Espiritualidade Evangélica Luterana


ID: 2686

13/03 (sexta) Atos 5.38-42; 2 Coríntios 6.3-10

Não cessavam...

13/03/2015

Ao lermos o texto quase não percebemos as palavras: “...açoitaram-nos”. Provavelmente foram as 40 chibatadas menos uma que foram aplicadas sobre as costas nuas dos discípulos. Este é um método de tortura extremamente doloroso, sangrento e cruel. A história cristã foi escrita com sangue. Os relatos de Lucas das primeiras perseguições aos cristãos foram apenas o começo da perseguição cristã, ordenada mais tarde pelos imperadores romanos. Sob o domínio de Nero, Domiciano, Marco Aurélio e Décio, nos primeiros dois séculos da era cristã, milhares de cristãos foram cruelmente torturados, assassinados, exilados e explorados. Décio (249-252 d.C.) tentou, com quatro editos, exterminar os supostos inimigos do reino. Não obteve sucesso. Depois veio uma temporária pausa para respirar, sob o domínio de Constantino I, que declarou o cristianismo como religião oficial (por volta de 325 d.C).

Os apóstolos foram soltos, não apenas com as costas sangrando, mas também com uma nova proibição de falar em nome de Jesus, regozijavam-se. Por obedecerem ao Senhor ressurreto é que foram torturados e humilhados. Em Mateus 5.10-12 está escrito o que Jesus lhes disse a respeito, alguns anos antes. Aconteceria que apesar da perseguição pelos inimigos de Cristo, os cristãos se tornariam ainda mais convictos. Os primeiros mártires, mortos na arena, entoavam salmos, calando as multidões. Até os dias de hoje há testemunhos comoventes neste aspecto. Que nós também jamais cessemos de testemunhar de Jesus. E ainda que a situação na qual nos encontramos seja como uma “mordaça”, ainda assim, não fiquemos calados, custe o que custar. Que possamos falar livremente e com convicção daquilo que preenche o nosso coração e nos traz alegria. Palavras encorajadoras: Atos 16.23-26; 2 Coríntios 1.3-5 e 8-10; Apocalipse 7.13-17.
 


Âmbito: IECLB
Área: Espiritualidade / Organismo: Casa Matriz de Diaconisas
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 32268

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

O ponto principal do Evangelho, o seu fundamento, é que, antes de tomares Cristo como exemplo, o acolhas e o reconheças como presente que foi dado a ti, pessoalmente, por Deus.
Martim Lutero
REDE DE RECURSOS
+
O santo povo cristão é reconhecido exteriormente por meio da salvação da santa cruz.
Martim Lutero
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br