Espiritualidade Evangélica Luterana


ID: 2686

Fé em tempo de pandemia - Hebreus 10.38-38; 11.1 - P. Rolf Rieck - 20 de julho de 2020

20/07/2020

Fé em tempo de pandemia

Olá, seja bem-vinda e bem-vindo ao nosso momento de reflexão e oração. Vamos falar a respeito da fé em tempo de pandemia.

Acolho vocês com as palavras de Hebreus ao citar o profeta Habacuque: “ ‘mas o meu justo viverá pela fé; e, se retroceder, dele a minha alma não se agradará.’ Nós, porém, não somos dos que retrocedem para a perdição, mas somos da fé... Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que não se veem.” (Hb 10.38-38; 11.1) Estes versículos clássicos definem a fé.

Muitas vezes associamos fé com esperança. “Tenho fé que esta crise vai passar”, ou “tenho fé em Deus que tudo vai dar certo”. No entanto, esperança é resultado de fé. Tem aquele antigo filme que mistura humor com muita seriedade: “Fé demais não cheira bem”. Embora seja uma sátira, faz refletir sobre como a fé particular e coletiva é determinante na vida pessoal e social.

A ênfase que damos sobre a questão da fé no cristianismo é olhar para a frente com esperança, sem retroceder, sabendo qual é o caminho que conduz à essa esperança.

É impossível falar hoje de fé sem olhar ao nosso redor e observar que este tempo – que deveria ser marcado pela solidariedade e justiça – se mostra extremamente agressivo e sem amor para com o sofrimento e as angústias do outro.

Acredito que Deus não quer usar este tempo caótico para que eu seja bonzinho e cheio de fé. Está usando este tempo para nos salvar de nossas próprias justiças. Deus revela a justiça e a bondade que vem de fora, que vem dEle. Deus manifesta Sua justiça através da fé que Ele faz nascer em nós. Lembrando as palavras da carta aos Hebreus, é impossível retroceder quando se crê em Jesus Cristo e, avançando, avançando – e instruídos pela justiça de Deus, que não é nossa, mas totalmente externa e alheia a nós – a fé planta sementes de esperança e restauração, em nós mesmos, e na vida das pessoas ao nosso redor.

O caminho da fé não é o de letargia ou irresponsabilidade esperando que no final tudo dê certo. Ao contrário, a fé é ativa no amor; é marcada pela ação da justiça e da obra de Deus em nós e através de nós. Não há fé sem observar o caminho, a verdade e a vida, Jesus. Não há fé sem que o Espírito Santo efetue em nós tanto o querer quanto o realizar. Afinal, fé é dom e fruto do Espírito Santo.

Este tempo incerto e amedrontador coloca aflição nos corações. Eis aí um tempo sobremodo oportuno para que a fé infundida por Deus em nós se apresente como sinal do Reino de Deus. Sinal de esperança e amor.

Oremos: Senhor Deus, Tu és bom e Tua misericórdia é sem fim. Não esqueces de nós e enches nossa alma de fé. Sempre mostras que em Ti podemos confiar e não abres mão de nos convencer, em fé, sobre os teus cuidados. Depositamos em ti a nossa confiança e sabemos que nos ajudas a suportar dores e vencer desafios. Aqui estamos para agradecer Teu amor e pedir por nós e por outros que necessitam de mais fé: abre nossos olhos para vermos a Tua bela obra em nós. Por Jesus Cristo. Amém.

MÍDIATECA

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Um pregador deve estar ciente que Deus fala pela sua boca. Caso contrário, é melhor silenciar. 
Martim Lutero
REDE DE RECURSOS
+
Essa esperança não nos deixa decepcionados, pois Deus derramou o seu amor no nosso coração, por meio do Espírito Santo, que Ele nos deu.
Romanos 5.5
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br