; que o Senhor esteja sobre nós e nos proteja; que ele esteja abaixo de nós firmando nossos passos; que ele esteja à nossa frente, mostrando o caminho; que ele esteja na nossa retaguarda, livrando-nos dos perigos; que ele esteja ao nosso lado através de Jesus Cristo fortalecendo e firmando a nossa fé. Que assim nos abençoe o Trino Deus: Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.
 
ENVIO
 
Permaneçamos em paz e sirvamos o Senhor com alegria
 
HINO
 
Pastor Em. Geraldo Graf
São José do Rio Preto/SP
11 9 7179 1951


Âmbito: IECLB / Sinodo: Sudeste / Paróquia: Belo Horizonte (MG)
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo da Páscoa
Área: Missão / Nível: Missão - Coronavírus
Natureza do Domingo: Quaresma
Perfil do Domingo: 4º Domingo na Quaresma
Testamento: Novo / Livro: João / Capitulo: 9 / Versículo Inicial: 1 / Versículo Final: 7
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 55561

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Cristãos que oram são verdadeiros auxiliares e salvadores.
Martim Lutero
REDE DE RECURSOS
+
O ponto principal do Evangelho, o seu fundamento, é que, antes de tomares Cristo como exemplo, o acolhas e o reconheças como presente que foi dado a ti, pessoalmente, por Deus.
Martim Lutero
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br