Sínodo Mato Grosso



Rua Aristides Félix de Andrade , 840 - Araés
CEP 78005-605 - Cuiabá /MT - Brasil
Telefone(s): (65) 2129-6592
sinodomt@luteranos.com.br
ID: 10

1 Tm 2.1-7 - 18º Domingo após Pentecostes 18.09.2016

Caderno de Cultos 2016

18/09/2016

18/09/2016- 18º  Domingo após Pentecostes
Pregação: 1Tm 2.1-7; Leituras: Am 8.4-7; Lc 16.1-13
Diácono Vanderlei Hüther– Paróquia do Parecis - MT

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
Bom dia/ Boa Noite.
É com grande alegria que estamos mais uma vez reunidos, como uma grande família que vem à casa do Senhor para ouvir da sua Palavra e para viver em Comunhão.
Para este domingo, 18o Domingo após Pentecostes, saúdo a cada uma e um de vocês com as palavras da epístola de Filipenses 1.7, que são Lema Bíblico para esta semana: O apóstolo Paulo diz: Eu trago vocês no coração, seja nas minhas algemas, seja na defesa e na confirmação do evangelho, pois todos vocês são participantes da graça comigo”.
É desta graça que queremos experimentar neste culto hoje. Assim desejo as boas vindas a todos e todas vocês, membros da comunidade, mas também pessoas que nos visitam.
Acolher os/as visitantes
Que Deus acolha a cada um de nós neste culto e permita que seja um tempo abençoado na sua presença. Amém.


CANTO DE ENTRADA
325 – HPD II – Aqui você tem lugar

Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
Quando nos reunimos em culto, o queremos fazer em nome do Triúno Deus: Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

CANTOS DE INVOCAÇÃO
321 - HPD I – Vento que anima

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS
Ao olharmos para as nossas vidas com sinceridade e humildade vamos perceber que nossos atos, pensamentos e palavras nos distanciam da presença de Deus. Por isso queremos confessar nossa culpa, nossas falhas, nossos pecados diante de Deus. [Momento de silêncio para a oração individual]
Oremos: Bondoso e eterno Deus, Senhor de toda a misericórdia. Estamos reunidos em tua presença, em humildade e reconhecimento de nossa condição como seres humanos falhos e pecadores. Rogamos juntos pelo teu perdão gracioso. Perdão revelado na cruz de Cristo, no seu sacrifício único e precioso. Estende sobre nós a tua mão e concede-nos a tua misericórdia. Querido Deus, escuta quando clamamos, cantando:
Ouve, Senhor, eu estou clamando, tem piedade de mim e me responde. 341 – HPD 2

ANÚNCIO DO PERDÃO
Palavras de graça e perdão encontramos em Hebreus 10.17-18: “Ele diz: não lembrarei mais dos seus pecados nem das suas maldades. Assim, quando os pecados são perdoados, já não há mais necessidade de oferta para tirá-los”. Quem crer nestas palavras, assim será. Amém.

KYRIE
A presença de Deus é uma realidade neste mundo. Ele esta presente nos mais diversos contextos e realidades, mas são nos contextos de sofrimento, de amargura, de dor que ele revela ainda mais o seu amor e piedade. Clamemos juntos ao nossos Deus, colocando todas as situações de injustiças em suas mãos, cantando:
Kyrie Eleison - Pelas dores deste mundo (Rodolfo Gaede Neto)

GLÓRIA IN EXCELSIS
Para Exaltar a bondade do Senhor, que ouve a nossa oração, nosso pedido de socorro e nos agracia com seu perdão, bendizemos o seu nome a todo tempo cantando
263 - HPD I – Bendirei o Senhor

ORAÇÃO DO DIA
Santo e Amado Deus, aqui estamos em culto, como tua comunidade, porque sabemos o quanto é importante estar na tua presença, estar na presença também de nossos irmãos e irmãs, que muitas vezes possuem o mesmo sentimento de estarmos sozinhos neste mundo. E por isso, te agradecemos Senhor, porque tu nos ensina que não estamos a sós, mas sempre podemos contar contigo através da Oração, do Ouvir da Tua Palavra e do Celebrar a Santa Ceia. E é neste sentido que queremos pedir-te, Senhor, ensina-nos a orar e a confiar nas tuas boas promessas. E agora ao ouvir da tua Palavra, sopra Teu Santo Espírito sobre nós abrindo nossos corações, mentes e ouvidos para receber da Tua Palavra. Por Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador, que contigo e o Espírito Santo, vive e reina, de eternidade a eternidade. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA

Pregação: 1Tm 2.1-8; Leituras: Am 8.4-7; Lc 16.1-13

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Amós 8.4-7

Aclamar o Evangelho Cantando: ALELUIA
2ª Leitura Bíblica: Lucas 16.1-13

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
423 - HPD II – Ao orarmos Senhor
Ou: Nº ____________________________________________________

PREGAÇÃO
1 Timóteo 2.1-8

Que a Graça, a Paz e o Amor de Deus esteja com cada um e cada uma de vocês. Amém.

