Curitiba - Igreja de Cristo

Sínodo Paranapanema



Rua Inácio Lustosa , 309 - São Francisco
CEP 80510-000 - Curitiba /PR - Brasil
Telefone(s): (41) 3223-8696
christuskirche.igrejadecristo@gmail.com
ID: 2897

Perguntas que toda pessoa de fé deveria se fazer!

20/08/2021

 

OUÇA NO PODCAST da radiowebluteranos.com

João 6.56-69

Prezada Comunidade,
estimados irmãos e irmãs na fé!

Josué viveu por volta do ano 1.400 a.C. e foi o sucessor Moisés. Deus havia prometido a Moisés que daria uma terra ao povo de Israel – uma terra de leite e de mel. Mas Moisés morreu antes de entrar nessa terra. Seu sucessor na liderança do povo de Israel foi Josué.

O livro de Josué relata batalhas e relata também a distribuição da terra entre as tribos de Israel. E o que esse livro destaca a todo o momento é que Deus cumpre as suas promessas. Deus cumpre a sua palavra. Josué faz questão de lembrar ao povo de Israel que a conquista dessa terra que mana leite e mel não foi nem pelas espadas e nem pelos arcos e flechas do povo de Israel. A terra é uma dádiva de Deus.

Mas, agora que eles já estão instalados, Josué percebe que o povo está virando as costas para Deus. O Deus que os acompanhou até aqui está ficando de fora do presente e do futuro de muitas famílias. Cada qual está escolhendo seus valores, seus princípios e suas crenças.

No capítulo 24 Josué já está velho e ele faz o seu discurso de despedida. Josué admoesta o seu povo: “Temo que vocês abandonem a Deus.” Josué chama a atenção que situações de bem-estar, depois de um período de sofrimento, podem fazer as pessoas se esquecerem de Deus. A gratidão a Deus é um sentimento que foge – rapidamente – do coração humano. Portanto, Josué pede que o povo manifeste sua fidelidade ao Deus de Israel. Decidam hoje a que deus vocês vão servir: Eu e a minha família - diz Josué - serviremos ao Senhor. (Josué 24.15)

O outro texto bíblico que ouvimos hoje veio do Evangelho de João. Jesus está reunido com um grupo de judeus na sinagoga de Cafarnaum. As sinagogas eram lugares onde os judeus se reuniam para ler as Escrituras, estudar e orar. Geralmente cada grupo de 10 famílias construía uma sinagoga.
Ali na sinagoga de Cafarnaum, Jesus revela aos judeus e aos seus discípulos a sua verdadeira identidade. Jesus diz que ele é o pão da vida enviado por Deus, que desceu do céu. Quem se alimentar dos seus ensinamentos (de sua carne e do seu sangue) nunca mais terá fome nem sede. Quem se alimentar dos ensinamentos de Jesus, essa pessoa não morrerá eternamente, mas terá a vida eterna.

No entanto, vejam o que aconteceu. Justamente quando Jesus se revela, quando ele diz quem ele é, quando ele diz que quer estar presente na vida de cada pessoa, nesse momento surgem também as grandes adversidades. A confusão foi tão grande ali na sinagoga de Cafarnaum que um grupo de pessoas que ouviram a Jesus o abandonam.

Comer a sua carne e beber o seu sangue, isso era algo muito problemático para os judeus que tinham muitas restrições em relação a impureza da carne. Desde o tempo de Noé, Deus havia proibido comer carne com sangue. “Vocês podem comer os animais e também as verduras; eu os dou para vocês por alimento. Mas uma coisa que vocês não devem comer é carne com sangue, porque no sangue está a vida” (Gn 9.3-4). Em Levítico 17 diz claramente: “Se um israelita ou um estrangeiro que vice no meio do povo de Israel comer sangue, Deus ficará contra ele e o expulsará do meio do povo” (Lv 17.10).
Quando Jesus fala em comer sua carne e beber seu sangue, isso era totalmente contrário aos ensinamentos da religião judaica. Mas hoje nós sabemos que Jesus estava falando que através da Santa Ceia – podemos sentir a sua presença no meio de nós. Que mesmo que não o vejamos fisicamente – ele está no meio de nós na pregação de sua Palavra e nos Sacramentos do Batismo e da Santa Ceia.

Mas, a reação das pessoas que ouviram a Jesus foi de total escândalo. Alguns saíram imediatamente da sinagoga. Até os seus próprios discípulos se escandalizaram. Alguns disseram: “Assim não vai dar para continuar com esse Jesus. O que ele fala está espantando as pessoas ao invés de unir!”
E Jesus diz: Vocês também querem ir embora?

