Espiritualidade Evangélica Luterana


ID: 2686

21/03 (sábado) Habacuque 2.4; Lucas 18.9-14

21/03/2015

“O justo viverá pela sua fé!” – Na parábola do fariseu e do publicano Jesus esclarece para seus ouvintes que por maiores que sejam os esforços religiosos, eles não tem poder para salvar um pecador da condenação eterna. Nenhum ser humano é justificado por Deus pelos seus próprios esforços, pois todos nascemos em pecado e estamos imersos nele. Somos salvos exclusivamente pela fé em nosso Senhor Jesus Cristo, que pela sua morte na cruz abriu para nós o acesso ao Pai.

Esta notícia pode reavivar também hoje igrejas inertes e secularizadas, pois não somos somente salvos pela fé, mas também chamados a viver pela fé. Trata-se da fé como estilo de vida. “O ponto central do exercício espiritual para um estilo de vida espiritual é buscar em primeiro lugar o reino de Deus e a sua justiça (Mt 6.25-33). Tudo depende de deixarmos que o primeiro seja realmente o primeiro. Deus nos dê coragem, sabedoria e poder para dar sempre a ele o primeiro lugar entre as nossas prioridades: ‘Buscai em primeiro lugar o reino de Deus e a sua justiça’ e ele nos ajudará a compreender em que isso implica” (R. Foster).

Em muitos exemplos da Bíblia, da história da missão e da igreja podemos perceber que aqueles que adotaram este estilo de vida, mantendo seus olhos fixos no céu, puderam realizar muito na terra. Quem confia em Cristo e na sua palavra não estará indiferente ao mundo que o cerca. Uma mulher, para quem o Sermão do Monte não era uma simples leitura para passar o tempo, disse: “Ele implica no cristianismo como um estilo de vida e não como um serviço” (N. Vollkommer). Como estamos vivendo a nossa fé?


Âmbito: IECLB
Área: Espiritualidade / Organismo: Casa Matriz de Diaconisas
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 32409

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Todas as nossas orações devem fundamentar-se e apoiar-se na obediência a Deus.
Martim Lutero
REDE DE RECURSOS
+
É isto que significa reconhecer Deus de forma apropriada: apreendê-lo não pelo seu poder ou por sua sabedoria, mas pela bondade e pelo amor. Então, a fé e a confiança podem subsistir e, então, a pessoa é verdadeiramente renascida em Deus.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br