Sínodo Mato Grosso



Rua Aristides Félix de Andrade , 840 - Araés
CEP 78005-605 - Cuiabá /MT - Brasil
Telefone(s): (65) 2129-6592
sinodomt@luteranos.com.br
ID: 10

Efésios 1.3-14 - 7º Domingo após Pentecostes - 12.07.2015

Caderno de Cultos 2015

12/07/2015

12/07/2015 – 7º Domingo após Pentecostes
Am 7.7-15; Mc 6.14-29; Pregação: Efésios 1.3-14
P. Nilo O. Christmann – Sínodo MT - Cuiabá

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
“Cantem salmos, hinos e canções espirituais; louvem a Deus, com gratidão no coração. E tudo o que vocês fizerem ou disserem, façam em nome do Senhor Jesus e por meio dele agradeçam a Deus, o Pai”. Com esta palavra bíblica de Colossenses acolhemos cada um e cada uma de vocês. Estarmos reunidos em culto e nos encontrarmos como irmãos e como irmãs é um precioso presente. Também é uma dádiva que Deus quer nos alimentar com a sua palavra. Que possamos louvá-lo com corações agradecidos!

Acolher os/as visitantes

CANTO DE ENTRADA
Nº 473 HPD 2 – Jesus, em tua presença
Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
É Deus quem nos reúne em culto neste 7º Domingo após Pentecostes. Em nome de Deus, Pai e Criador; de Deus Filho, Senhor e Salvador, e em nome do Espírito Santo, Consolador e Animador, estamos aqui. Amém. Invocamos o seu nome cantando

CANTO DE INVOCAÇÃO
Nº - 365 HPD 2 – Vem, Espírito Santo

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS

Senhor, nosso bondoso Deus! É muito bom podermos nos reunir como tua comunidade. Temos muito a agradecer. Antes, porém, queremos e precisamos olhar com sinceridade para nós mesmos e reconhecer o nosso pecado. Nós pecamos diante e ti, Senhor, quando fazemos pouco caso do presente da salvação que nos concedes. Não agradecemos e louvamos o quanto deveríamos. Facilmente esquecemos das tuas bênçãos. A nossa pouca gratidão também mostra que pensamos demais o nosso esforço e nosso mérito. Ao vivermos assim, fortalecemos a ganância e o individualismo. A nossa pouca gratidão também nos impede de agirmos em favor das outras pessoas, pois estamos preocupados demais conosco mesmos. Por tudo isso, Senhor, e por muito mais pedimos pela tua misericórdia e pelo perdão. Concede-nos, por graça, a oportunidade de um novo recomeço. Em nome de Jesus. Amém.

ANÚNCIO DO PERDÃO
“O publicano, estando em pé, longe, não ousava nem ainda levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, dizendo: Ó Deus, sê propício a mim, pecador!” (Lc 18.13). “Deus resiste aos orgulhosos, mas aos humildes concede a sua graça” (Tg 4.6). Por isso, àqueles que com humildade confessaram os seus pecados, anuncio a graça e o perdão. Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amém.
KYRIE
O livro de Apocalipse fala que chegará o tempo em que haverá uma perfeita comunhão entre Deus e o seu povo. Então já não haverá nem lágrimas, nem morte, nem luto, nem pranto e nem dor. Mas, ainda não é assim. O sofrimento ainda está presente neste mundo. Muitas crianças, jovens, mulheres, homens e idosos sofrem pelas mais variadas razões: violência, intolerância, falta de amor... Por isso, intercedemos e cantamos juntos:

Kyrie – Pelas dores deste mundo, ó Senhor.

GLÓRIA IN EXCELSIS
Agradeçamos a Deus e glorifiquemos o seu nome, pois, em sua misericórdia e bondade, acolhe e ouve os nossos pedidos. Por isso, cantamos Glória, glória, glória a Deus nas alturas...

ORAÇÃO DO DIA
Oremos: Senhor! Muito obrigado, por este dia e por este culto. Muito obrigado que nos concedes a oportunidade de nos reunirmos em teu nome. Não existe outro lugar melhor em que pudéssemos estar neste momento. E tu, Senhor, Deus Onisciente, sabes exatamente o que se passa com cada um de nós. Conheces nossas alegrias e as nossas inquietações. Tu sabes o que mais precisamos. Assim como somos e estamos colocamo-nos diante de ti, pedindo que nos ajudes a viver da tua graça. Prepara a nossa mente e o nosso coração para recebermos o ânimo e o consolo que vem de ti. Ao mesmo tempo, encoraja-nos para os desafios que colocas em nossas mãos. Venha sobre nós com teu Santo Espírito e concede-nos a tua bênção. Assim agradecemos e pedimos em nome de Jesus. Amém.
CANTO
Nº - 326 HPD 2 – O povo de Deus
Ou nº .............

