IECLB e Dia Mundial de Oração - DMO



ID: 2706

Celebração do Dia Mundial de Oração 2020

04/12/2019

 

Celebração do Dia Mundial de Oração 2020

Entrada

Quando todos estiverem sentados,uma procissão das líderes entra enquanto os participantes cantam Jesu I dwala (Jesus é a rocha). (Letra e música da Sra. Evans VMtombeni. Usado compermissão.)

A líder 1 se dirige com uma Bíblia à mesa do altar e deixa a Bíblia aberta em João 5: 2-9.

A líder 2 pega o tapete de junco ou sisal e o coloca no altar.

A líder 3 guia as jovens para acenderem as três velas representando amor, paz e reconciliação. A líder pode segurar o cartaz com o significado da cor enquanto cada jovem acende a vela.

Boas vindas e cumprimentos

Líder 1: As mulheres do Comitê do Dia Mundial de Oração do Zimbábue convidam vocês para esta celebração. O Dia Mundial de Oração é celebrado em todo Zimbábue por muitas igrejas cristãs, universidades,organizações eescolas. Os povos da terra de Zimbábue lhes dão as boas vindas. Zimbábue significa casa de pedras. Nós os cumprimentamos na língua do povo Shona - Kwaziwai!, e na língua do povo Ndebele - Salibonani! Vamos nos cumprimentar.
(Dê um tempo curto para as saudações.)

Hino:Jesus nós estamos aqui.(Letra emúsica Patrick Matsikenyiri).

Oração de Louvor

Líder 1:Deus da paz e da liberdade, nós te damos boas vindas em nosso meio.

Líder 2: Nós te louvamos por teu amor que supera todo entendimento.

Líder 3: Nós te louvamos por quem tu és agora e para sempre.

Todos:Tu és o Deus Poderoso.

Líder 1: Deus Criador, nós te louvamos pelos recursos naturais que somos chamados a cuidar, como a vegetação, minerais, grandes animais, cachoeiras e florestas do Zimbábue.

Todos: Tu és um Deus gracioso.

Líder 2: Jesus, nós te louvamos pelo dom do respeito, pela dignidade da vida humana, pelo amor um pelo outro, e pela afabilidade do povo trabalhador do Zimbábue.

Todos: Tu és o Pão da Vida.

Líder 3: Espírito Santo, nós te louvamos por nos capacitar a nos reunir em adoração no Zimbábue e ao redor do mundo.

Todos: Tu és o Espírito da verdade para nos unificar em orações e ações.

Hino: Santo Santo. (Hinário da Igreja Católica Romana).

Oração da Confissão

Líder 2: Deus misericordioso, nós nos apresentamos como nação, reconhecendo que precisamos de uma mudança.

Líder 3: Nós pecamos contra ti e contra nossas irmãs e irmãos através de nossas palavras e ações negligentes.

Líder 1: Nós não te obedecemos e fizemos coisas que não deveríamos ter feito.

Todos: Nós confessamos nossos erros e pedimos coragem para mudar. Com teu perdão,em tua graça,ouve a nossa oração.

Líder 2: Vemos mulheres e crianças sofrendo na pobreza, com fome e violência.

Todos: Concede-nos compaixão para ajudar aqueles que estão sofrendo.

Líder 1: Há falta de integridade em nossas vidas, por não amar e não pacificar aqueles que estão divididos por razões de etnia, língua ou opiniões políticas.

Todos: Perdoa-nos e cura nossos corações e mentes.

Líder 3: Jesus lhe pergunta: Você quer ser curado?

Todos: Nós usamos tantas desculpas para evitar mudanças. Tem misericórdia de nós e sustenta nossa busca de cura e perdão.Em tua graça, ouve-nos.

Líder 2: Vamos ter um momento para uma oração pessoal silenciosa de confissão. 

Líder 2: Louvem ao Deus Eterno! Louvem ao Eterno porque ele é bom, e porque o seu amor dura para sempre. Felizes são aqueles que obedecem às suas ordens, aqueles que sempre fazem o que é certo.(Salmo 106: 1,3).

Hino: Zadzisai Chirevo. (Shona Nziyo Dzemethodist Neminamato).

Uma carta do Zimbábue

Amigos, no caminho da justiça, vamos refletir e colocar diante de Deus nossas histórias para o mundo. Nosso povo é diversificado e tem uma longa história. Do Grande Império do Zimbábue até hoje, há muitas histórias para contar. Lutamos pela independência do poder colonial, depois pela formação de um governo nacional liderado por líderes da maioria da população. No entanto, enfrentamos violência política durante as últimas eleições nacionais. Esforços para colocar todos os lados em um processo de verdade e reconciliação estão demorando mais do que a maioria das pessoas esperava. Os traumas impostos pelo conflito armado ainda estão afetando a sociedade do Zimbábue.

