IECLB e Dia Mundial de Oração - DMO



ID: 2706

Origens do Dia Mundial de Oração

As origens do Dia Mundial de Oração remontam ao século XIX, quando mulheres cristãs dos Estados Unidos e Canadá iniciaram através da oração, uma variedade de atividades de cooperação e apoio à participação de mulheres em obra missionária nacional e estrangeira. Estas atividades estavam relacionadas às seguintes áreas:

Identificação com as necessidades das mulheres e crianças: Apesar da forte resistência dos grupos missionários, composto exclusivamente de homens, em 1861 e nos anos seguintes, as mulheres fundaram grupos femininos numerosos e eficientes, para a obra missionária estrangeira e nacional, mediante as quais puderam trabalhar diretamente com e para mulheres e crianças.

O papel da oração na obra missionária: Desde 1812 as mulheres motivaram umas as outras a participar em oração pessoal e assumir a liderança na oração comunitária e por missões. Esta ênfase à oração conduziu a dias e semanas anuais de oração. Em 1887 mulheres presbiterianas convocaram um dia de oração para as missões nacionais e as mulheres metodistas convocaram uma semana de oração pelas missões estrangeiras. Em 1891 iniciou-se o dia batista de oração pelas missões estrangeiras. Em 1895 Mulheres Auxiliadoras da Igreja Anglicana do Canadá iniciaram um dia de intercessão comunitária pelas missões. Em 1897 as mulheres de seis denominações formaram um comitê único para um dia de oração, pelas missões nacionais e, em 1912, convocaram um dia de oração pelas missões estrangeiras. Essas mulheres tiveram a visão da unidade cristã

O estudo foi de responsabilidade de todas: Após a Conferência Missionária Ecumênica realizada na cidade da Nova Iorque em 1900, as mulheres organizaram um Comitê Central para o estudo interdenominacional que preparou publicações, conferências de verão, dias de estudo e cursos para que mulheres pudessem manter-se informadas sobre a vida da mulher em outras partes do mundo. Também, estudaram bases bíblicas e questões vitais relacionadas com a obra missionária.

Organização de estruturas: As mulheres organizaram estruturas interdenominacionais que foram eficazes e solidárias. Por exemplo, em 1908 as mulheres fundaram o Conselho Feminino para as Missões Nacionais e assumiram a responsabilidade do trabalho conjunto com imigrantes e outras questões sociais, e para a preparação da celebração conjunta do Dia da oração.

As mulheres celebram seu compromisso: Em 1910 – 1911 as mulheres celebram o 50º aniversário das atividades missionárias femininas organizando uma série de conferências nos Estados Unidos, que proporcionou uma grande experiência do que haviam adquirido em cooperação ecumênica, em âmbito local e global, no compartilhar a oração e informação, e na reflexão bíblica. Tudo isso estava nas mãos das mulheres. Desta experiência se formaram muitos grupos femininos locais e interdenominacionais

As mulheres uniram a paz mundial com a missão mundial: Depois da devastação da 1º guerra mundial, as mulheres tomaram consciência de que a paz mundial estava intimamente ligada a obra missionária no mundo. Assim as mulheres renovaram seus esforços pela unidade.

No Canadá, em 1918, as mulheres presbiterianas convocaram representantes das associações missionárias femininas de cinco denominações, com o propósito de oração e ação conjunta. Este comitê organizou o primeiro Dia de Oração do Canadá, no dia 09 de Janeiro de 1920. No mesmo ano, em 20 de Fevereiro, estabeleceu-se a comemoração do Dia de Oração na primeira Sexta-feira da quaresma, como o dia conjunto de oração pelas missões. Devido ao apoio estusiasta dos grupos femininos locais, denominacionais e interdenominacionais, o Dia da Oração se expandiu rapidamente nos Estados Unidos. Em 1922 as mulheres canadenses adotaram a mesma data.

Nasce o Dia Mundial de Oração: Em 1926 as mulheres da América do Norte distribuíram a liturgia do culto para muitos países e missionários. A resposta, a nível mundial, foi recebida com grande entusiasmo. Em 1927 o tema da oração foi um chamado para as missões através de um Dia Mundial de Oração.

Declaração: Em 1928 o Comitê do Dia Mundial da Oração elaborou a seguinte declaração: “É com profunda gratidão que reconhecemos o crescente interesse pelo Dia Mundial da Oração. O círculo de oração se estendeu realmente ao redor do mundo. Aprendemos a grande lição de orar com, em lugar de orar por nossas irmãs de outras raças e nações, enriquecendo nossa experiência e dando lugar ao poder que deve ser nosso se quisermos cumprir o trabalho que nos é confiado.”

Na Conferência Missionária Internacional de Jerusalém, em 1928, as delegadas de vários países consideraram que a participação, a nível mundial, seria um laço de união entre as mulheres. Helen Kim, da Coréia, foi eleita como a primeira mulher fora dos Estados Unidos para escrever a liturgia do culto do Dia Mundial de Oração, em 1930.

Também em 1930, a Federação do Conselho Feminino de Missões Estrangeiras da América do Norte, elegeu dez mulheres ao redor do mundo como membros co-responsáveis. Traçaram planos para um comitê mundial para o Dia Mundial de Oração, em 1932, mas as condições econômicas de depressão impediram que concretizassem.

Em 1941, a coordenação do Dia Mundial de Oração nos Estados Unidos passou a ser responsabilidade do movimento interdenominacional conhecido, agora, como Igreja Unida de Mulheres (The Church Woman United).

Em 1969, a União Mundial de Organizações Católicas Femininas passou a participar do Dia Mundial da Oração.

Com estas origens o Dia Mundial da Oração tomou sua forma atual. As mulheres têm levado este trabalho por onde vão.

Em 1968 formou-se um Comitê Internacional que se reúne em Assembléia a cada quatro anos. Nessa ocasião os comitês nacionais e regionais se encontram. Na Suécia em 1968, reuniram-se trinta e três mulheres de vinte e três países afim de orar e planejar. Foi fixada a primeira sexta-feira de março como data oficial da celebração do Dia Mundial da Oração. A primeira Diretoria Internacional foi eleita e a Sra. Gudrum Diestel, da Alemanha, foi a primeira Presidente mundial e permaneceu até 1974. Na Tailândia, em 1970, aconteceu a segunda Assembléia Mundial e no México, em 1974. Zâmbia em 1978. Alemanha em 1982. Estados Unidos em 1986. Jamaica em 1990. Austrália em 1995 e África do Sul em 1999.

Cada Assembléia oferece contribuições especiais ao crescimento do movimento como:

compartilhar experiências do DMO;

selecionar temas e autoras para elaborar a liturgia;

eleger Comitê Executivo, cristão, com representantes da tradição católica, ortodoxa e protestante e se compõe de: presidente mundial, tesouraria e representante de oito regiões do mundo: África, Ásia, Caribe, Europa, América Latina, Oriente Médio, América do Norte e Pacífico.

examinar e planejar formas em que o movimento possa crescer
 

Tu és o meu Deus, eu te louvarei. Tu és meu Deus, eu anunciarei a tua grandeza.
Salmo 118.28
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br