Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil e Ecumene



ID: 2676

Foi Cristo que nos deu a paz - Efésios 2.14

Campanha da Fraternidade Ecumênica 2021

02/04/2021

Olá, a paz esteja com vocês! Shalom! Com essa saudação que Jesus fez aos discípulos logo após a ressurreição, saúdo vocês ao trazer a Palavra de Deus que nos fala nessa Campanha da Fraternidade Ecumênica 2021 com o tema Cristo é a nossa Paz: do que era dividido fez-se uma unidade e do lema: Fraternidade e Diálogo - compromisso de amor.

Meu nome é Wania Scarpetto, sou da Igreja Católica Apostólica Romana em Umuarama e estou como coordenadora do CEBI PR e o tema de hoje dia 02 de abril, sexta-feira da Paixão do Senhor é CRUZ E DIÁLOGO.

A Palavra de Deus que nos ilumina é da carta de S. Paulo aos Efésios 2,14-17 que diz o seguinte:

Mas agora, em Jesus Cristo, vós que outrora estáveis longe fostes tornados próximos, pelo sangue de Cristo. É ele com efeito que é a nossa paz: do que era dividido, fez uma unidade. Em sua carne destruiu o muro de separação: o ódio.

Ele aboliu a lei e os seus mandamentos com suas observâncias. Ele quis assim, a partir do judeu e do pagão, criar em si um só homem novo, estabelecendo a paz, e reconciliá-lo com Deus, ambos em um só corpo, por meio da cruz, onde ele matou o ódio.

Esta passagem nos mostra que é a ação salvadora de Jesus que nos traz a verdadeira paz. O sacrifício na cruz derrubou tudo aquilo que separava os “dois povos”, criando uma unidade que agora convive em paz.

Jesus foi morto por questionar essa lei, porque a LEI que deveria defender a vida estava matando. Foi pelo sangue de Jesus, na cruz que ele aproximou judeus e gentios. Foi pela fidelidade de Jesus ao projeto do Reino de Deus que ele foi até as últimas consequências, a morte de cruz. A Cruz é o ponto alto da revelação do amor de Jesus por toda humanidade, sendo fiel ao seu projeto de amor.

A cruz era um instrumento de violência na época de Jesus. A pena de morte era a cruz. O Império Romano mantinha uma ordem e uma paz aparentes com práticas autoritárias e violentas, e até utilizavam a religião como instrumento de manutenção da hierarquia social.

Jesus questionou essas estruturas de poder e desigualdade e com sua morte a lei foi colocada em xeque porque a Lei é insuficiente para estabelecer a verdadeira paz.

Esta meditação da Carta aos Efésios traz um grande desafio para o momento que vivemos hoje. Em nossas condições atuais, vemos uma grande divisão entre as várias igrejas de Cristo, separadas e em grande rivalidade e para vivermos a proposta do lema da CFE deste ano e superarmos a crise de polarização devemos ter a mesma fé de Jesus Cristo como adesão pela salvação que nos é dada gratuitamente por meio da Cruz, só assim, alcançaremos a verdadeira Paz.

Que a Paz esteja com todos e todas vocês.

A Campanha da Fraternidade ecumênica 2021 foi organizada pelo Conselho Nacional de igrejas cristãs - CONIC


Autor(a): Wania Scarpetto
Âmbito: IECLB / Sinodo: Paranapanema
Área: Ecumene
Área: Confessionalidade / Nível: Confessionalidade - Prédicas e Meditações / Organismo: Conselho Nacional de Igrejas Cristãs - CONIC
Testamento: Novo / Livro: Efésios / Capitulo: 2 / Versículo Inicial: 14
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 61946
MÍDIATECA

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Importa, acima de tudo, que homem e mulher convivam em amor e concórdia, para que um queira ao outro de coração e com fidelidade integral.
Martim Lutero
REDE DE RECURSOS
+
Um cristão não pode ser ofendido a tal ponto que não possa mais perdoar.
Martim Lutero
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br