Desde 2017, o país vem passando por mudanças no governo. Pessoas, organizações ecumênicas e igrejas estão se conscientizando ativamente para uma transição pacífica. A eleição nacional de 2018 viu um grande número de jovens e novos eleitores. E pacificamente, fomos às urnas, embora as tensões ainda estivessem presentes depois. Continuamos orando e nos educando para sermos construtores da paz, e nos posicionando pela reconciliação em nossa terra.

Nós reconhecemos que há desemprego em nossas comunidades. Temos dificuldade em alimentar nossas famílias. Muitos dos lares na área rural são chefiados por mulheres que não têm nada para alimentar as suas famílias. Os maridos se mudaram para procurar emprego nas cidades e minas, enquanto os jovens migraram para encontrar trabalho nos países vizinhos e na Europa. Os zimbabuenses na diáspora também enfrentam o sentimento antimigrante global, o que torna as suasvidas mais difíceis.

Nós ouvimos tantas coisas ruins sobre o nosso país,mas podemos mudar isso e ter orgulho de ser zimbabuenses. Valorizamos a cultura baseada na comunidade e nossas estreitas relações familiares,embora o individualismo e a violência doméstica afetem nossas famílias. A conscientização e o 11/obby'' para a igualdade de gênero aumentaram, e existem leis para proteger as mulheres contra a violência.

Na maioria das vezes as mulheres cuidam sozinhas de seus filhos com necessidades especiais e deficiências. O acesso às escolas para crianças autistas é muito limitado. Por outro lado,muitas famílias são chefiadas por crianças que perderam seus pais para HIV e Aids.

Há tantos dentre nós que necessitam de assistência social. Esperamos a melhoria dos serviços sociais e mais oportunidades para treinamento, educação e desenvolvimento econômico sustentável.

Nós dizemos que a maioria da população do Zimbábue é cristã, e estamos sempre orando pela integridade de nossas igrejas e de nosso país.

Como mulheres cristãs, queremos fazer mais, da mesma maneira que nossas predecessora s. Elas tivera m um forte senso de identificação com as necessidades das mulheres e crianças. Pela graça de Deus, estamos nos esforçando para seguiro caminho delas.

As pessoas honestas dizem coisas sábias e sempre falam o que é certo (Salmo 37:30).

Hino: Uyai mweya wakachna. (Letra emúsica Patrick Matsikenyiri).

Meditação

Leitura da Bíblia: João 5:2-9a.

Jesus foi a Jerusalém durante a festa dos judeus. O cenário da história é bem descrito em João 5. Havia um tanque perto do Portão das Ovelhas, onde pessoas com diversas doenças iam em busca de cura. As pessoas no tanque acreditavam que a cura estava na água; consequentemente o homem da história esperava a sua cura da água. Como ele era incapaz de entrar na água agitada sozinho, não podia ver como seria curado. Então, esperou em sua cama pela próxima oportunidade. O que esse encontro diz sobre o homem? O homem da história parecia uma pessoa solitária; ele não tinha ninguém para ajudá-lo a ser curado. Ele estava desanimado e impotente. Talvez seja isso que tenha levado Jesus a fazer-lhe uma pergunta que mudou a sua vida: Você quer ser curado?

O que esse encontro diz sobre Jesus? Jesus agiu com compaixão, amor, compreensão e carinho. Jesus, em sua humanidade, podia identificar-se com o sofrimento humano. Jesus em sua humildade podia ouvir o homem sem julgar suas desculpas. Jesus deu ao homem uma chance.

O que esse encontro nos fala sobre Deus? Jesus usou três verbos de ação para permitir que o homem, que estava doente há 38 anos, experimentasse o amor de Deus: Levante-se! Pegue a sua cama e ande. O diálogo entre Jesus e esse homem pode nos levar além da cura física. Os verbos de ação sugerem que não devemos ter medo de agir conforme a palavra de Deus. Deus está nos oferecendo os passos para atransformação pessoal e social.

Como vemos a história através dos olhos de Jesus? O milagre e a transformação na história da Bíblia são simbolizados pela cama. A cama era o lugar onde o homem jogava as suas desculpas, embora estivesse procurando por cura. (A palavra camaaparece em outras versões bíblicas como esteira ou tapete ''; o homem não estava carregando uma cama' como nós a concebemos, mas sim uma esteira, que era sua cama' conforme o uso naquela época.) Após o encontro com Jesus, a cama tornou-se um lembrete de sua cura.

Jesus nos capacita a sermos curados, fazendo algo pela transformação que Deus está oferecendo - levantar-se, pegar nossa cama e andar. Jesus nos capacita a escolher entre sermos curados parcialmente ou curados fisica, mental, espiritual e socialmente. Quando somos totalmente curados, somos reconciliados com Deus, conosco mesmos e com nossa comunidade. Quando estamos reconciliados, podemos verdadeiramente amar, e quando amamos verdadeiramente, somos capazes de caminhar em direção à paz. Então, Levante-se. Pegue a sua cama e ande.

