IECLB e Igreja Evangélica Luterana em Moçambique - IELM


ID: 2716

Missão em Moçambique

05/03/2007


O P. Rui Bernhard, Secretário Executivo da Obra Gustavo Adolfo (OGA), representou a IECLB, a pedido da Presidência, na reunião do consórcio de igrejas parceiras da Igreja Evangélica Luterana em Moçambique (IELM). Essa reunião foi realizada na cidade de Nampula, de 22 a 25 de fevereiro. Nampula é a cidade onde a Irmã Doraci Julita Edinger residiu e onde ela foi brutalmente assassinada, em fevereiro de 2004.A agenda da reunião incluiu um dia de visita às comunidades luteranas daquela região. Para a mesma, foram formados três grupos, sendo que um deles visitou Mavuco, em Moma, onde Doraci residia, quando atuava no interior. Há naquela região 71 comunidades luteranas estruturadas, muitas das quais foram organizadas com a participação da Ir. Doraci. Seu testemunho e atuação missionária e diaconal marcaram de forma significativa muitas pessoas e comunidades. O P. Rui Bernhard constatou que nos depoimentos das pessoas permanece uma viva lembrança deste testemunho.
Comunidade reunida em cultoBernhard destaca, ainda, que a vivência cristã trouxe significativas contribuições para aquelas comunidades luteranas, como por exemplo:- a crescente consciência entre os seus membros de que eles mesmos devem lutar para superar os seus problemas, especialmente nas áreas da saúde e da educação;
-   a intermediação na construção de vários poços de água potável. Com isso, um maior número de poços estão sendo construídos;
-  a construção de uma clínica voltada especialmente para o acompanhamento das gestantes e crianças recém nascidas. Essa clínica foi financiada com recursos doados pela Igreja da Baviera, Alemanha, e pela Igreja Evangélica Luterana nos Estados Unidos (ELCA). Essa obra está em fase de finalização. Com a sua conclusão, enfermeiros e outros profissionais da saúde serão contratados pelo governo local.
- a organização de escolas, com o provimento de professores públicos.

 
Homenagem à Ir. Doraci Edinger em clínica de sáude mantida pela missão luterana
Há, contudo, uma série de desafios e problemas que ainda precisam ser vencidos por aquelas comunidades. Embora esteja trabalhando na capacitação de lideranças locais, a IELM ainda carece da ajuda de missionários/as do exterior. Junto com outras igrejas, a IECLB também contribuiu com o envio de obreiros para a missão em Moçambique. Porém, desde o assassinato da Ir. Doraci, não enviou novos missionários para aquele país. No dia 21 de fevereiro de 2007 completaram-se três anos do seu assassinato. Em julho de 2006, a Justiça de Moçambique condenou um dos acusados e inocentou outro, por falta de provas. A IELM, com o apoio da Federação Luterana Mundial (FLM) e da IECLB, ainda deverá recorrer à sentença e pedir a reabertura do caso, por julgar que a decisão foi parcial.  Enquanto se empenha para que seja feita justiça no caso da Ir. Doraci, a direção da IECLB continua expressando, de diferentes formas, seu apoio e solidariedade com a Igreja Luterana em Moçambique.
 

Cristo nos libertou para que nós sejamos realmente livres.
Gálatas 5.1
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br