Pois ninguém pode vir a mim se não tiver sido enviado pelo Pai. Eu sei que nem todos vocês foram enviados por Deus. Um de vocês que está aqui foi enviado pelo próprio diabo. E onde o espírito do diabo está presente ali surge esse tipo de situação tóxica, tensa, de intrigas, de insegurança, descrença e confusão.

Vocês também querem ir embora?

Depois de um momento de silêncio, Simão Pedro toma a palavra. Pedro também não entendia tudo o que Jesus dizia. Mas nesse momento de conflito ele faz uma profunda declaração, uma profunda confissão de fé: Quem é que nós vamos seguir? O senhor tem as palavras que dão vida eterna! E nós cremos e sabemos que o senhor é o Santo que Deus enviou. (v. 68-69).

Essa confissão de fé de Simão Pedro trouxe união e reafirmou a confiança em Jesus.

E é isso que Josué e o Evangelho nos querem dizer: Nos momentos críticos, de conflitos na Comunidade, de fofocas, de fake News, nos momentos em que o espírito maligno parece estar presente na nossa vida e até na igreja, o que devemos fazer? Abandonar tudo ou reafirmar nossa confiança na proposta de Jesus? Abandonar a igreja ou decidir-se pela comunhão com Deus? Condenar e abandonar a Jesus ou pedir a Deus que Ele nos ajude a compreender as palavras e o chamado de Jesus?

Pedro aceitou a mensagem de Jesus, sem compreendê-la totalmente. Pedro não deixou que suas dúvidas o afastassem de Jesus. Portanto, também hoje a minha maneira de crer em Deus, a minha tradição familiar, as minhas crenças, os meus valores de vida não podem me afastar de Jesus. Pedro lembrou do principal: O senhor tem as palavras que dão vida eterna! E nós cremos e sabemos que o senhor é o Santo que Deus enviou.

Portanto, se a palavra de Jesus me questiona, me incomoda, se tem coisas que eu não gosto de ouvir em Jesus, então devo ser humilde e avaliar o que está errado em mim. Se a palavra de Deus questiona os meus princípios, as minhas crenças, então sou eu que preciso mudar, não a palavra de Deus ou os ensinamentos de Jesus.

Fé em Jesus significa também compromisso com os ensinamentos de Jesus.

Josué perguntou ao seu povo “quem é que vamos seguir?” e a Jesus perguntou aos seus discípulos” Vocês também querem ir embora?
São perguntas que valem para todos os tempos e valem também para nós ainda hoje.

Josué respondeu: Eu e minha casa serviremos ao Senhor.
Simão Pedro respondeu: O senhor tem as palavras que dão vida e nós cremos e sabemos que o senhor foi enviado por Deus.

Supliquemos que Deus fortaleça nossa fé em Cristo, para que em nossas Comunidades, na nossa IECLB não nos deixemos levar pelo espírito da divisão que promove as dúvidas, a insegurança, as fofocas, as fake News, a descrença e a confusão.

Estamos vivendo um novo tempo com a volta dos cultos presenciais, depois de 16 meses onde tivemos somente cultos pela internet, sem comunhão e sem Santa Ceia. Agora já podemos voltar a nos reunir na casa de Deus. Mas Jesus não quer apenas que voltemos para nossos cultos por saudade de ir na igreja. Jesus quer alimentar a nossa fé com a Palavra e os Sacramentos, e ele quer que sejamos seu corpo aqui nesse mundo. Jesus espera de nós uma fé com compromisso com a prática do amor, da paz, do perdão, da reconciliação.

Precisamos pedir que Deus nos dê a sabedoria e nos ajude a viver esse novo tempo conforme a sua vontade. Que nas alegrias e nãos conflitos o nosso coração se decida sempre pelo caminho de Jesus Cristo, pois somente ele tem as palavras que dão vida.

Amém.
 


Autor(a): Nilton Giese
Âmbito: IECLB / Sinodo: Paranapanema / Paróquia: Curitiba - Igreja de Cristo
Área: Confessionalidade / Nível: Confessionalidade - Prédicas e Meditações
Área: Comunicação / Nível: Comunicação - Programas de Rádio
Testamento: Novo / Livro: João / Capitulo: 6 / Versículo Inicial: 56 / Versículo Final: 69
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 64037
MÍDIATECA

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Não sei por quais caminhos Deus me conduz, mas conheço bem o meu guia.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Em tudo, dai graças, porque está é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.
1Tessalonicenses 5.18
© Copyright 2022 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br