Querida Comunidade! Eu gostaria de começar com a reflexão para este dia fazendo algumas perguntas a vocês. Perguntas que ninguém vai precisar responder em voz alta, senão que somente a sim mesmo: Como vai a vida de oração de vocês? Como anda a prática da oração na família? E na minha vida pessoal? Como vai o meu diálogo com Deus?
Hoje o texto Bíblico previsto para nossa reflexão aborda um tema que fala muito a respeito a nossa vida de Fé, a oração! Mas não somente por uma perspectivas de súplicas e intercessões voltadas a nós e as nossas necessidades, mas voltadas às outras pessoas, ou como diz o texto bíblico, “em favor de todas as pessoas”.
Em nossas orações, pensamos apenas em nós mesmos e apresentamos a Deus nossas próprias súplicas ou ainda existe algum tipo espaço para a intercessão em favor de outras pessoas?
Querida Comunidade! Ao orarmos em favor das pessoas tudo muda, nosso comportamento se transforma e nós transformamos o mundo.
A oração sempre será um ato diaconal, pois orar em favor de alguém significa envolvimento com as pessoas, significa enxergá-las na luz e na ótica de Deus e do Senhor Jesus Cristo. A palavra de Deus nos convida a orarmos em favor de todas as pessoas, independente de raça, nacionalidade ou religião. E quando oramos em favor de alguém, direcionamos nossos olhos e toda a nossa atenção para essa pessoa. Nos interessamos pela sua situação e nos engajamos por ela, diante de Deus e das pessoas.
Quando oramos em favor de alguém, enxergamos essa pessoa sob a perspectiva da vontade e da ação de Deus: ao orarmos por alguém, entendemos que o Senhor Jesus Cristo entregou a sua vida também por essa pessoa. Reconhecemos que Deus deseja a salvação de todas as pessoas e que tem preparado o seu Reino para todos, independente dos nossos juízos e dos nossos julgamentos.
Quando oramos em favor de uma pessoa, passamos a tratá-la de maneira diferente: passamos a enxergá-la com os olhos de Deus e ter consciência de que ela é muito importante para Deus, e passamos a amá-la assim como Deus nos ama; passamos a vê-la sob a ótica da promessa de salvação; estamos dispostos a perdoar - sempre de novo - assim como somos perdoados por Deus. Quando oramos em favor de alguém, devemos fazer isso movidos por um amor engajado, um amor que transforma.
Quando oramos em favor de alguém, nosso relacionamento com essa pessoa também muda e passamos a enxergá-la de uma maneira diferente: passamos a nos interessar pela sua vida e pela sua dignidade; interessamo-nos pelo seu bem-estar; cuidamos dessa pessoa e dos seus; engajamo-nos por ela diante de Deus e das pessoas. Oração é serviço: Serviço ao mundo, no mundo e pelo mundo.
Por isso meus queridos e minhas queridas irmãs na fé, hoje o texto Bíblico nos motiva ir além de onde vamos, nos motiva a orar sem sessar, não somente para nós e aos nossos, mas também em favor de todas as pessoas neste mundo. Que Deus permita e nos faça fortes no amor e na oração. E a paz de Deus que excede todo o entendimento, guarde nossas corações e nossas mentes em Cristo Jesus. Amém

 

CONFISSÃO DE FÉ
Convido para expressarmos a nossa fé, juntos com irmãos e irmãs no mundo inteiro, com as palavras do Credo Apostólico.
Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
198 - HPD – Oh bem cego andei
Ou: Nº ____________________________________________________

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________


Senhor Deus, Pai amado, agora ao finalizar este culto queremos te agradecer. Agradecer por todo o teu cuidado que se estende até nós e através de nós, chegando a outras pessoas e a toda a tua boa criação. Te agradecemos por termos este momento de culto, onde tu com tua Palavra, com a oração e também com os hinos, pode falar ao nosso coração e a nossa vida.
Te agradecemos Senhor, por todas as bênçãos que experimentamos de tuas bondosas mãos. Bênçãos que por amor e graça tu concede a cada um de nós, sem que mereçamos ou conquistamos. Estamos aqui, Pai, porque cada vez mais queremos confiar em Ti, na Tua providencia e na Tua sabedoria. Dá-nos fé Senhor.
Pai eterno, hoje ouvimos da tua Palavra a importância que a oração possui em nossa vida. Do quanto é importar buscar viver uma vida coerente, ética e de acordo com o teu ensinamento. E com isso, Senhor, queremos pedir-te: acolhas todos nossos agradecimentos e pedidos que a ti entregamos quando juntos oramos como Jesus Cristo nos ensinou:

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO

Que o Senhor te abençoe e te guarde, que o Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti. Que o Senhor tenha misericórdia de ti e te dê a paz. Que assim te abençoe o Triúno Deus: Pai + Filho + Espírito Santo. Amém.

ENVIO
Vamos em Paz, e sirvamos ao Senhor com toda a alegria. Amém.

CANTO FINAL
459 – HPD II – Oração da Igreja
Ou: Nº ____________________________________________________


Autor(a): Vanderlei Hüther
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Tempo Comum
Natureza do Domingo: Pentecostes
Perfil do Domingo: 18º Domingo após Pentecostes
Testamento: Novo / Livro: Timóteo I / Capitulo: 2 / Versículo Inicial: 1 / Versículo Final: 7
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2016
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 38282

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Se cada um servisse a seu próximo, o mundo inteiro estaria repleto de culto a Deus.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Deus não está amarrado a nenhum lugar e de lugar nenhum se acha excluído.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br