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Amós 7.7-15

2ª Leitura Bíblica: Mc 6.14-29 – Cantemos Aleluia

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
Nº - 379 HPD 2 – Pronto para ouvir
Ou nº ......................

PREGAÇÃO – Efésios 1.3-14

Estimados irmãos e irmãs! Estimada comunidade!

É sabido de todos nós que os nossos cultos compõe-se de várias partes: saudação, louvor, oração de gratidão e intercessão, pregação, confissão de fé e de pecados, avisos comunitários, bênção, etc. Se fôssemos perguntados sobre qual parte do culto mais gostamos, qual seria a nossa resposta? Provavelmente teríamos respostas variadas. Talvez a nossa própria resposta não seria única, pois, dependendo da situação na qual nos encontramos, alguma parte do culto pode tornar-se mais significativa do que a outra.
O culto de hoje e o texto previsto para a pregação nos dão a oportunidade de abordar uma parte que acontece bem no final do culto. Trata-se da bênção. Depois de participarmos de todas as outras partes do culto – orações, louvor, pregação, Santa Ceia – somos convidados a nos colocar em pé e, então, recebemos a bênção de Deus. Nos últimos anos este momento tem sido mais valorizado do que em tempos anteriores. Uma novidade em diversas comunidades é o gesto das mãos estendidas à frente, sinalizando a vontade ou a disposição de receber a bênção de Deus pronunciada pelo oficiante. As mãos estendidas são um gesto bonito. Além disso, várias novas formas de bênção estão se espalhando, tornando este momento do culto muito especial. Entre as novidades estão pequenos hinos que, acompanhados de gestos, permitem que as pessoas abençoem umas às outras.
Sim. As pessoas querem ser abençoadas. Aliás, a palavra de bênção não está presente apenas no culto. Também é pronunciada fora dele: nas relações familiares ou de amizade, nos cumprimentos aos aniversariantes, etc. Cabe, pois, arriscar uma pergunta: você se considera uma pessoa abençoada? Ou, indo um pouco mais adiante: no que de fato consiste a bênção de Deus? Qual é o seu conteúdo?
O texto bíblico de Efésios nos ajuda a responder as últimas duas perguntas. E é possível que tenhamos algumas surpresas. O autor da carta, provavelmente o apóstolo Paulo, convida para a gratidão e para o louvor porque Deus tem abençoado a comunidade. Chama a atenção que o convite para a gratidão e para o louvor é consistente. O texto enumera as muitas razões que a comunidade tem para sentir-se abençoada. Destacamos três destas razões:
1. Em Jesus Cristo Deus nos escolheu – Há diversas formas de rejeição entre os seres humanos. Não é incomum que alguém seja desprezado por causa da sua condição social, da sua cor, da sua profissão, de sua fragilidade... Coisa de seres humanos! Aos olhos de Deus, porém, cada pessoa, é especial. E a escolha que Deus faz não tem absolutamente nada a ver com alguma virtude que alguém tenha ou julga ter. A escolha tem como alicerce o coração amoroso de Deus, que insiste em colocar todos debaixo das suas asas, qual choca faz com os seus pintinhos. Em Jesus Cristo, assim foi afirmado em nosso batismo, Deus nos chamou para sermos dele. Uma grande bênção!
2. Em Jesus Cristo fomos reconciliados com Deus – Construir o caminho da reconciliação com Deus está fora do alcance para qualquer ser humano. Quando se trata da reconciliação do Criador com as pessoas, todo o caminho foi construído por Deus. Em Jesus Cristo, fez-se gente e percorreu o caminho que conduziu à cruz. Na cruz tomou sobre si a minha e a tua culpa. Tomou sobre si a culpa de todos. E, para não deixar nenhuma dúvida do alcance do seu gesto, orou ao Pai em favor dos que o crucificavam, dizendo: Pai, perdoa-lhes porque não sabem o que fazem. Deus nos alcança com o seu perdão e nos reconcilia com ele. Outra grande bênção!
3. Em Jesus Cristo Deus nos torna herdeiros – Há gente que briga por herança. Bobagem! Isso sinaliza que facilmente nos prendemos ao que não é essencial. Em nossa condição de pecadores, assim como aconteceu com o filho pródigo, carregamos conosco a tendência de desperdiçarmos a nossa vida. Mas, Deus nos resgata de onde estamos, vem ao nosso encontro com o seu abraço e manifesta alegria quando buscamos pela presença. E, mais uma vez, sem merecermos nada, nos chama de filhos e filhas e nos faz herdeiros da sua promessa. Promessa de salvação. Bênção que acompanha para a eternidade!

