A Igreja em Tempos de Coronavírus



ID: 3207

Orientações sobre o Covid-19 (Coronavírus) - Nota da Presidência (04/03/2020)

04/03/2020


Estamos novamente às voltas com um vírus causador de doença. Trata-se do COVID-19, ou coronavírus. Notícias dão conta de milhares de casos em todo o mundo. Trata-se de um assunto que requer atenção e cuidado, mas que não deve gerar pânico. Como pessoas cristãs, somos pessoas carregadas e cuidadas pelo Deus amoroso. Ao mesmo tempo, temos a responsabilidade de agir para que a epidemia não se alastre e venha a causar dor e sofrimento.

O Covid-19 é transmitido pelas pessoas infectadas principalmente através de gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos. Os principais sintomas conhecidos são: febre, tosse e dificuldade para respirar. A maior parte dos casos resulta em cura, mas, sob certas circunstâncias, a consequência pode ser a morte.

Indicações que ajudam a prevenir o coronavírus:

• Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.

• Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.

• Evitar contato próximo com pessoas doentes.

• Ficar em casa quando estiver doente.

• Ao tossir ou espirrar, cobrir boca e nariz com um lenço de papel e jogá-lo no lixo.

• Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Como agir na Comunidade e em atividades da Igreja?

• Manter álcool-gel na entrada de templos, salas de reuniões e de trabalho, e pedir que as pessoas o utilizem.

• Durante a Santa Ceia: usar cálices individuais para distribuição do fruto da videira e higienizar com álcool-gel as mãos das pessoas que participam da distribuição do pão. No caso de intinção, a hóstia (ou o pão) deve ser umedecida no fruto da videira pela Ministra ou pelo Ministro, cujas mãos foram higienizadas, e então entregue à pessoa comungante.

• Evitar orações de mãos dadas e substituir o abraço da paz por um olhar carinhoso, com desejo expresso de paz.

• Considerar a possibilidade de cancelar cultos, ofícios, atividades de grupos e outros eventos – de maneira especial em locais onde há casos suspeitos ou confirmados. Nestas situações, suspender atividades com crianças e pessoas idosas, que constituem os grupos mais suscetíveis.

Temos uma situação especial, que está movimentando o mundo, causando dor, preocupação e reflexos diversos. Mas temos confiança de que passaremos por este momento, com o auxílio de Deus. Neste sentido, a palavra bíblica das Senhas Diárias para hoje é oportuna: “Vocês que temem o SENHOR, confiem no SENHOR!” (Salmo 115.11).

Que o bondoso Deus nos acompanhe.

A Presidência da IECLB


Veja também:

Nota emitida pela Presidência da IECLB, pelas Pastoras Sinodais e pelos Pastores Sinodais em 26/03/2020


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Como um perfume que se espalha por todos os lugares, somos usados por Deus para que Cristo seja conhecido por todas as pessoas.
2Coríntios 2.14
REDE DE RECURSOS
+
O verdadeiro arrependimento inicia com amor à justiça e a Deus.
Martim Lutero
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br