Se possível, reflita sobre as seguintes perguntas com a pessoa ao seu lado:

1. Como você ou sua comunidade podem responder à pergunta de Jesus -Você quer ser curado? - para que haja mudança em sua vida? Num contexto de violência essa pergunta pode ser reformulada para: Você quer viver em paz?.

2. Quais são os obstáculos ou desculpas que não estão permitindo a transformação?

3. O que significa no seu contexto - Levante-sel Peguea sua cama e ande?

(Para concluir esta meditação, escreva os seus comprometimentos nos cartões para apoiar as comunidades com ações em prol do amor, da paz e da reconciliação. Os cartões serão coletados durante a oferta.)

Hino: Levante-se 1 Pegue a sua cama e ande. (Letra emúsica de Sylvia Marowa).

Palavras decomprometimento

Líder 2: Vamos experimentar a energia fortalecedora do diálogo entre o homem doente e Jesus. Convido você a abaixar sua cabeça e seus ombros.

Líder1: Jesus nos pergunta: Você quer ser curado?

Todos: Sim! Sim!

Líder 2: Então Jesus diz: Levante-se! Pegue a sua cama e ande! (Todos se levantam edão alguns passos no mesmo lugar.)

Jovem (vestindo vermelho): Deus é amor. Vamos nos levantar com nossos corações cheios de amor!

Jovem (vestindo branco): Jesus é o Príncipe da Paz. Vamos levantar as nossas intenções pela paz entre nós! (Todos pegam os cartões com os comprometimentos escritos)

Jovem (vestindo amarelo): Deus fez todas as coisas novas. Em Cristo, somos reconciliados com Deus. Vamos caminhar em direção à reconciliação! Vamos caminhar em direção a uma nova vida - uma vida de reconciliação.

Todos: Amém! Aleluia!

Líder 3: Conforme você ouviu de Jesus a proposta de mudança de vida, e está disposto a Levantar-se! Pegar a sua cama e andar, nós convidamos você a oferecer seus comprometimentos e doações para apoiar as comunidades com ações de amor, paz e reconciliação.

Oferta

Escolha um hino conhecido e conclua o momento com uma oração pelos comprometimentos e ofertas.

Oração de agradecimento e intercessão

Leitor 1: Vamos nos unir a todas as províncias do Zimbábue e ao redor do mundo para agradecer a Deus. Vamos nos levantar e andar no amor incondicional de Jesus.

Todos: Do nosso canto do mundo, nós nos levantamos e caminhamos.

Leitor 2: Oramos para que Deus continue a nos abençoar com o dom da vida e proteção, com boas chuvas e solo fértil que nos dão alimento.

Todos: Somos os mordomos da criação de Deus.

Leitor 3: Rogamos por nossos irmãos e irmãs que tiveram que migrar para outros países. Nós te pedimos para protegê-los e dar-lhes boa saúde.

Todos: Ajuda-nos a aprender a nos amarmos mutuamente.

Leitor 4: Intercedemos pelas comunidades e mulheres ao redor do mundo que vivem com medo da violência em suas famílias e na nação.

Todos: Dá-nos sabedoria egraça para sermos pacificadores.

Leitor 5: Nós te agradecemos pelas pioneiras corajosas e trabalhadoras do Dia Mundial de Oração do Zimbábue, que ensinaram as comunidades a orar, amar e perdoar.

Todos: Que possamos continuar o legado de mulheres corajosas em nossas comunidades.

Leitor 6: Vamos nos unir orando juntos a oração do Senhor.

Todos: Pai Nosso...

Envio

Líder 1: Bem-aventurados os pacificadores,porque serão chamados filhos de Deus (Mateus 5: 9).

Líder 2: Vão em paz para servir ao mundo em nome de Deus, de Jesus e do Espírito Santo.

Líder 3: Levante-se! Pegue a sua cama e ande!

Todos: Amém.

Hino de encerramento

Escolha um hino de comunhão familiar. Se possível, cada participante pegará um pequeno tapete de junco ou sisal para levar para casa como símbolo do culto e de seus comprometimentos.


Âmbito: IECLB
Área: Ecumene / Organismo: Dia Mundial de Oração - DMO
Natureza do Texto: Liturgia
Perfil do Texto: Celebração
ID: 54446
Há algo muito vivo, atuante, efetivo e poderoso na fé, a ponto de não ser possível que ela cesse de praticar o bem. Ela também não pergunta se há boas ações a fazer e, sim, antes que surja a pergunta, ela já as realizou e sempre está a realizar.
Martim Lutero
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br