Estimada comunidade!

As três razões mencionadas não esgotam as razões apontadas pelo texto para nos sentirmos abençoados. Mesmo assim, já é bastante. Muitas vezes quando estendemos as nossas mãos vazias para receber a bênção de Deus, imaginamos Deus nos presenteando de maneira bem concreta: a cura de um familiar que está doente, a solução de um problema específico ou, ainda, algum bem material que desejamos. E de fato Deus pode manifestar a sua bênção das maneiras mais variadas.
No entanto, se atentamos bem para o texto de Efésios, vamos ver que a bênção de Deus trata de questões bem mais profundas. A bênção de Deus resolve o nosso maior problema e aponta para a eternidade. Quer dizer, ser abençoado por Deus permite até enfrentar dificuldades, reconhecer que nem todas as doenças serão curadas e ter a convicção de que nem a morte pode nos arrancar dos braços de Deus. Ao falar das bênçãos de Deus podemos muito bem à conclusão de que é muita coisa boa numa vez só! E de fato é. Nos versículo 7 e 8 lemos: “Como é maravilhosa a graça de Deus, que ele nos deu com tanta fartura!”
Bem, se é assim, como poderíamos não atender o convite de agradecer e louvar a Deus? É o que podemos e nos cabe fazer. Aliás, ainda há algo a mais que podemos fazer: sermos instrumento da bênção de Deus para as pessoas que ele coloca em nossa vida. Com isso entendemos porque a bênção está bem no final do culto: abençoados por Deus saímos do templo para dar testemunho do que aconteceu conosco.
Amém


CONFISSÃO DE FÉ
Assim como fizeram os cristãos no decorrer dos séculos, assim também nós queremos, junto com todos os cristãos espalhados pelo mundo, confessar a nossa fé:

Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO – A oferta deste culto é nacional e se destina para o Trabalho com Mulheres e Coordenação de Gênero (o texto motivador se encontra na Agenda Sinodal). Enquanto as ofertas são recolhidas, cantamos o hino...
Nº - 460 – HPD 2 - Conta as bênçãos ou 254 HPD 1 – Senhor, meu Deus, quando eu maravilhado
Ou nº ..................

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração: (Neste momento quem estiver conduzindo o culto pode pedir à comunidade pelos motivos de intercessão que as pessoas queiram incluir. Caso o/a celebrante se sentir à vontade, pode em seguida dirigir uma oração a Deus incluindo estes e outros pedidos, sem esquecer dos aniversariantes. Caso tenha dificuldade em fazer esta oração, simplesmente convida a comunidade a orar o Pai Nosso e, com ele, as diversas intercessões são colocadas diante de Deus)
Aniversariantes:
1._______________________________________________________
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
_________________________________________________________
_________________________________________________________


BÊNÇÃO
Que Deus te abençoe e te proteja; que Deus guarde teu caminhar;
Que o Senhor te olhe com amor e mostre sua bondade;
Que esteja ao teu lado sempre, de noite e de dia;
Que te olhe com amor e te conceda a paz para viver a vida em plenitude e liberdade.
Amém.

ENVIO
Sigamos em paz. Abençoados por Deus e agradecidos por tudo o que nos concede, sejamos uma bênção onde quer que estejamos. Amém.

CANTO FINAL
Nº 472 – HPD 2 – Povos da terra louvai ao Senhor
Ou nº ...........


Autor(a): NIlo Christmann
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Tempo Comum
Natureza do Domingo: Pentecostes
Perfil do Domingo: 7º Domingo após Pentecostes
Testamento: Novo / Livro: Efésios / Capitulo: 1 / Versículo Inicial: 3 / Versículo Final: 14
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2015
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 33716

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Eu também sou parte e membro dessa congregação, coparticipante e codesfrutante de todos os bens que possui. Pelo Espírito, a ela fui levado e incorporado, pelo fato de haver ouvido e ainda ouvir a Palavra de Deus, que é o princípio para nela se entrar.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
O que importa é a fé que age por meio do amor.
Gálatas 5.6b
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br